Envie esta página a um amigo!

domingo, 31 de janeiro de 2016

2

220º Passatempo do FLAMES (em parceria com a Editorial Presença)



O FLAMES faz 6 anos! Por isso mesmo, o mês de Janeiro será muito especial...

Todos os dias a partir do dia 7 de Janeiro de 2016 (o dia do aniversário) teremos um passatempo a ocorrer. 
É só preencher o formulário e... BOA SORTE :)

Com o apoio de

TERMINADO
VENCEDOR:
Silvia Helena Pereira
0

Novidades no panorama Musical :)


Deolinda
Novo álbum "Outras Histórias" é editado a 19 de fevereiro

Chama-se "Outras Histórias" o novo trabalho dos Deolinda. Trata-se do 4.º álbum de estúdio da banda, sucessor de "Mundo Pequenino" (2013), e tem edição prevista para 19 de fevereiro. O primeiro single dele retirado, "Corzinha de Verão" chegou às rádios dia 20 de janeiro, dia em que é editado em todas as plataformas digitais. 
"Mundo Pequenino" rendeu à banda mais um disco de platina, mais um Globo de Ouro, um Prémio José Afonso, bem como mais algumas voltas ao Mundo, confirmando assim a importância do trabalho dos Deolinda para a música portuguesa. 

O seu novo trabalho, "Outras Histórias", registado em co-produção com João Bessa, traça alguns caminhos que ainda não haviam sido explorados no repertório e estilo da banda.

Para provar que "Outras Histórias" está mesmo repleto de outras histórias, a banda desafiou um leque surpreendente de convidados a enriquecer o repertório, com evidente destaque para a participação de Manel Cruz (Ornatos Violeta), que aparece em dueto com Ana Bacalhau, no tema "Desavindos" e deRiot (Buraka Som Sistema), numa inesperada colaboração em "A Velha e o DJ". A Orquestra Sinfonietta de Lisboa, conduzida pelo Maestro Vasco Pearce de Azevedo, com os arranjos para cordas escritos por Filipe Melo, é outra das presenças no disco.

O tempo é um conceito subjectivo. Aos Deolinda estes últimos três anos passaram a correr, mergulhados nos muitos concertos e projectos que tiveram. Para os fãs, três anos já foi tempo demais.

GIL DO CARMO
ANUNCIA "A UMA VOZ", O NOVO DISCO

"O Teu Cheiro a Café Torrado", o primeiro single de apresentação, acaba de estrear. Pré venda no iTunes já está disponível.


É já a 12 de Fevereiro que Gil do Carmo apresenta o seu novo trabalho: "A Uma Voz" é composto por 12 canções e conta com "O Teu Cheiro a Café Torrado" como cartão-de-visita. A canção fica imediatamente disponível para quem encomendar o disco no iTunes.

Inteiramente escrito por si, este é o quarto trabalho da carreira do cantor, ao lado de músicos que o ajudaram a encontrar um espaço próprio, como Yami, António Serrano, João Frade ou José Manuel Neto.

O brasileiro Ivan Lins descreve o álbum como o mais autêntico de todos os seus lançamentos, por ser "um disco totalmente acústico, utilizando instrumentos ligados à musica popular portuguesa, como violas acústicas, guitarra portuguesa, acordeão, e instrumentos de percussão. O que mais chama a atenção, após tão belas sonoridades e arranjos, é a forma como Gil e seu co-produtor e co-arranjador, o angolano Yami, construíram uma atmosfera sonora, que namora inúmeras tendências dos ritmos que se mesclaram através dos anos dentro do universo da musica portuguesa. O resultado, a serviço de composições simples e belos textos, só prova o amadurecimento de Gil como compositor e ideólogo de seus projetos".

