Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

2

Livro: Tetralogia "A amiga genial"


 Tetralogia



Sinopse

"A Amiga Genial" é a história de um encontro entre duas crianças de um bairro popular nos arredores de Nápoles e da sua amizade adolescente. Elena conhece a sua amiga na primeira classe. Provêm ambas de famílias remediadas. O pai de Elena trabalha como porteiro na câmara municipal, o de Lila Cerullo é sapateiro. Lila é bravia, sagaz, corajosa nas palavras e nas acções. Tem resposta pronta para tudo e age com uma determinação que a pacata e estudiosa Elena inveja. Quando a desajeitada Lila se transforma numa adolescente que fascina os rapazes do bairro, Elena continua a procurar nela a sua inspiração. O percurso de ambas separa-se quando, ao contrário de Lila, Elena continua os estudos liceais e Lila tem de lutar por si e pela sua família no bairro onde vive. Mas a sua amizade prossegue. "A Amiga Genial" tem o andamento de uma grande narrativa popular, densa, veloz e desconcertante, ligeira e profunda, mostrando os conflitos familiares e amorosos numa sucessão de episódios que os leitores desejariam que nunca acabasse.


Sinopse


Este romance continua a história de Lila e Elena, tendo como pano de fundo a cidade de Nápoles e a Itália do século XX. Lila, filha de um sapateiro, escolhe o caminho de ascensão social no próprio bairro e, no final de A Amiga Genial, vemo-la casada com um comerciante. Elena, pelo contrário, dedica-se aos estudos. Ambas têm agora 17 anos e sentem-se num beco sem saída. Ao assumir o nome do marido, Lila tem a sensação de ter perdido a identidade. Elena, estudante modelo, descobre que não se sente bem nem no bairro nem fora dele. No início, vemos Elena a abrir um caderno de notas onde Lila fala sobre a vida com o seu marido e as complicadas relações com a Mafia e os grupos neofascistas, que invadem os bairros com as suas proclamações. Lila e Elena hesitam entre a tendência para a conformidade e a obstinação em tomar nas suas mãos o seu destino, numa relação conflitual, inseparável mistura de dependência e vontade de autoafirmação, em que o amor é um sentimento «molesto» que se alimenta do desequilíbrio até nos momentos mais felizes.







Sinopse


Elena e Lila, as duas amigas que os leitores já conhecem de A Amiga Genial e História do Novo Nome, tornaram-se mulheres. E isso aconteceu muito depressa.
Navegam agora ao ritmo agitado a que Elena Ferrante nos habituou, no mar alto dos anos 70, num cenário de esperança e incerteza, tensões e desafios até então impensáveis, unidas sempre com um vínculo fortíssimo, ambivalente, umas vezes subterrâneo, outras visível, com episódios violentos e reencontros que abrem perspetivas inesperadas.









Sinopse

Deixando o marido em Florença, Elena volta a Nápoles para viver com Nino Sarratore, esperando que este se separe da mulher. É agora uma escritora reconhecida e procura escapar ao ambiente conflituoso do bairro onde cresceu e a sua família continua a viver. Evita encontrar Lila. Mas as duas amigas de infância não conseguem manter-se distantes e acabam mesmo por engravidar ao mesmo tempo, o que lhes permite reencontrar, por algum tempo, a passada cumplicidade. 







Opinião 
(Roberta Frontini)
SEM Spoilers

Quando comecei a reparar que toda a gente à minha volta falava da tetralogia "A Amiga Genial", tive uma vontade louca em começar a ler. Mas também já me conheço e sabia que podia estar diante um daqueles casos em que toda a gente ama uma coisa e eu acabo por detestar. 

Apesar de tudo e assim que surgiu a oportunidade comecei a ler, e fiquei muito surpreendida. Rapidamente o primeiro livro se transformou num dos melhores livros que tinha lido na vida. Não posso dizer o mesmo dos últimos 2, mas os dois primeiros fizeram com que valesse a pena ler toda a tetralogia. 

