Envie esta página a um amigo!

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

0

ENTREVISTAS 2013





Entrevistas de 2013 (ordem cronológica)

Pedro Jardim - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/02/entrevista-autores-pedro-jardim.html
João Cunha Silva - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/02/entrevista-autores-joao-cunha-silva_24.html
João Paulo Santos - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/03/entrevista-autores-joao-paulo-santos.html
Anita Carapinheiro - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/03/entrevista-autores-anita-carapinheiro.html
Carlos Santos Oliveira - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/03/entrevista-ao-autor-carlos-oliveira.html
Andreas Steiner - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/03/entrevista-ao-autor-andreas-steiner.html
Paulo Freixinho - http://www.flamesmr.blogspot.pt/2013/03/entrevista-ao-autor-paulo-freixinho.html
Cátia Lopes dos Reis - http://www.flamesmr.blogspot.pt/2013/04/entrevista-autora-catia-lopes-dos-reis.html
Luís Ismael - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/04/entrevista-ao-realizador-argumentista-e.html
Richard Zimler - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/04/entrevista-ao-autor-richard-zimler.html
Ignacio del Valle - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/04/entrevista-ao-autor-ignacio-del-valle.html
Carlos Rodrigues - http://www.flamesmr.blogspot.pt/2013/05/entrevista-ao-autor-carlos-sergio.html
Rui Carreto - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/05/entrevista-ao-autor-rui-carreto.html
Adélia Correia - http://www.flamesmr.blogspot.pt/2013/06/evento-nao-ha-feira-mas-ha-escritores.html
Afonso Cruz - http://www.flamesmr.blogspot.pt/2013/06/evento-nao-ha-feira-mas-ha-escritores.html
Jorge Marmelo - http://www.flamesmr.blogspot.pt/2013/06/evento-nao-ha-feira-mas-ha-escritores.html
Miguel Miranda - http://www.flamesmr.blogspot.pt/2013/06/evento-nao-ha-feira-mas-ha-escritores.html
Paulo Ferreira - http://www.flamesmr.blogspot.pt/2013/06/evento-nao-ha-feira-mas-ha-escritores.html
Elizabeth Hoyt - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/06/entrevista-elizabeth-hoyt.html
Inês Botelho - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/07/entrevista-ines-botelho.html
Maria Isabel Loureiro - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/07/entrevista-maria-isabel-loureiro.html
Maria Tereza Maia Gonzalez - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/07/entrevista-maria-teresa-maia-gonzalez.html
Luís Miguel Rocha - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/08/entrevista-luis-miguel-rocha.html
Jeff Abbot - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/08/entrevista-jeff-abbott.html
Paulo M. Morais - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/08/entrevista-paulo-m-morais.html
Pedro Guilherme-Moreira - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/entrevista-pedro-guilherme-moreira.html
Joanne Harris - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/entrevista-joanne-harris.html
Álvaro Cordeiro - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/10/entrevista-alvaro-cordeiro.html
William Landay - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/10/entrevista-william-landay.html
Edgar Pêra - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/12/evento-apresentacao-do-livro-de-edgar.html


Obrigada a todos! 
Desejamos umas excelentes entradas em 2014.. e obrigada pelo vosso apoio!
2

Livros de 2013 no FLAMES




Esta é a lista de livros publicados no FLAMES em 2013!