Nascido numa família para quem a música foi raiz e, mais do que uma profissão, um modo de ser, Gil do Carmo tirou o que mais podia das suas experiências e aprendizagens. Aos 19 anos mudou-se para os Estados Unidos e estudou em duas importantes escolas de música em Los Angeles e Boston. Em 1995 regressa a Lisboa e, a partir daí, os seus talentos de compositor, letrista e cantor levam-no a editar “Mil Histórias”, “Nus Teus Olhos” e, em 2008, “Sisal”, um álbum que conta com o apoio de nomes como Bernardo Sassetti, Sara Tavares, Rão Kyao ou a Sinfonietta de Lisboa. Foi também proprietário do Speakeasy em grande parte deste período.

Oito anos depois, Gil do Carmo volta a focar-se na música a cem por cento, com um disco que é quase como uma impressão digital do seu autor. "A Uma Voz" tem as janelas abertas, uma vista desafogada sobre Lisboa e um claro olhar posto no mundo.


Oficial
Facebook

Banda sonora de "Alvin e os Esquilos: A Grande Aventura" nas lojas a 29 de janeiro

Filme chega às salas de cinema portuguesas a 4 de fevereiro


Alvin e os Esquilos estão de volta ao grande ecrã e com isso chega às lojas uma nova banda sonora, onde estas divertidas personagens dão uma nova vida a grandes sucessos como "Uptown Funk", "Turn Down for What", entre outros. A banda sonora chega às lojas já a 29 de janeiro, pouco antes do filme "Alvin e os Esquilos: A Grande Aventura" se estrear nos cinemas portugueses, a 4 de fevereiro.

Esta banda sonora conta ainda com a participação muito especial do músico, dançarino e DJ Redfoo, também conhecido como membro da dupla LMFAO, que se junta a Alvin e os Esquilos na canção "Juicy Wiggle (Munk Remix)". Além deRedfoo, este disco inclui ainda canções como "South Side", originalmente do multiplatinado artista Thomas Rhett, o grande êxito que é "Geronimo", pelosSheppard, e ainda "Oh My Love", do grupo The Score.

Este "Alvin e os Esquilos: A Grande Aventura" foi realizado por Walt Becker. Através de uma série de mal-entendidos, Alvin, Simon e Theodore acreditam que Dave vai para Miami pedir a sua namorada em casamento...e livrar-se deles. Eles têm três dias para impedi-lo, ficando a salvo não só de perder o Dave, mas também de ganhar um terrível meio-irmão.

Nomeados para os Grammys em nova compilação

Chegou às lojas a coletânea "2016 Grammy Nominees", que junta num só disco os principais nomeados aos prémios Grammy deste ano, que serão entregues a 15 de fevereiro, numa cerimónia a ter lugar no Staples Center, em Los Angeles. 

A coletânea conta com a presença de 21 artistas, desde as grandes estrelas pop do momento até aos nomes mais emergentes. No alinhamento podemos assim encontrar canções dos nomeados ao prémio de Álbum do Ano, nomeadamente os Alabama Shakes, Kendrick Lamar, Chris Stapleton, Taylor Swift e The Weeknd, bem como os músicos que concorrem à distinção de Artista Revelação, mais precisamente Courtney Barnett, James Bay, Sam Hunt, Tori Kelly e Meghan Trainor, entre outros. 

Parte das receitas deste álbum revertem para a Grammy Foundation e a MusiCares Foundation, duas organizações de beneficência ligadas à Recording Academy.

2016 Grammy Nominees

1. MARK RONSON - "Uptown Funk" Feat. Bruno Mars
2. TAYLOR SWIFT - "Blank Space"
3. THE WEEKND - "Can’t Feel My Face"
4. ED SHEERAN - "Thinking Out Loud"
5. MAROON 5 - "Sugar"
6. FLORENCE + THE MACHINE - "Ship To Wreck"
7. ALABAMA SHAKES - "Don’t Wanna Fight"
8. D’ANGELO AND THE VANGUARD - "Really Love"
9. KENDRICK LAMAR - "Alright"
10. CHRIS STAPLETON - "Traveller"
11. LITTLE BIG TOWN -"Girl Crush"
12. WIZ KHALIFA - "See You Again" Feat. Charlie Puth 
13. MEGHAN TRAINOR - "Lips Are Movin"
14. TORI KELLY -"Should’ve Been Us"
15. SAM HUNT - "Take Your Time"
16. JAMES BAY - "Hold Back The River"
17. COURTNEY BARNETT - "Pedestrian At Best"
18. CARRIE UNDERWOOD - "Little Toy Guns"
19. CAM - "Burning House"
20. LEE ANN WOMACK - "Chances Are"
21. KEITH URBAN - "John Cougar, John Deere, John 3:16"
PAUS
'Mitra' está disponível em pré-venda