Talvez o facto de eu me encontrar tão ligada a Itália me tenha feito adorar ainda mais todo o enredo. No entanto eu vivi lá numa altura bem diferente daquela relatada pela autora, e numa zona totalmente distinta. As vivências entre as pessoas de um bairro de Nápoles, a conjectura social e política que atravessa os anos e a vida destas personagens, tudo concorre para nos ambientar no sul de Itália dos anos 40/50/60...

Esta história versa sobre a amizade... não é apenas a amizade entre Lina e Lenú, mas sobre a amizade em geral. Mas não é apenas uma série sobre amizades. É sobre a vida, a vida de um bairro inteiro e de todas as personagens que se entrelaçam com Lina e Lenú. É uma daquelas séries onde ficamos a conhecer quase a vida inteira das personagens principais, onde conseguimos compreender o seu crescimento, as suas escolhas, e sofrer com elas. É daqueles livros que no final no deixa com o coração apertado de tristeza, porque nos vamos ter de despedir de personagens que considerávamos fazerem já parte da nossa vida. 

O que mais gosto nesta tetralogia é, de facto, o crescimento das personagens. Ver como é que as pessoas crescem, como amadurecem, como é que a vida as transforma e molda. E por falar em personagens, esta tetralogia tem imensas. Inicialmente pode parecer confuso, mas vale a pena insistir. Não se deixem intimidar pela folha inicial com o nome e explicação de todas as personagens. Não tenham medo. Arrisquem.  

Relativamente à escrita da autora é simples e crua, sem rodeios ou floreados. Elena Ferrante (pseudónimo da autora) vai directa aos assuntos com uma escrita que considero ser quase visceral. As caracterizações e descrições dos locais e das personagens fazem-se de forma tão real que por esse motivo se pensou que a autora as tivesse vivido na primeira pessoa. As personagens são incoerentes: como o são as pessoas reais. Ora pensam de uma forma, ora agem de outra. É nestes pormenores que reside o brilhantismo da narrativa. 


Uma das coisas de que mais gostei em todos os livros, foi o facto de, só mais ou menos no final, é que os títulos faziam todo o sentido. Adoro aquele momento em que estamos a ler e de repente nos ouvimos, interiormente, a gritar "Ahhhhhhh!". E esse momento de espanto, essa mescla de emoções, é extensível ao livro inteiro, e no final de cada um a vontade de continuar a ler é absurda e quase nos faz enlouquecer. 

Apesar de tudo o que disse até agora, acho que a certa altura os livros começam a ter um problema: o exagero. Nos últimos tempos posso afirmar que cheguei à conclusão que a realidade por vezes consegue mesmo ultrapassar a ficção. Há momentos na minha vida em que fico a pensar: isto parece mesmo um enredo de um livro qualquer. Há coisas que achamos que só acontecem nos filmes ou nos livros, ou que não acontecem de todo. Neste caso dei por mim muitas vezes, especialmente nos últimos 2 livros, com uma sensação contraditória. Por um lado pensava: ok, na vida real isto também acontece. Por outro dava por mim a revirar os olhos com alguns exageros. Gosto imenso quando, num livro, o autor traça um enredo que se vai entrelaçando e entre-cruzando ao longo da narrativa, mas neste caso penso que a autora acabou, por vezes, por roçar no exagero. As probabilidades de determinadas coisas acontecerem são poucas, e nesta série de 4 livros parece que tudo acontece, a um nível muito grande. 

No título desta opinião digo que está sem spoilers, e assim a quero manter. Por isso não vou falar mais. Apenas acho que deviam dar uma oportunidade. Experimentem ler o primeiro. Sei que num mundo cheio de boas obras, decidir dar uma oportunidade a uma série de 4 livros não é fácil... mas mesmo que queiram ler o primeiro só, já valerá a pena. Mesmo que não continuem. A história não terá um final, mas será interessante na mesma. 

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

  1. Muita gente fala, de facto, de 'A Amiga Genial, e quero ler também :) Não fazia ideia é que era o primeiro de uma tetralogia! Mas é como dizes, ler só o primeiro por enquanto acho que já valerá a pena :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim Mariana, eu acho mesmo que acaba por valer a pena :)
      beijinhos depois se leres vem cá dizer o que achaste :P
      Roberta

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%