Envie esta página a um amigo!

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

0

Livro: Eu Sou a Árvore


Ano: 2016
Género: Drama, Romance
Autor: Possidónio Cachapa
Editora: Companhia das Letras 


* Por Mariana Oliveira *

O meu interesse crescente pelos autores portugueses viu as suas forças redobradas com a leitura do mais recente romance de Possidónio Cachapa, um conceituado escritor que nos últimos anos tinha andado afastado das lides editoriais. Contudo, como uma verdadeira fénix renascida das cinzas, o autor apresenta-nos a obra “Eu sou a árvore” e demonstra que a literatura lusa está de boa saúde e recomenda-se! 


Sinopse:
“Entre os homens e as árvores há tanto em comum que por vezes não se sabe onde começam uns e acabam os outros. É o gosto obstinado de lançar raiz na terra funda, de dar fruto e espalhar semente. Samuel acredita que lhe basta um solo fértil para ser feliz e, sendo-o, permitir que todos o sejam tanto como ele. Mas a mulher sonha longe, os filhos guardam segredos e a força brutal dos seus gestos de patriarca deixa marcas inesperadas naqueles que ama. No seu esperado regresso ao romance, Possidónio Cachapa colhe um livro onde a Natureza e o Homem vivem misturados, moldando-se e afeiçoando-se mutuamente, enquanto o tempo se some como um carreiro de água em terra seca.” 


Opinião:
Os primeiros capítulos bastaram-me para comprovar a excelência da escrita de Possidónio Cachapa. A partir daí, limitei-me a recostar-me no sofá e desfrutar desta viagem incrível pela vida de uma família peculiar. 
Cada um dos seus membros, ao longo do seu crescimento e amadurecimento, vê-se confrontado com questões fulcrais para a sua felicidade. A grande questão aqui é que cada um deles vê a vida de uma forma completamente diferente, daí que um afastamento progressivo seja inevitável com o passar dos anos. Para nós, leitores, é delicioso vermo-nos confrontados com personagens tão distintas que apresentam problemas muito diversos. Mesmo sendo impossível identificarmo-nos com todos esses dilemas, foi interessante ver como é que estas pessoas, que poderiam muito bem ser os nossos vizinhos ou conhecidos, mudam ao longo da vida. Assim, temos simples seres humanos a braços com a vida dura e crua: as suas ilusões e desilusões, alegrias e tristezas povoam as páginas deste romance que nos leva a acreditar que estamos perante uma história verídica, tal é a forma real como tudo acontece. 
A par disto está o subtil humor do autor. Sem forçar a nota, Possidónio Cachapa colocou um ou outro acontecimento em que a ironia do destino leva a melhor sobre as personagens e gostei deste pequeno fôlego de variação que pontuou a obra. 
Contudo, aquilo de que mais gostei foi a parte final do livro. A intensidade das emoções apresentadas e o desenlace da obra foi tão belo, com uma descrição tão magistral dos sentimentos acumulados por uma pessoa ao longo de toda uma vida que dei por mim a chorar ao longo das últimas páginas.
Com tudo dito, resta-me recomendar esta obra a todos os leitores que queiram ler o que de melhor se escreve em Portugal. Quanto a mim, resta-me continuar a ler mais obras deste grande autor!

domingo, 21 de agosto de 2016

0

240º Passatempo do FLAMES (em parceria com Um miminho de crochet)


Este lindo marcador é o próximo prémio que temos para oferecer a um dos nossos seguidores.
Para isso basta preencherem o formulário em baixo e...

BOA SORTE!




sábado, 20 de agosto de 2016

0

Entretenimento: Pinturas Anti Stress :)



Aqui fica um daqueles desenhos fantásticos que agora andam na moda, mas que me ajudam a libertar um pouco do stress do dia a dia :) Espero que gostem!

♥ ♥ SIGAM O FLAMES! ♥ ♥

♥ BLOGUE - http://www.flamesmr.blogspot.com

♥ FACEBOOK - https://www.facebook.com/FLAMESmr

♥ INSTAGRAM - http://instagram.com/flames_mr

♥ GOODREADS  - https://www.goodreads.com/user/show/19759752-flames-mariana-oliveira-roberta-frontini

♥ SPOTIFY - https://open.spotify.com/user/1113429...

♥ YOUTUBE - https://www.youtube.com/user/FLAMESmr

♥ SNAPCHAT - flamesmr

♥♥ e-mail us ♥♥ flamesmr@gmail.com

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

1

Entretenimento: DNCE - Swaay



Nome do grupo: DNCE
Nome do álbum: SWAAY
Data de lançamento: Outubro 2015
Género: POP

Quero começar a falar-vos neste CD depois de vos contar uma história. 
Há uns bons meses atrás, depois de ter passados por uns "sustos" a nível de saúde, combinei uma coisa comigo mesma "se tudo ficar bem, começas a pensar mais em ti". E assim foi. Depois de ter sabido os resultados do exame, no dia 1 de Fevereiro de 2016, comecei uma nova etapa. Esta nova etapa implicava uma coisa: acordar cedo para fazer exercício. E assim, apetrechada de tudo o que é essencial, comecei a fazer exercício físico todos os dias antes de começar a trabalhar. Porque vos conto esta história? Porque foi assim que descobri os DNCE. 

E o que significa "apetrechada de tudo o que é essencial"? Muito simples: Música. Como a música que ouço não é propriamente boa para quem faz exercício, decidi criar uma playlist só para o efeito e, para tal, fiz uma pesquisa aprofundada (como podem ver, estava determinada em fazer as coisas como deve ser!). E foi assim que a música "Cake by the ocean" apareceu na minha vida.


Quando a ouço é inevitável. O boost de energia que sinto é formidável e faz dela, a meu ver, uma música perfeita para quem quer energia a horas impensáveis. 

Assim, fiquei extremamente contente quando recebi o álbum em casa e, apesar de ter demorado para escrever o post, a verdade é que não demorei nada a meter o CD a tocar. 

O álbum começa logo bem, com a música que mais gosto claro. Confesso, no entanto, que não fazia a menor ideia de quais eram as outras músicas. Por isso este álbum deixou-me curiosa e satisfeita ao mesmo tempo. 