Já se encontra disponível em pré-venda o novo disco dos Paus, "Mitra", previsto editar a 12 de Fevereiro.

Encomendando o disco no iTunes, os fãs encontram-no por um valor mais em conta do que estará depois de editado e recebem ainda imediatamente os temas "Pela Boca", o primeiro single de avanço do álbum, e "Mo People". Quem optar pela versão física pode encomendar o disco no site da Fnac, aqui, também com desconto de pré-venda. 

"Mitra", o novo álbum dos Paus, foi gravado na residência e estúdio da banda, o HAUS. A banda tem a apresentação do disco ao vivo marcada para o dia do lançamento do disco no Cinema S. Jorge, em Lisboa. A primeira parte deste e de todos os espetáculos em Portugal fica a cargo de Cachupa Psicadélica.

A digressão de "Mitra" começa em Lisboa e segue por vários pontos do país.Coimbra (Teatro Gil Vicente), Guimarães (Centro Cultural Vila Flor), Castelo-Branco (Cine-Teatro Avenida), Ilhavo (Centro Cultural), Faro (Teatro Municipal das Figuras) e Ovar (Escola de Artes e Oficios) são as primeiras cidades a receberem o mais recente trabalho do grupo português.
Todas as noites ficam completas com after parties em locais a anunciar em que são os próprios PAUS os DJs de uma noite de comunhão e festa agendadas para o início do próximo ano.

O tema "Pela Boca", foi o primeiro single de avanço do novo álbum. O vídeo, realizado por João Pedro Moreira (Buraka Som Sistema, Regula, Ana Moura,entre outros), conta com a colaboração na captação de André Leal. O vídeo foi filmado no Musicbox, em Lisboa, no passado dia 24 de Outubro.



SNARKY PUPPY

"Family Dinner – Volume Two" chega às lojas a 12 de Fevereiro.

Referenciados como um dos nomes em destaque na produção jazz dos últimos anos, os Snarky Puppy lançam "Family Dinner – Volume Two", um disco gravado em Nova Orleães e que nasceu da “vontade de trabalhar com vocalistas e compositores que admiramos”, como explica Michael League.

O resultado é um conjunto de oito faixas com a participação de David Crosby, Becca Stevens, Susana Baca, Charlie Hunter, Salif Keita, Laura Mvula e Jacob Collier, entre muitos outros. O trailer do projecto pode ser visto em baixo.


O conceito começou como uma série de concertos em Nova Iorque e evoluiu depois para um disco, "Family Dinner – Volume One", que venceu um Grammy em 2014. Depois, em 2015, a banda editou "Sylva", com a participação da Metropole Orkest. Os Snarky Puppy têm colhido elogios dos críticos e leitores das aclamadas revistas de jazz Downbeat e Jazz Times, que os premiaram como "Melhor Grupo de Jazz" e "Melhor Novo Projecto" respectivamente.

Como o DVD que vai acompanhar o disco é uma das formas mais interessantes de descobrir este trabalho, a banda está agora a exibi-lo em cinemas europeus, em sessões especiais, que contam com a presença do próprio líder dos Snarky Puppy.

