Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

0

Livro: The Marvels



Ficha técnica

Título: The Marvels
Autor: Brian Selznick
Páginas: 665
Ano: 2015 
ISBN:  0545448689 (ISBN13: 9780545448680)

Sinopse

A breathtaking new voyage from Caldecott Medalist Brian Selznick. Two stand-alone stories the first in nearly 400 pages of continuous pictures, the second in prose create a beguiling narrative puzzle. The journey begins at sea in 1766, with a boy named Billy Marvel. After surviving a shipwreck, he finds work in a London theatre. There, his family flourishes for generations as brilliant actors until 1900, when young Leontes Marvel is banished from the stage. Nearly a century later, runaway Joseph Jervis seeks refuge with an uncle in London. Albert Nightingale's strange, beautiful house, with its mysterious portraits and ghostly presences, captivates Joseph and leads him on a search for clues about the house, his family, and the past. A gripping adventure and an intriguing invitation to decipher how the two stories connect, The Marvels is a loving tribute to the power of story from an artist at the vanguard of creative innovation.

Opinião
(Roberta Frontini)

Quer eu quer a Mariana somos fãs confessas de Brian Selznick e acreditem se vos digo que isto é um grande feito. Para um leitor mais atento do blogue será fácil detectar a disparidade de gostos entre as duas o que, de certa forma e do meu ponto de vista, tráz apenas maior diversidade aos livros abordados no blogue. Assim, quando um autor nos arrebata às duas, poderá significar que estamos perante algo de grande. E é isso que Brian Selznick é para mim: um mestre na arte de contar (e ilustrar) histórias. 

A primeira vez que me deparei com o autor foi quando vi o filme "A invenção de Hugo Cabret", filme inspirado no livro deste autor. Quando vi o livro pela primeira vez numa livraria notei logo que estava perante algo de grandioso, e quando o li percebi a genialidade do autor. A Mariana já leu e falou numa outra obra dele, Wonderstruck. Já eu ainda não tive oportunidade de o ler, mas a seguir rendi-me totalmente ao The Marvels, e é desta maravilha que vos venho falar hoje. 

Tal como no "A invenção de Hugo Cabret", o autor usa ilustrações não como um mero complemento da história, mas como uma forma de contar o enredo. Assim, cerca de metade do livro tem a história contada com imagens. Depois temos o texto, que conta uma outra parte importante da história. Por fim, o final é-nos revelado, novamente, através de imagens. 

Neste livro vamos acompanhar uma geração muito especial: a geração da família Marvels. O seu início é bastante peculiar e durante anos vamos acompanhar alguns dos seus membros. Mas um determinado acontecimento deixa-nos sem fologo a meio do livro e compreender o que aconteceu torna-se essencial. Uma história maravilhosa onde o amor tem um importante papel principal. 

A escrita deste livro é bastante cinematografica, e quase que nos deparamos com uma leitura tão fluída quanto a visualização das imagens. O mistério paira no ar ao longo da obra, e é quase insuportável pousar o livro para fazer uma pausa. A construção e o crescimento das personagens também é um aspecto muito bem delimitado em toda a obra. É fácil criar empatia com as personagens, com as suas tomadas de decisões e com o seu crescimento pessoal. 

Este é daqueles livros que, se eu pudesse, obrigada toda a gente a ler. 

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%