Swaay na verdade é o primeiro EP desta banda, e não um álbum propriamente com as características a que estamos habituados. Conta com 4 músicas lançado em 2015 maioritariamente interpretadas (e escritas) por Joe Jonas, um dos integrantes dos Jonas Brothers (as coisas maravilhosas que eu descubro quando faço estes posts! Por isso confesso que gosto tanto deles!) :) .

Aproveitem a onda do verão e metam estas músicas nas vossas playlists. As sonoridades que apresentam são perfeitas para esta altura e conjugam bem com o sol, o mar e o calor.  

A meu ver, este EP demonstra claramente o potencial desta banda e reflecte o bom caminho que os seus membros estão a seguir. E espero sinceramente poder saber (e ouvir) mais deles no futuro. 

Em 3 palavras, este EP é: 

Energizante
Surpreendente
Promissor


sábado, 13 de agosto de 2016

0

Canal Youtube: Livro PSICOPATOS






Título: Psicopatos
Autor: Miguel Montenegro
Editora: Arcádia (chancela Babel)

Sinopse
Entre loucos, quem te juízo é pato... "Psicopatos" é uma tira humorística sobre um mundo de patos, vítimas frequentes de outros animais que se aproveitam da sua boa vontade e ingenuidade.O protagonista, Patareco, é um pato estudante de psicologia. Tema para o qual o humor de "Psicopatos" resvale frequentemente, embora muitos outros temas sejam abordados.Com Humor e Inteligência, os "Psicopatos" questionam alguns dos dogmas e evidenciam algumas das contradições das "ciências" psicológicas, tal como se o Inconsciente existe, se as doenças mentais são reais ou se a psicanálise é uma ciência.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

0

Livro: Confissões


 
Ano de Edição: 2016
Género: Mistério, Drama
Autora: Kanae Minato
Editora: Suma de Letras


* Por Mariana Oliveira *

Nem sempre é necessário escrever livros com várias centenas de páginas e recorrer às mais complexas figuras de estilo para criar uma obra que agarre o leitor da primeira à última página. A prova disso mesmo foi dada por Kanae Minato com o seu best-seller "Confissões".


Sinopse:
"Os seus alunos assassinaram a sua filha. Esta é a sua vingança. Os seus alunos assassinaram a sua filha. Ela não quer justiça, só vingança. Depois de um noivado que acaba em tragédia, tudo o que resta na vida a Yuko Moriguchi é a sua filha, de quatro anos, Manami. Quando esta é encontrada afogada na piscina da escola Yukodecide aposentar-se. Mas antes deve dar uma última lição. Um mês depois do sucedido, a Professora Moriguchi, no seu discurso de despedida, acusa dois estudantes de matar a sua filha e anuncia a sua vingança pessoal, atroz e imediata, mas concebida de modo a que as devastadoras consequências ocorram lentamente para que os jovens tenham tempo de se arrepender e passem o resto dos seus dias suportando o peso da culpa. "Confissões" é um romance narrado a várias vozes, magistralmente construído onde o suspense é mantido até o fim, quando as diferentes peças encaixam. Mas também é uma reflexão sobre o sistema educativo, os laços familiares, o comportamento humano, o amor e a vingança."


Opinião:
"Confissões" reflecte na perfeição o efeito a que tanto gostamos de chamar "bola de neve" pois nesta obra aquilo que começa por ser a vingança de uma professora amargurada sobre dois dos seus alunos acaba por atingir todos os que os rodeiam com consequências inimagináveis.
Tal como dei a entender no início deste post, este é um livro que não é muito longo e a sua escrita está longe de ser elaborada. A autora decidiu-se por uma abordagem mais directa, sem lugar para situações triviais, sendo-nos apresentado, em cada capítulo, o ponto de vista de uma personagem diferente. Professora, alunos e familiares, todos eles  acabam enredados nesta teia de vingança e a nós, leitores, resta-nos ler com avidez à medida que vamos ficando mais e mais surpreendidos com a grave dimensão que a situação começa tomar.
Antes de ler o livro fiquei a saber que já tinha uma adaptação cinematográfica, adaptação esta que, a título de curiosidade, chegou a receber a nomeação para o Óscar de melhor filme estrangeiro. Mas prémios à parte, a razão que me leva a referir o filme prende-se precisamente com a sensação que esta leitura me causou: senti, a todo o momento, que ao invés de ler estava a assistir a uma película tal é a forma objectiva com que Kanae Minato descreve as situações e emoções presentes na história.
Se é verdade que o mistério da identidade dos dois alunos responsáveis pela morte da criança é revelado numa fase inicial, desengane-se quem pensa que a partir daí o livro não lhe reserva surpresas. É que é precisamente a partir do momento em que todas as cartas estão na mesa e todo o elenco foi apresentado que o jogo realmente começa.
Adorei a forma como ao longo de toda a obra temos acesso a diferentes pontos de vista sobre um mesmo acontecimento. Deste modo, foi em igual medida arrepiante e entusiasmante perceber que a diferença de personalidades e padrões morais de cada personagem levam a que cada uma veja a situação de uma maneira completamente diferente e arranje para ela uma explicação igualmente distinta.
Nesta obra, a tensão vai acumulando de tal forma que virar as páginas se torna um acto compulsivo e só conseguimos mesmo parar depois de lida a última palavra. Depois disso, resta-nos matutar no que lemos e perceber o quão retorcida é esta história.
Resta-me agora ver o filme para ficar a saber se consegue transmitir a intensidade da obra que o inspirou.
Uma obra que recomendo a todos os leitores que não perdem a oportunidade de ler uma boa história de mistério!

sábado, 6 de agosto de 2016

0

BookHaul Julho 2016 + GIVEAWAY [BLOGUE FLAMES]




Passatempo - http://flamesmr.blogspot.pt/2016/07/239-passatempo-do-flames-em-parceria_26.html

Livro: Um Copo de Cólera - http://flamesmr.blogspot.pt/2016/07/livro-um-copo-de-colera.html

