Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

0

Manga: A Bat in Blue Sky




Título Original: Souten no Koumori
Ano: 2006
Nº Volumes: 1
Género: Drama, Acção
Autora: Hiromu Arakawa


* Por Mariana Oliveira *


Quando li este manga não fazia ideia de que tinha sido escrito pela mesma autora de uma das minhas histórias favoritas: Fullmetal Alchemist. Se soubesse isso de antemão, de certeza que já o teria lido há muito mais tempo!


Sinopse:
“Esta é a história de Henpukumaru, uma jovem ninja que depois de uma missão mal sucedida acorda na mansão de um inimigo. Depois de lhe ser apresentado o jovem Chiyozuru, futuro senhor daquela mansão, a ninja começa a perceber que finalmente é capaz de sorrir e ver a vida de uma forma completamente diferente. Contudo, numa noite, a mansão é inesperadamente atacada pelos antigos companheiros de Henpukumaru e é nesse momento que ela terá de decidir que caminho seguir…”


Opinião:
A arte em si é boa e conseguiu transmitir sem dificuldades as expressões de cada personagem bem como as cenas de batalha.

É difícil num manga com apenas 69 páginas contar uma história com princípio, meio e fim que seja interessante. Hiromu Arakawa conseguiu fazê-lo, contudo fruto do reduzido tamanho da obra senti que havia espaço para um maior desenvolvimento e apesar de completa a história acabou por saber a pouco.

A cultura japonesa, nomeadamente os samurais e ninjas regem-se por princípios de honra, dever e lealdade e estes aspectos são centrais nesta trama. O dilema vivido pela jovem Henpukumaru, que não sabe se deve manter os princípios adquiridos ao longo de toda a vida ou mudar a sua forma de estar no mundo são o factor chave desta história que nos mostra a força dos laços familiares e o quão difícil é mudarmos quem nós somos.

Sendo uma história de ninjas, não poderiam aqui faltar as famosas cenas de luta que, mesmo sendo poucas, foram bastante interessantes.
Aquando do ataque nocturno à mansão, o ponto alto do manga, todas as emoções estão à flor da pele e enquanto leitora fiquei suficientemente curiosa para querer saber o desfecho desta história.

Não posso dizer que a cena final de “A Bat in Blue Sky” me tenha surpreendido por completo mas permitiu ao manga terminar com um tom bastante positivo e nós leitores ficamos com um sorriso nos lábios.

Não tenho dúvida de que se fosse um manga mais longo esta história teria sido bastante mais profunda e interessante. Contudo, sendo tão pequena recomendo a todos os fãs que tirem alguns minutos do vosso tempo para ficar a conhecer mais um trabalho de uma das mangakas mais conhecidas da actualidade. 

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%