ANA MOURA
Anuncia concertos extra da tour Moura

Após esgotar o segundo concerto em Faro, Ana Moura anuncia o terceiro espetáculo no Teatro das Figuras, dia 4 de Abril. O Coliseu do Porto vai também receber a artista por duas noites: com os bilhetes quase esgotados para o concerto de 16 de Abril, é hoje anunciada uma segunda data, a 15 de Abril. Ana Moura passa ainda pelo Pavilhão Multiusos de Guimarães no dia 12 de Março, a Arena de Évora a 1 de Abril, que também se encontra quase esgotada, e a MEO Arena, em Lisboa, no dia 9 de Abril, que está prestes a preencher metade da sua lotação.

Neste primeiro semestre de 2016 a digressão mundial de "Moura" percorre a Europa e a América do Norte. O primeiro espectáculo além-fronteiras decorre em Paris, no Olympia, e encontra-se quase esgotado. Ana Moura segue depois para dois concertos no Luxemburgo, o primeiro dos quais já esgotado. Passa ainda pela Alemanha, Suíça, Áustria, Roménia e Estados Unidos, tendo concertos marcados em cidades como Boston e Nova Iorque, onde actua no Carnegie Hall. 

Recorde-se que "Desfado", o álbum anterior de Ana Moura, atingiu a quíntupla platina, tornando-se no álbum mais vendido desta década, em Portugal. O mais recente álbum de originais "Moura" foi lançado a 27 de Novembro de 2015 e chegou à platina em apenas duas semanas, mantendo-se nos lugares cimeiros do top nacional de vendas desde então. 

19 FEV > Paris, Olympia FRA
20 FEV > Luxemburgo, Casino 2000 LUX
21 FEV > Luxemburgo, Casino 2000 LUX
27 FEV > Bucareste, Sala Palatului ROM
28 FEV > Cluj-Napoca, Sala Polivalenta ROM
02 ABR > Faro, Teatro das Figuras ESGOTADO
03 ABR > Faro, Teatro das Figuras ESGOTADO
15 ABR > Porto, Coliseu
16 ABR > Porto, Coliseu

MASSIVE ATTACK

Lançam aplicação "Fantom"
Disponível na App Store do iTunes gratuitamente

"Fantom" é um reprodutor sensorial de música através do qual é possível remisturar e reconstruir novas canções dos Massive Attack, usando uma série de variáveis ambientais incluindo localização, movimento, hora do dia, batimento cardíaco e o movimento da câmara do dispositivo móvel.
Além de permitir uma experiência sonora que está em constante evolução,"Fantom" também permite aos seus utilizadores criar e gravar pequenos trechos audiovisuais que podem depois ser guardados e partilhados através das redes sociais, SMS e canais peer-to-peer.
"Fantom" já está disponível gratuitamente na App Store do iTunes, aqui.
Para mais informações sobre “Fantom” consulte o site.

Massive Attack Online:

Banda sonora de 'Zootrópolis' com canção de Shakira
Disco é editado digitalmente a 12 de fevereiro e em formato físico a 4 de março

"Zootrópolis" é o mais recente filme dos estúdios Walt Disney e conta com a presença de Shakira, não só na voz da personagem Gazelle, mas também como intérprete da principal canção da banda sonora, "Try Everything", single composto em parceria com a célebre Sia e a dupla de produtores Stargate. A banda sonora conta ainda com música original do compositor Michael Giacchino, interpretada por uma orquestra de 80 elementos que foi dirigida pelo maestro Tim Simonec. A banda sonora chega às lojas digitais a 12 de fevereiro e em CD a 4 de março.

Distinguido com um Óscar pela banda sonora do filme "Up – Altamente", Michael Giacchino colabora agora pela primeira vez com os estúdios de animação Walt Disney para esta grande aventura que é "Zootrópolis", que chegará às salas de cinema portuguesas a 25 de fevereiro. 

De acordo com o próprio compositor, a banda sonora é, a nível instrumental, muito heterogénea. "Existem toques de world music espalhados um pouco por todo o lado. Mas, na sua essência, a música segue sempre a viagem emocional de Hopps e Nick."