Livro: Piu Caganita (versão de texto aumentado, pictogramas, braille impresso e imagens em relevo) - http://flamesmr.blogspot.pt/2016/07/livro-piu-caganita-versao-de-texto.html

http://www.thetravelbook.eu/

♥ ♥ SIGAM O FLAMES! ♥ ♥
♥ BLOGUE - http://www.flamesmr.blogspot.com
♥ FACEBOOK - https://www.facebook.com/FLAMESmr
♥ INSTAGRAM - http://instagram.com/flames_mr
♥ GOODREADS - http://www.goodreads.com/user/show/19759752-flames-mariana-oliveira-roberta-frontini
♥ SPOTIFY - https://open.spotify.com/user/11134298554
♥ YOUTUBE - https://www.youtube.com/user/FLAMESmr
♥ SNAPCHAT - flames_mr
♥♥ e-mail us ♥♥ flamesmr@gmail.com
0

Deixava de dormir por... : novidades literárias do mês de Julho


O calor aperta, a praia e o campo chamam por nós e os livros... esses não param de aparecer e tentar-nos. Uma coisa é certa: neste Verão poderão faltar muitas coisas, mas histórias incríveis para conhecer nunca!
Fiquem com os livros que nos tirarão o sono este Verão:








"Laura Palmer — a rapariga de rosto doce de Twin Peaks — escondeu as suas acçõesmais sombrias e os sonhos mais retorcidos num diário secreto, a partir dos doze anos... até ao dia em que foi assassinada. O diário contém pistas importantes sobre a identidade do seu assassino. E, para os habitantes de TwinPeaks, tem início um mistério que irá obcecá-los a todos..."












"Os seus alunos assassinaram a sua filha. Esta é a sua vingança. Os seus alunos assassinaram a sua filha. Ela não quer justiça, só vingança. Depois de um noivado que acaba em tragédia, tudo o que resta na vida a Yuko Moriguchi é a sua filha, de quatro anos, Manami. Quando esta é encontrada afogada na piscina da escola Yukodecide aposentar-se. Mas antes deve dar uma última lição. Um mês depois do sucedido, a Professora Moriguchi, no seu discurso de despedida, acusa dois estudantes de matar a sua filha e anuncia a sua vingança pessoal, atroz e imediata, mas concebida de modo a que as devastadoras consequências ocorram lentamente para que os jovens tenham tempo de se arrepender e passem o resto dos seus dias suportando o peso da culpa. "Confissões" é um romance narrado a várias vozes, magistralmente construído onde o suspense é mantido até o fim, quando as diferentes peças encaixam. Mas também é uma reflexão sobre o sistema educativo, os laços familiares, o comportamento humano, o amor e a vingança."




"5.700.000 coroas suecas. 600.00 euros. Era esse o valor da factura que o nosso narrador recebeu um dia na caixa de correio. O nome na factura era o dele. A morada também. Mas o que poderia justificar uma soma tão astronómica? Bom... a vida. A vida de um homem modesto, cinéfilo, trabalhador em part-time num clube de vídeo, com um punhado de amigos, um pequeno apartamento soalheiro em Estocolmo e um coração partido, que se contenta com pouco e que tira grande prazer dos pequenos nadas que a vida lhe vai... oferecendo? Bem, aparentemente, nada é de borla. Tudo tem um preço, e o nosso narrador vai descobri-lo da pior forma possível. Minimalista, surreal e original, o romance de Jonas Karlsson explora o absurdo da vida e questiona a grande meca dos tempos moderno: numa sociedade em que só o dinheiro conta, o que é, afinal, a felicidade e como a medimos? "A Factura" vai mudar a forma como vê a vida."





"Uma narrativa em que o mistério e a intriga concorrem para denunciar a hipocrisia e fragilidade da vida contemporânea. Numa extravagante casa de férias com piscina no Mediterrâneo, a convite do célebre actor e amigo Marc Meier, o reputado e cínico cirurgião dos famosos doutor Marc Schloss passa férias com a sua família. Entre dias de sol, idas à praia e provas de vinho, algo de terrível acontece e o idílio das férias depressa se transforma num pesadelo que marcarépara sempre as vidas de todos os hóspedes. Antes de o bronze dos protagonistas desaparecer, Marc Meier morre na sequência de uma intervenção cirúrgica executada pelo doutor Marc Schloss. Apesar de não estar particularmente incomodado com a morte do amigo e actor, o cirurgião vê-se obrigado a defender a sua reputação perante a Ordem dos Médicos, que o acusa de negligência médica e o questiona sobre o que realmente aconteceu na sala de operações - e naquelas férias. Terá Marc Meier sido vítima de erro médico? Ou terá sido assassinado? Marcado por uma ironia desarmante, o enredo negro e fortemente psicológico de "Casa de Férias com Piscina" proporciona uma leitura ávida, controversa e intrigante que confirma o incrível talento literário de Herman Koch no dissecar da farsa amoral de uma sociedade à deriva."



"Uma história de acção, um thriller emocionante na melhor tradição do género, que vai levar os leitores por uma Lisboa recheada de símbolos e segredos, ao encontro de organizações invisíveis e de uma conjura maquiavélica. Depois da aventura com O Terceiro Bispo, que nos levou até ao Vaticano e aos bastidores da História recente e da história do milagre de Fátima, o jornalista desempregado Joaquim Barata vê-se, desta vez, envolvido numa conspiração de uma facção monárquica para evitar que seja conhecido, e reconhecido, o verdadeiro herdeiro do trono de Portugal. Uma lição da história esquecida de Portugal a bordo de um tuk-tuk e uma corrida contra o tempo para que Lisboa não se torne mais um sinónimo de terror a nível mundial. Entre a Praça da Figueira e o Largo do Camões, seis séculos de História nos contemplam. Quantos segredos estão em plena vista pelas ruas de Lisboa sem que ninguém os decifre?"








"O novo fenómeno erótico, após As Cinquenta Sombras de Grey. Mais de 2 500 000 exemplares vendidos da série nos EUA. Direitos do livro vendidos para 27 países tendo entrado nos tops de livros mais vendidos no Brasil."












"Tendo como cenário uma assombrosa e bela paisagem mediterrânica, o romance As Rochas recupera um confronto familiar entre expatriados na ilha de Maiorca. Procura descobrir um segredo com décadas: qual terá sido o acontecimento misterioso e catastrófico que levou à separação de dois noivos em lua de mel, em 1948, de uma forma tão repentina e definitiva que nunca mais voltaram a falar-se, embora ficassem a viver na mesma ilha por mais 60 anos? E de que forma, tantos anos mais tarde, a sua história influenciou o romance, ao estilo trágico de Romeu e Julieta, dos seus respectivos filhos? Centrado num conhecido alojamento de férias à beira-mar e nos seus hóspedes glamorosos que desfrutam da boa vida, do vinho, do sol, do sexo e das festas, esta é uma dupla história de amor que começa com um mistério que se vai adensando década após década. A escrita de Peter Nichols, autor de vários bestsellers, está impregnada de um grande conhecimento da alma humana, mas também do seu particular humor, e captura na perfeição este mundo de personagens charmosas, complicadas, mal-comportadas - com todas as suas falhas, manias, sofisticações e desejos genuínos. O resultado é um enredo agridoce, inteligente e romântico sobre como a interpretação da verdade pode ser poderosa - e como um mal-entendido se pode arrastar irreparavelmente durante décadas."



"Um homem perfeito. Um perfeito monstro. O atraente e carismático Oliver Ryan é a imagem do sucesso. Ele e a mulher, Alice, levam uma vida invejável de privilégio e bem-estar. Invejável até que, certa noite, depois do jantar, Oliver agride Alice com tal violência que a deixa em coma. O próprio Oliver fica aturdido com o seu gesto. No período que se segue, enquanto todos tentam perceber o que terá motivado esse surpreendente ato de selvajaria, Oliver conta a sua história. E o mesmo fazem aqueles com quem a sua vida se cruzou ao longo de cinco décadas. A verdade é ao mesmo tempo trágica e monstruosa, uma história de vergonha, inveja, fraude e manipulação. Só Oliver sabe o que teve de fazer para alcançar a vida que ambicionava e a que sentia ter direito. Mas nem mesmo ele está preparado para o choque que a revelação do passado lhe reserva. O Segredo do Escritor é uma história invulgar de tensão psicológica, um retrato complexo e empolgante sobre a génese de um sociopata, na tradição de Barbara Vine e de Patricia Highsmith."





"Rio de Janeiro, anos 1940. Quando Guida Gusmão, perdida num amor proibido, desaparece da casa dos pais sem deixar rasto, a irmã Eurídice prometeu ser a filha exemplar, a que nunca faria algo que trouxesse novo desgosto aos pais. E Eurídice torna-se a dona de casa perfeita, casada com Antenor, um bom marido, apesar de tudo, ou apesar do nada em que a vida de Eurídice se tornou. A vida de Eurídice Gusmão é em muito semelhante à de inúmeras mulheres nascidas no início do século XX e educadas apenas para serem boas esposas. Mulheres como as nossas mães, avós e bisavós, invisíveis em maior ou menor grau, que não puderam protagonizar a sua própria vida. Capaz de abordar temas como a violência, a marginalização e até a injustiça com humor, perspicácia e ironia, Marta Batalha é acima de tudo uma excelente contadora de histórias que tem como principal compromisso o prazer da leitura."




"Lilly Fields é encontrada quase sem vida, muito maltratada, física e emocionalmente. Quando acorda, não reconhece o lugar onde está e não se lembra do seu passado. Aos poucos descobre que está no Refúgio, um lugar especial, diferente de tudo o que conhecera, e que John está a cuidar da sua recuperação. Ao longo de um difícil processo de cura, Lilly vive uma experiência inimaginável: testemunha a Criação e o Pecado Original. Em pleno Jardim do Éden, lado a lado com os personagens do Livro do Génesis, percebe que a história de Adão e Eva, que condenou a Mulher ao sofrimento eterno e trouxe ao Mundo todos os males, não se passou exactamente da forma como a conhecemos. O que Lilly descobre promete desafiar a crença na história da Humanidade e transformar a relação entre o Homem e a Mulher."






 
"Kick Lannigan, 21 anos, é uma sobrevivente. Raptada aos seis anos, a família, a polícia, bem como a comunidade, assumiram que o pior tinha acontecido. Mas é encontrada viva seis anos depois. Submetida a toda uma série de terapias para a ajudar a superar o trauma, é só quando canaliza as suas forças e raiva para a luta que Lannigan se sente melhor. Aos 13 anos, começa a aprender todo o tipo de artes marciais e técnicas de luta, jurando que nunca mais voltará a ser vítima. Quando duas crianças desaparecem na área de Portland, Kick é abordada por um enigmático homem de nome Bishop que a convence de que a sua experiência e habilidades podem ajudar a salvar as vítimas. Mal sabe ela que o caso irá desvendar o seu próprio passado aterrorizador…"






"Ninguém tem a capacidade de criar novos mundos como Anne Bishop, autora bestseller do The New York Times. Os Outros libertaram os cassandra sangue como forma de os proteger, não se apercebendo que as suas ações teriam consequências desastrosas. Agora os videntes encontram-se em grande perigo e são presa fácil daqueles que procuram controlar os seus poderes divinatórios. Desesperado por respostas, Simon Wolfgard, um metamorfo líder entre os Outros, não tem outra escolha senão recorrer à ajuda da profetisa Meg Corbyn. Meg ainda se encontra imersa no seu vício pela euforia que sente quando realiza profecias. Está ciente de que cada golpe da sua faca é um passo mais próximo da morte. Mas os Outros, bem como os humanos, precisam de respostas, e as suas visões são a única esperança para pôr fim ao conflito…"





"O nascimento do reino das Astúrias no seio da Espanha muçulmana foi uma empresa titânica de resistência e sobrevivência. Uma das aventuras mais fascinantes, não só da história de Espanha, mas também da história Universal. Se bem que pareça inconcebível que um punhado de rebeldes cristãos conseguisse formar um reino independente no norte da Península face ao maior poder do seu tempo, e, depois, estendê-lo para sul num tenaz labor de repovoação, foi isso que aconteceu em torno de Covadonga, entre as Astúrias e a Cantábria, a partir do ano 722. Como foi possível semelhante proeza? Quem foram os seus autores? Como se chamavam os heroicos pioneiros que começaram a conquistar terras para sul, mais graças às suas enxadas do que às suas espadas? José Javier Esparza submerge-nos naquela época extraordinária, onde todos os dias se jogava a sobrevivência de uma civilização. Ano após ano, passo a passo, o relato das origens do reino das Astúrias vai-nos revelando nomes e figuras hoje esquecidos: desde os pioneiros Lebato e Muniadona até a Beato de Liébana, passando pelos condes guerreiros e os monges colonos. Duzentos anos de história que culminam na chegada ao Douro e na metamorfose da coroa de Oviedo em reino de Leão. Mas, como é que tudo começou?"