Nos últimos anos Giacchino tem trabalhado em vários filmes dos estúdios Pixar, como "Divertida-Mente", "The Incredibles – Os Super Heróis" ou"Ratatui". Compôs ainda música para os filmes "Mundo Jurássico", "Missão Impossível: Operação Fantasma" ou "Planeta dos Macacos: A Revolta". Além de ter vencido o Óscar de melhor a banda sonora com"Up – Altamente", foi ainda distinguido com um Globo de Ouro, dois prémiosGrammy, um BAFTA e o Broadcast Film Critics’ Choice Award.

"Zootrópolis" estreia-se em Portugal a 25 de fevereiro e centra-se na cidade com o mesmo nome, onde todos os animais vivem juntos em harmonia e podem ser o que quiserem. No entanto, quando a novata tenente coelha Juddy Hopps chega à cidade descobre que ser a primeira coelha a fazer parte da polícia num mundo de animais grandes e duros não é tarefa fácil. Determinada a provar o que vale, agarra a oportunidade de resolver um caso muito misterioso, mesmo que para isso se tenha de aliar a Nick Wilde, uma raposa matreira. O filme é realizado por Byron Howard ("Entrelaçados", "Bolt") e Rich Moore ("Força Ralph") e corealizado por Jared Bush ("Penn Zero: Part-Time Hero").



sábado, 30 de janeiro de 2016

0

219º passatempo do FLAMES (em parceria com Lanterna de Pedra Filmes)


O FLAMES faz 6 anos! Por isso mesmo, o mês de Janeiro será muito especial...
Todos os dias a partir do dia 7 de Janeiro de 2016 (o dia do aniversário) teremos um passatempo a ocorrer. 
É só preencher o formulário e... BOA SORTE :)
Com o apoio de:

Prémio: 
10 vencedores
10 posters do filme “Canal”

Sobre o filme
THE CANAL - ENTIDADE SINISTRA

O filme de terror The Canal - Entidade Sinistra, um thriller psicológico intenso e aterrador estreou a 21 de Janeiro 2016

Sentado numa sala de cinema vazia, um arquivista de cinema vê as filmagens granuladas que serão a sua destruição. David e a sua mulher são um casal perfeitamente feliz – ou ele assim acredita. Quando ele descobre que a casa que partilha com a mulher e o filho foi o cenário de um horrível homicídio no virar do século, David considera tudo uma história antiga. Isto até a sinistra história se repetir no presente e lançar uma sombra sobre a vida como ele a conhece. E quando um segredo iminente destrói o seu casamento, David não consegue evitar suspeitar que os sombrios espíritos da casa estão de alguma forma envolvidos. Na sua tentativa de desvendar as sombras escondidas nas paredes, David começa uma descida até à insanidade, ameaçando as vidas de todos à sua volta.


TERMINADO
VENCEDORES: 

Ana Moniz
Carlos Lopes
Carolina Marques
Fernando do Carmo
Jorge Almeida
Luana dos Santos
Maria Otto
Nuno Barradas
Sofia do Carmo
Susana Ferreira

Os vencedores já foram contactados por e-mail.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

12

218º Passatempo do FLAMES (em parceria com a Marcador)

O FLAMES faz 6 anos! Por isso mesmo, o mês de Janeiro será muito especial...

Todos os dias a partir do dia 7 de Janeiro de 2016 (o dia do aniversário) teremos um passatempo a ocorrer. 
É só preencher o formulário e... BOA SORTE :)

Com o apoio de:



Prémio:
1 Vencedor - Livro "Chocolate"


Passatempo terminado.
Vencedor - Beatriz Sousa

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

0

Livro: A Hora Solene



Ano: 2015
Género: Espionagem, Policial
Autor: Nuno Nepomuceno


Sinopse:

"Através de uma viagem frenética por entre os deslumbrantes cenários reais de Londres, Hong Kong, Macau, Praga, Belize, Moscovo e Lisboa, as missões multiplicam-se, os disfarces sucedem-se. Questões sobre ética, moral, família e o valor da vida humana são levantadas. E uma teia de meias-verdades, ilusões, e complexas relações interpessoais é finalmente desvendada no capítulo final de uma série que já estabeleceu novos patamares para a ficção nacional."