"O Livro das Receitas Vegan, além de o ajudar a confecionar pratos saborosos isentos de produtos de origem animal, ensina-lhe tudo o que precisa de saber sobre alimentação natural e nutrição, de modo a que possa mudar os seus hábitos e adoptar uma dieta mais saudável. A autora Magda Roma, com o apoio de Mónica Venda, responsáveis pelo blogue «A nutricionista cozinheira», desafiaram a tradicional dieta mediterrânica e criaram pratos irresistíveis confeccionados à base de vegetais, legumes, leguminosas, fruta e frutos secos. Com os conhecimentos nutricionais de Magda Roma e a criatividade de Mónica Venda na cozinha, as receitas que vai encontrar ao longo deste livro – e poder reproduzir facilmente em sua casa – foram equilibradas nutricionalmente com vista a uma dieta 100% vegan, com tudo o que isso significa de mais saúde, mais sabor e mais frescura. Ao longo destas páginas irá encontrar as explicações de que precisa para aumentar a sua consciência alimentar, sentir uma transformação na forma como percepciona os alimentos e desconstruir alguns mitos e dogmas culturais que se estabeleceram à volta da mesa."

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

2

Livro: O Sofrimento Pode Esperar



Título: O Sofrimento Pode Esperar
Autor: João da Silva
Edição/reimpressão: 2016
Editor: Albatroz
Páginas:176
Sinopse

"O relato que aqui vos chega é genuíno, ou seja, nada do que aqui conto foi adulterado depois de ter sido escrito originalmente, pelo que peço desde já que me perdoem raciocínios menos lógicos, confusões ou devaneios. É que houve ocasiões em que foi muito difícil manter a lucidez, quanto mais escrever de forma coerente ou linguisticamente perfeita. Mas optei por manter esta narração crua, digamos assim, por entender ser esta a melhor forma de transmitir as sensações, devaneios, preocupações, enfim, a experiência do que é viver com um cancro e passar por um autotransplante de medula óssea."

Escrita em jeito de diário durante os dois autotransplantes a que o autor foi submetido, esta obra pretende transmitir uma luz de esperança a todos os que passam por uma fase aparentemente tão escura, mostrando que é possível fazer muito mais do que apenas sobreviver quando se luta contra uma doença tão devastadora.
Opinião 

Falar neste livro é falar no seu autor. E João da Silva não é uma pessoa qualquer. É um dos muitos heróis com que nos cruzamos diariamente no nosso quotidiano e que não usam placa de identificação! É um “doente profissional” como se faz intitular neste seu livro tão pessoal.
A obra conta com a colaboração do oncologista José Luís Passos Coelho. Por um lado, foi ele que escreveu o prefácio. Por outro, foi ele um dos maiores aliados no combate a este monstro terrível: o cancro. No caso de João da Silva, cancro no intestino e no testículo. Por isso, uma menção ao médico que o acompanhou não poderia de tudo faltar.

Este nosso herói, não necessitou de um fato excêntrico, nem de armas ou efeitos especiais. Lutou contra o cancro, e venceu-o. Depois, poderia fazer como muitos outros, e tentar viver a vida da mesma forma, tentando meter para trás das costas tudo o que passou. Mas não! Novamente, muniu-se de caneta e papel e, valendo-se de uma coragem sobre-humana, fez-nos um relato incrível das duras batalhas que travou entre tratamentos, internamentos e autotransplantes. De facto, e como se indica na capa do livro, este é um “Diário de três vitórias sobre o cancro”.

Vários foram os seus aliados neste combate, mas gostaria de ressalvar outro: o desporto. O vício pelo desporto muito serviu como forma de escape, mesmo em fases em que se sentia mais debilitado e sem qualquer vontade para treinar, João da Silva não se deixava abater e, mais uma vez demonstrava, o poder da força de vontade. 

Este seu testemunho é um exemplo daquilo que o leitor pode fazer por si após um diagnóstico como este. O autor procura de forma intensa (por vezes crua, mas genuína) mostrar-nos que a luz de esperança está mais além do que o próprio instinto de sobrevivência. 
Numa altura em que o cancro tem tido uma presença constante na vida de todos (quer na primeira pessoa, quer em pessoas que nos rodeia) este livro reveste-se de importância porque, para além de contar uma história de luta incrível, de persistência e de vitória, nos informa e nos deixa uma nota de esperança para todos. 

Uma leitura incrível que não o vai deixar indiferente!

sábado, 30 de julho de 2016

0

Canal FLAMES: Bookhaul de Junho e Julho



Nos últimos dois meses chegaram cá a casa 16 livros. Mas se a quantidade é boa, o que dizer da qualidade?! Recebi novidades fantásticas e livros que queria há muito, mesmo muito tempo!
 
Vejam tudo no nosso novo vídeo do Canal FLAMES:

quinta-feira, 28 de julho de 2016

0

Livro: Correspondência


Género: Erótico, Romance 
Ano: 2015 
Autora: Linete Landim 


* Por Mariana Oliveira *

Já todos perceberam que nos últimos anos a literatura erótica tem dominado o mercado editorial português. Contudo, confesso que ainda não me rendi a este género literário e por isso mesmo foi com alguma desconfiança que encarei a leitura deste livro assim que, ao fim de algumas páginas, percebi que se inseria nesta categoria. 

Sinopse: 
Gustavo Soares de Mello era um homem infeliz. Herdara do pai, muito mais do que o título de duque de Mascarenhas. Herdara também o seu terrível feitio. Era arrogante, impiedoso, ríspido e controlador. Depois de ver o pavor e o sofrimento nos olhos da mãe devido às crueldades praticadas pelo progenitor, Gustavo jurou nunca se casar. Jamais submeteria uma mulher aos seus ataques. Mas a vida subjugou-o, obrigando-o a abdicar do juramento. Madalena Rodrigues, uma jovem de temperamento forte, confiante, aceita lorde Mascarenhas como seu esposo. Só não aceita a visão excêntrica, e a seu ver, demente que o noivo tem sobre a vida em comum. Mesmo sabendo que enfrentará um demónio, Madalena não desiste de Gustavo, empenhando-se em suavizar o duro e gélido coração masculino. 


Opinião: 
Finda a leitura deste livro, continuo a achar que a literatura erótica está longe de figurar na minha lista de géneros preferidos. No entanto, tal facto não significa que não tenha gostado desta leitura. Pareço confusa? Pois bem, eu passo a explicar. Em “Correspondência” a grande figura é Madalena, uma jovem de origens distintas que pela sua tenacidade ousadia me conquistou logo desde o início. Gostei da forma corajosa como ela enfrentou as adversidades ao longo desta história e com isso acabou por mudar as vidas de muitas das pessoas que com ela tiveram a sorte de se cruzar. Numa época em que a voz das mulheres muitas vezes não era ouvida, Madalena ousou ser diferente e acabou por conquistar a sua própria felicidade. Já Gustavo apresenta-se, numa fase inicial, como uma personagem tudo menos agradável. Não foi difícil antipatizar com ele logo nas primeiras páginas mas também foi ele quem me trouxe as maiores surpresas. Foi muito interessante acompanhar a evolução que ele sofre ao longo do livro. É sempre interessante quando os leitores podem testemunhar as mudanças que ocorrem em determinada personagem e quais os factores que as impulsionaram. Assim, acabei por considerar este um dos casais mais interessantes que tive o privilégio de conhecer nos últimos tempos. Pelas suas diferenças e pela forma surpreendente como acabam por se complementar, foi um prazer acompanhar as suas peripécias. No que diz respeito ao retrato que a autora fez da época em questão, não tenho defeitos a apontar: reconheci os costumes e modo de vida de outras histórias que conhecia dessa altura e foi com muito gozo que voltei a mergulhar numa fase da nossa história que tanto me fascina. Mas, e porque infelizmente neste caso há um “mas”, houve algo que não me agradou e creio que o início desta opinião deixou bem claro do que estou a falar. Refiro-me, claro está, às passagens eróticas. Uma vez que não aprecio este tipo de literatura, foi sem surpresas que os momentos eróticos não foram os meus preferidos. Contudo, existindo tantos leitores que gostam deste tipo de livros, considero que “Correspondência” conseguiu atingir um agradável equilíbrio entre o género romântico e o erótico.

terça-feira, 26 de julho de 2016

3

239º Passatempo do FLAMES (em parceria com a Porto Editora)


Há meses que andávamos de olho nesta obra, por isso podem imaginar a nossa alegria quando a Porto Editora gentilmente decidiu fazer um passatempo com o FLAMES no qual oferece um exemplar de um dos livros do momento: "Viver Depois de Ti" de Jojo Moyes.


Em parceria com:



Sinopse:
"Louisa Clark é uma jovem com uma vida banal - um namorado estável, trabalhador e uma família unida - que nunca saiu da aldeia onde sempre viveu. Quando fica desempregada, vê-se obrigada a aceitar um emprego em casa de Will Traynor, que vive preso a uma cadeira de rodas, depois de um acidente. Ele sempre tinha vivido de um modo trepidante - grandes negócios, desportos radicais, viajante incansável - agora tudo isso ficou para trás.
Will é mordaz, temperamental e autoritário, mas Lou recusa tratá-lo com complacência e em breve a felicidade e o bem-estar dele tornam-se muito mais importantes do que ela esperaria. No entanto, quando Lou descobre que Will tem planos inconfessáveis para a sua vida, ela luta para lhe mostrar que ainda assim vale a pena viver.
Em Viver depois de ti, Jojo Moyes aborda um tema difícil e controverso, com sensibilidade, obrigando-nos a refletir sobre o direito à liberdade de escolha e as suas consequências." 


Passatempo Terminado
Vencedora: Gizela Mota

segunda-feira, 25 de julho de 2016

2

Livro: Maria



Sinopse
Rodrigo Alvarez conquistou os leitores com Aparecida, a história da padroeira do Brasil, que já vendeu mais de 150 mil exemplares. O autor está de volta com seu novo livro Maria – A biografia da mulher que gerou o homem mais importante da história, viveu um inferno, dividiu os cristãos, conquistou meio mundo e é chamada de Mãe de Deus.


Opinião 
(por Roberta Frontini)

Quer vocês sejam católicos, não católicos, ateus, agnósticos, religiosos ou não, há uma coisa inegável: Maria é uma das mulheres mais influentes da história da humanidade. Talvez alguns de vós questionem esta minha afirmação, mas basta pensarmos numa coisa muito simples e que foi expressa na própria capa deste livro: Maria dividiu o "tempo". Como? Existe um "antes" e um "depois" por causa de Maria. Por causa de ter feito nascer aquele que é considerado o filho de Deus, nas escolas e no mundo inteiro referimo-nos aos anos usando a expressão "antes" e/ou "depois" de Cristo. E este é apenas um aspecto da influência de Maria. Existem muitos outros. Bastará pensar também, por exemplo, que Maria é um dos nomes mais utilizados no mundo. Olhem à vossa volta e pensem quantas pessoas vocês conhecem que se chamam Maria, e quantas vezes achamos que sabemos o nome de uma pessoa e, mais tarde, descobrimos que ela também tem o nome Maria incorporado. É absolutamente inegável o poder que esta mulher teve, sem que talvez ela alguma vez tenha tido consciência disso.

Este livro interessou-me logo a partir do primeiro momento que saiu, exactamente porque nunca tinha pensado na importância de se fazer uma biografia de Maria. Não sou, infelizmente, uma grande conhecedora da Bíblia, mas daquilo que sei sempre me questionei sobre o facto de haver "pouca" informação sobre a mãe de Jesus lá contida. Especialmente relativamente aos anos antes da concepção de Jesus e depois da sua morte. É por isso mesmo que um livro deste é tão importante.

Aprendi imenso com esta obra e relembrei coisas que já não me lembrava, especialmente sobre o Império Romano e sobra as distinções entre as várias religiões. Como é que Roma que tantos cristãos perseguiu e tanta gente matou acaba por se tornar numa das cidades mais importantes para o cristianismo? Porque é que pessoas como Lutero acabaram por se destacar da igreja católica e "criar" outras religiões, e que papel teve Maria nisto tudo e de que forma continuou a ser vista? Tudo respostas que facilmente lhe serão respondidas com este livro.