Opinião: 
 
"Trilogia.
A famosa palavra que uns temem e que outros adoram. A verdade é que, inevitavelmente, depois de acompanharmos uma história ao longo de 3 volumes acabamos por sentir que vivemos a mesma com outra intensidade. Isto é consequência imediata do maior tempo que passamos a acompanhar as personagens e as peripécias que estas enfrentam. 

Foi precisamente isto que me aconteceu com a trilogia “Freelancer”. Ao acabar o 3º volume, “A Hora Solene”, não fui imune a um sentimento agridoce: fiquei feliz pois finalmente tudo foi desvendado e resolvido mas não consegui evitar uma pontada de tristeza por ter de dizer adeus ao André e aos seus companheiros.
Ao longo dos 3 livros vivi momentos de pura tensão, reviravoltas surpreendentes, descobri segredos chocantes e comovi-me com a fragilidade do nosso protagonista. A história foi muito bem pensada desde o início e a sua execução não deixou nada a desejar.
Algo que destaquei quando falei nos 2 primeiros volumes e que também se verificou neste livro foi a ausência de tempos mortos. O ritmo da acção é elevado e está sempre a acontecer algo de relevante para a história. 

Relativamente ao último livro, “A Hora Solene”, foi notória a evolução na escrita do Nuno. Tal como o próprio afirma, começou a escrever o volume “O Espião Português” há mais de 10 anos e, como tal, a diferença entre os dois livros é notória.
No que à trama diz respeito, consegui desde cedo perceber a linha de raciocínio do Nuno e, por isso mesmo, esta 3ª parte não teve tantas surpresas como as duas primeiras. Algo, contudo, que esteve mais presente neste livro foi a tensão emocional. Afinal, era necessário um desfecho e este livro esteve repleto de dilemas morais, de decisões imperiosas e de resoluções pessoais.

Se para mim não foi fácil despedir-me destas personagens, imagino que para o Nuno tenha sido ainda mais difícil terminar este capítulo da sua vida. Contudo, tal como o próprio autor fez questão de ressalvar, este não é o fim da sua carreira literária pois o mesmo pretende continuar a escrever. A meu ver, com um começo tão auspicioso, só podemos esperar projectos de excelência por parte do escritor.
Numa coisa acredito: vou querer estar na frente da fila para comprar os seus trabalhos futuros.

Vivam os novos autores portugueses por nos mostrarem que a escrita em Portugal está boa e recomenda-se! E um viva muito especial para o Nuno Nepomuceno por, apesar de todas as adversidades que teve de enfrentar ao longo de tantos anos, nunca ter desistido de perseguir esta sua paixão. Ganhou ele mas, acima de tudo, ganhámos nós, os seus leitores, por termos tido a oportunidade de viver na primeira pessoa a história do inesquecível espião português."

Por Mariana Oliveira
0

217º Passatempo do FLAMES (em parceria com a Althum)

O FLAMES faz 6 anos! Por isso mesmo, o mês de Janeiro será muito especial...

Todos os dias a partir do dia 7 de Janeiro de 2016 (o dia do aniversário) teremos um passatempo a ocorrer. 
É só preencher o formulário e... BOA SORTE :)


Com o apoio de:



Prémio:
1 Vencedor - Livro "BD para Carlos Paredes" 


Passatempo terminado.
Vencedor - Ana Isabel Machado

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

0

Document your life: Novembro & Dezembro 2015



0

216º Passatempo do FLAMES (em parceria com a Penguin Random House)

O FLAMES faz 6 anos! Por isso mesmo, o mês de Janeiro será muito especial...