A minha parte favorita foi a última, onde o autor se refere aos acontecimentos que mais "recentemente" envolveram Maria, colocando-a como uma mulher que apesar de ter vivido há tantos anos atrás, continua a influenciar o mundo. E é precisamente nesta parte que o autor não se esquece de falar sobre Portugal e sobre a aparição de Maria em Fátima.

Um excelente trabalho de pesquisa por parte do autor que não se focou apenas na Bíblia e que procurou deixar uma recolha de factos bem relatados, trazendo ao mundo um livro de importância histórica inquestionável!

sábado, 23 de julho de 2016

0

Entretenimento: Novo vídeo de Nelson Freitas



Depois de anunciar o concerto de 22 de Outubro em Lisboa, Nelson Freitas acaba de estrear o vídeo de “In My Feelings”, a canção que conta com a colaboração de Mikkel Solnado.

Este é mais um êxito a retirar do disco “Four”, sucedendo a “Break of Dawn”, com Richie Campbell (que já tem mais de 12 milhões de visualizações no YouTube) e a “Miúda Linda” (com mais de 24 milhões). Com um vídeo gravado na Ilha do Pessegueiro, “In My Feelings” traz o som ideal para esta temporada.

Nelson Freitas é um dos artistas mais populares da actualidade e traz uma sonoridade de assinatura, que vai buscar influências à pop, ao zouk, RnB, kizomba e soul. Este Verão passa pelos maiores palcos, como o Sumol Summer Fest ou o Sol da Caparica, para depois encerrar essa digressão no Campo Pequeno, em Lisboa, numa celebração especial cujos bilhetes já estão à venda.

Download/stream ‘Four’ https://universalmusicportugal.lnk.to...

'Four' on iTunes
Portugal: https://itunes.apple.com/pt/album/fou...
Worldwide: https://itunes.apple.com/us/album/fou...

Video Directors: DJ Marcell & NFM
Director Of Photography: Hugo Azevedo
Production: NFM
Assistant Production: Nuno Felix
Art Directors: NFM & Noble by Giselle
Assistant Editors: NFM & Kayo Sound
Styling: Noble by Giselle
Make Up: Lala Masc
Hair Stylist: Catia Bolota
Executive Producer: NFM

https://www.nelsonfreitasonline.com
https://www.facebook.com/nelsonfreita...
https://www.twitter.com/nelsondefreitas
https://www.instagram.com/nelsonfreitas
https://www.soundcloud.com/nelsonfrei...

______

My playlists
Live@Coliseu: https://www.youtube.com/playlist?list...
Official Videos: https://www.youtube.com/playlist?list...
Elevate (Album): https://www.youtube.com/playlist?list...
TV Commercials: https://www.youtube.com/playlist?list...
TV Performances: https://www.youtube.com/playlist?list...
Making Of (Videos): https://www.youtube.com/playlist?list...
NFM (Record Label): https://www.youtube.com/playlist?list...
Inspired by Nelson Freitas: https://www.youtube.com/playlist?list...

Sign up for the Nelson Freitas newsletter https://link.umusicconnect.net/umgi/w...

(C) 2016 Nelson Freitas exclusively licensed to Universal Music Portugal, S.A.

http://vevo.ly/Jxil6g

quinta-feira, 21 de julho de 2016

1

Livro: Um Copo de Cólera


Ano de Edição: 2016
Género: Drama, Erótico
Autor: Raduan Nassar
Editora: Companhia das Letras – Penguin Random House



* Por Mariana Oliveira *


Um livro vencedor do Prémio Camões inevitavelmente chama a atenção dos leitores que não perdem a oportunidade de mergulhar nas páginas de uma obra de excelência. Por isso mesmo, foi com grande entusiasmo que decidi ler “Um Copo de Cólera”, uma obra vencedora do Prémio Camões 2016 mas que desde 1978 tem encantado leitores no Brasil e um pouco por todo o mundo.


Sinopse
"Esta é uma história narrada por um homem que, numa manhã como todas as outras, depois de uma intensa noite de amor, vê a harmonia interrompida entre ele e a sua parceira. Começa, assim, uma discussão acesa entre os dois que os leva a percorrer temas controversos e ameaça alterar a sua relação para sempre."


Opinião
Considero-me uma leitora com alguma experiência, tendo já lido diversos géneros literários e obras de níveis de dificuldade distintos. Contudo, confesso que “Um Copo de Cólera” me fez sentir pequenina e me fez perceber que ainda há obras capazes de me deixar perplexa com a sua complexidade.

O início do livro foi simples e directo para mim e tudo dava a entender que se tratava apenas de um romance erótico. No entanto, à medida que prosseguimos na leitura e a grande discussão começa, cedo se percebe que a escrita de Raduan Nassan é tudo menos simples. A começar pelo facto de cerca de mais de metade do livro estar escrita numa única frase! Apesar de à partida poder parecer confuso, eu já tinha tido esta experiência com um conto do incrível Gabriel Garcia Marquez que foi todo escrito numa única frase. Por isso mesmo, esta particularidade não me abalou. 
Contudo, à medida que a leitura progrediu e as palavras difíceis apareceram (muitas delas levaram-me a visitar o meu fiel amigo dicionário) comecei a ficar assustada. Então quando as próprias ideias apresentadas se tornaram mais complexas é que percebi que todos estes anos de leitura não tinham sido suficientes para me preparar para este livro.
É possível que o facto de eu não conhecer o autor nem o contexto político-social em que a obra foi escrita (note-se: Brasil no ano de 1970) tenha contribuído para que eu não conseguisse perceber algumas das questões abordadas nesta história. No entanto, houve algo que compreendi logo desde o início e que me sinto na obrigação de ressalvar: a escrita do autor é de uma beleza ímpar, e tanto a parte inicial como a final me deixaram deliciada com a sua prosa.
Esta é uma obra que aconselho aos aventureiros que se queiram desafiar com um livro complexo mas belo e assim ficar a conhecer uma obra premiadíssima. Contudo, aqui fica um conselho: façam previamente uma breve pesquisa sobre a obra e o contexto em que foi escrita para poderem percebê-la melhor e usufruir mais desta leitura. 

quarta-feira, 20 de julho de 2016

0

Evento / Entretenimento: Nelson Freitas encerra digressão no Campo Pequeno, a 22 de outubro






Nelson Freitas encerra digressão no Campo Pequeno, a 22 de outubro

A digressão de verão “Ride or Die”, de promoção ao álbum “Four”, chegará ao fim em Lisboa.