Todos os dias a partir do dia 7 de Janeiro de 2016 (o dia do aniversário) teremos um passatempo a ocorrer. 
É só preencher o formulário e... BOA SORTE :)


Com o apoio de:



Prémio:
2 Vencedores - 2 Livros "Perigo nos Jogos Olímpicos"


Passatempo terminado
Vencedoras: Mariana Silva e Joana Paiva

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

4

215º Passatempo do FLAMES (em parceria com a Quinta Essência)

O FLAMES faz 6 anos! Por isso mesmo, o mês de Janeiro será muito especial...

Todos os dias a partir do dia 7 de Janeiro de 2016 (o dia do aniversário) teremos um passatempo a ocorrer. 
É só preencher o formulário e... BOA SORTE :)


Com o apoio de:



Prémio:
1 Vencedor - Livro "Casamento de conveniência"


Passatempo terminado
Vencedora: Magda Abreu

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

0

Conto e Filme: A Princesa e o Sapo #DisneyInUs


A Princesa e o Sapo

Hoje trago um post diferente que se insere num projecto criado pela Jaqueline do Blogue "Histórias Fantásticas" que se chama " #DisneyInUs ". A Mariana já publicou o post dela (aqui) e hoje chegou a minha vez. 

Confesso que já tinha visto o filme há alguns anos (precisamente com a Mariana), mas não foi dos filmes que mais me cativou. Não sei se teve a ver com a minha idade, se pela história não me dizer muito, pela música e ambiente envolvente, enfim... 
Este projecto trouxe-me no entanto a extraordinária oportunidade de ler o conto base para a obra da Diney.

O Conto

Este conto foi-me disponibilizado pela Jaqueline e encontrava-se no livro "Grimms' Fairy Tales". Fiquei logo curiosa para ver a extensão do mesmo, e fiquei bastante surpreendida quando reparei que o mesmo era muito curto. O inglês é muito acessível e a história era-me desconhecida. 
A única coisa que sabia da história era a premissa que todos conhecem do sapo que, ao ser beijado, se transforma em príncipe. Mas o porquê eu não sabia. 
A história começou bem, mas a personagem principal (a princesa) irritou-me bastante. Não é a típica princesa a que estamos habituada, e também não me parece que a mensagem por detrás desta história tenha sido bem conseguida, precisamente pela forma como a história se desenrola. De facto, o final é um final feliz, e a princesa com a sua arrogância nada fez para merecer (a meu ver) o final feliz que teve. Foi este o principal ponto negativo da história. E foi por isso também que não gostei muito dele. Por muito que o papel do rei e a sua mensagem tenham sido importantes, não foram transmitidos de forma satisfatória. 
A própria premissa do "beijar e transformar em príncipe" não ocorreu e esse ponto também foi para mim a maior desilusão. 
Enfim, para mim, não foi um bom começo...

O Filme

Como disse em cima, não gostei muito deste filme. Lembro-me de, a certa altura, ter ficado extremamente entediada e sonolenta, porque o filme simplesmente não me conseguiu cativar. 
Sem dúvida que foi muito bom a Disney ter colocado uma princesa de cor negra, mas o resto da história é mesmo entediante e as outras personagens (por exemplo, a outra princesa) são bastante irritantes com traços não muito apelativos. 
As próprias músicas são chatas e de um estilo que não aprecio de todo (fico na dúvida se as crianças gostarão). 
Em suma, não é de todo um filme que odiei, mas também não me conseguiu captar e duvido que o vá re-ver no futuro. 

Roberta Frontini
0

214º Passatempo do FLAMES (em parceria com a 4 Estações Editora)

 O FLAMES faz 6 anos! Por isso mesmo, o mês de Janeiro será muito especial...
Todos os dias a partir do dia 7 de Janeiro de 2016 (o dia do aniversário) teremos um passatempo a ocorrer.
É só preencher o formulário e... BOA SORTE :)



Com o apoio de:




Prémio:
1 Vencedor - Livro "Acordei como acordam os tolos - cheia de felicidades"


Passatempo terminado
Vencedora: Cláudia Ribeiro
Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%