Nelson Freitas é não só dos artistas mais populares da actualidade, mas também influentes, tendo vindo a conquistar milhares de pessoas de norte a sul do país, e além-fronteiras, com a sua mescla de sonoridades que vão do zouk ao r&b, passando pela kizomba, hip hop e soul. O cantor encontra-se a promover o seu mais recente álbum, “Four”, e a 22 de outubro vai dar no Campo Pequeno, em Lisboa, um espectáculo especial de encerramento desta digressão de verão, intitulada “Ride or Die”.

Os bilhetes já estão à venda nos locais habituais e na Ticketline e o preço vai dos 20 aos 28 euros.

Neste concerto não vão faltar os vários êxitos de “Four”, como “Miúda Linda” e “Break of Dawn”, não esquecendo, obviamente, os temas dos álbuns anteriores. O espectáculo contará ainda vários convidados, que serão desvendados ao longo das próximas semanas.

O álbum “Four” é um dos grandes sucessos do percurso de Nelson Freitas tendo entrado directamente para o topo da tabela de vendas nacional e atingido o primeiro lugar no iTunes de Portugal. No disco contou com colaborações de Mayra Andrade, Mikkel Solnado Loony Johnson e Richie Campbell.

Dia 22 de outubro no Campo Pequeno é a data ideal para finalizar este ciclo tão rico na carreira de Nelson Freitas, numa festa única e especial de celebração de uma das grandes vozes da actualidade.

Relembrem a entrevista que o Nelson deu ao FLAMES há uns meses atrás!

segunda-feira, 18 de julho de 2016

0

Unboxing My Own Portugal: Box nº 16



Vídeo


Uma Box nos montes alentejanos

Este verão rumamos ao Alentejo onde entre os sons dos Chocalhos e do Cante propomos-vos provar novas combinações originais para os sabores alentejanos mais tradicionais. Venha descobrir na primeira Box da My Own Portugal totalmente dedicada ao Alentejo e aos seus frescos. Desfrute!



Compotas e Chutneys

“A viagem de sabores d´aqui e d´amém mar” A Compotas and Chutneys é portuguesa, de produção artesanal e 100% natural. Apresenta duas linhas de produtos, transformados a partir de matéria prima portuguesa. As especiarias, os legumes constituem a simbiose que o transporta para a viagem de sabores d´aqui – do Alentejo- e d´além mar, para o mundo.






A Boa Boca® nasceu em Évora, em 2004, inspirada pelos deliciosos produtos tradicionais portugueses e pela qualidade do design nacional. Para concretizarem esta visão, de promover o melhor do que se faz em Portugal, estabeleceram parcerias com pequenos produtores que guardam o segredo de produzir com arte produtos como biscoitos, chocolates, tisanas, compotas, vinhos ou licores. A estes produtos tradicionais de alta qualidade só faltou acrescentar uma forte componente de design como aspecto diferenciador do próprio produto. Assim surgiu o conceito “Food+Design”, amplamente divulgado pela Boa Boca®, e que aposta essencialmente em sabores artesanais portugueses, recriados através de combinações gastronómicas surpreendentes e disponibilizados num packaging elegante e contemporâneo. De resto, esta é a assinatura dos produtos criados pela Boa Boca®.

Visitem aqui - https://boaboca.pt/



Mestre Cacau - Em 2005, houve a ousadia de criar a fusão entre o Alentejo e chocolate, estava lançada a chocolateria Mestre Cacau. Com o melhor chocolate belga e com os produtos mais emblemáticos do Alentejo, a Mestre Cacau vem juntar o melhor de dois mundos e surpreender dos seus clientes com novos sabores e novas sensações.




Alta Selecção

A Alta Selcção – Produtos Tradicionais está vocacionada para a produção e comercialização de produtos gourmets e conjuntos com produtos tradicionais. Todos os produtos são elaborados com ingredientes naturais, cuidadosamente selecionados e de grande qualidade. As nossas receitas são genuínas, com tradição, proporcionando produtos com aromas e sabores únicos.

Chocalhos Pardalinho

Arte de fazer chocalhos resulta do encontro milenar entre as antigas « artes do fogo » (a dos caldeireiros e a dos ferreiros) com a arte musical. Cada chocalho é o produto de um trabalho manual de moldar uma chapa de ferro, do seu caldeamento em cobre através da passagem pelo forno e da sua afinação.
Encontram-se no Alentejo exemplares de chocalhos com quase 2000 anos fabricados pelos Romanos, e em quase tudo semelhantes àqueles que há séculos se fabricam na vila de Alcáçovas, o mais importante centro Português a fabricar este tipo de artesanato.
Ter um Chocalho Pardalinho é possuir um fragmento de História, de uma Identidade e de uma Tradição.



Compadres

Os Compadres são o resultado da experiência acumulada pela Spira – revitalização patrimonial ao longo de 16 anos na concepção, montagem e operacionalização de rotas de turismo cultural: a Spira gere a primeira rota de turismo cultural de Portugal, a Rota do Fresco, criada em 1998, às quais juntou outras três, dedicadas ao património natural (Rota do Montado), ao património imaterial (Rota Pica-chouriços) e ao património industrial (Rota Tons de Mármore). Os Compadres são a marca umbrella que agrega as actuais 4 rotas geridas pela Spira e dirigidas eminentemente a grupos organizados. Mas os Compadres são também uma plataforma que permite a todo e qualquer individual a marcação de visitas personalizadas ao património alentejano com a simplicidade e usabilidade de uma plataforma web optimizada para mobile. O Património do Alentejo está agora acessível a todos através dos Compadres: um território oferecido nas suas mais demarcadas vertentes – cultura, natureza, indústria, gastronomia e incluindo ainda uma vertente de programação anual com as melhores Festas, Romarias e experiências do Alentejo. Deixe-se levar pela cultura do Alentejo!

Visitem aqui - http://www.compadres.pt/





Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%