Amores Contados - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/12/livro-amores-contados.html
O Dragão Rouxinol (Livro + CD) - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/12/livro-o-dragao-rouxinol-livro-cd.html
A lista dos meus desejos - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/12/livro-lista-dos-meus-desejos.html
Vila de Cobres (conto) - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/os-livros-que-lemos-enquanto-beta.html
O Relógio - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/11/livro-o-relogio.html
Que monstros fabricamos? - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/04/livro-que-monstros-fabricamos.html
Os meus pais já não vivem juntos - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/03/livro-os-meus-pais-ja-nao-vivem-juntos.html
Óscar Wilde - Histórias à volta da mesa - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/03/livro-oscar-wilde-historias-volta-da.html
Um tesouro maior - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/02/livro-um-tesouro-maior.html
O funeral do ponto de vista do morto - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/02/livro-o-funeral-do-ponto-de-vista-do.html
O Jogo Final - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/11/livro-o-jogo-final.html
50 Milhões de fãs não podem estar enganados - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/11/livro-50-milhoes-de-fas-nao-podem-estar.html
O grande conspirador - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/11/livro-o-grande-conspirador.html
O Silo - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/11/livro-o-silo.html
Os livros que devoraram o meu pai - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/10/livro-os-livros-que-devoraram-o-meu-pai.html
Angelologia - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/08/livro-angelologia.html
Meia Noite ou o Princípio do Mundo - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/08/livros-os-livros-de-richard-zimler-post.html
Nós, Vida - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/08/livro-nos-vida.html
Os anagramas de Varsóvia - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/08/livros-os-livros-de-richard-zimler-post.html
Onde vais Isabel? - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/08/livro-onde-vais-isabel.html
Quando Nietzsche chorou - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/02/livro-quando-nietzsche-chorou.html
Vinte e Zinco - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/12/livro-vinte-e-zinco.html
Mães e Filhas com História - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/10/livro-maes-e-filhas-com-historia.html
Contos Breves - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/os-livros-que-lemos-enquanto-beta.html
Letal - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/livro-letal.html
A Era dos Malditos - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/livro-era-dos-malditos.html
Behind Blue Eyes - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/os-livros-que-lemos-enquanto-beta.html
O último cabalista de Lisboa - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/07/livro-o-ultimo-cabalista-de-lisboa.html
A Escola Nocturna - O Legado - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/07/livro-escola-nocturna-o-legado.html
Anjo de cristal - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/07/livro-anjo-de-cristal.html
À Procura de Sana - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/07/livro-procura-de-sana.html
A Maria da Lua - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/02/livro-maria-da-lua.html
Palavras Cruzadas com Literatura - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/04/livro-palavras-cruzadas-com-literatura.html
Angelópolis - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/livro-angelopolis.html~
A loja dos suicídios - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/livro-loja-dos-suicidios.html
My boss's slave - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/os-livros-que-lemos-enquanto-beta.html
A Conspiração de Papel - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/10/livro-conspiracao-de-papel.html
Em defesa de Jacob - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/livro-em-defesa-de-jacob.html
O livro das mulheres perigosas - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/08/livro-o-livro-das-mulheres-perigosas.html
Viagem a Capri - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/08/livro-viagem-capri.html
Anamnésis - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/os-livros-que-lemos-enquanto-beta.html
Mr. Topper's Fabulous Funtown - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/09/os-livros-que-lemos-enquanto-beta.html
Goa ou o guardião da Aurora - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/08/livros-os-livros-de-richard-zimler-post.html
Maze Runner - Correr ou morrer - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/01/livro-maze-runner-correr-ou-morrer.html
Eu + tu = 1 - http://www.youtube.com/watch?v=bQBv-jqY8XY
100 Coisas essenciais que não sabia que não sabia - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/06/livro-100-coisas-essenciais-que-nao.html
De Profundis Valsa Lenta - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/06/livro-de-profundis-valsa-lenta.html
As mulheres casadas não falam de amor - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/05/livro-as-mulheres-casadas-nao-falam-de.html
Mildred Pierce - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/05/livro-mildred-pierce.html
O Beijo - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/05/livro-beijo.html
A cura de Schopenhauer - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/05/livro-cura-de-schopenhauer.html
Livrolândia - A terra dos livros - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/04/livro-livrolandia-terra-dos-livros.html
Óscar e a Senhora Cor-de-Rosa - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/04/livro-oscar-e-senhora-cor-de-rosa.html
A Paixão pelas Orquídeas - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/04/livro-paixao-pelas-orquideas_8.html
Coisas Boas que não engordam - http://flamesmr.blogspot.pt/2013/05/livro-coisas-boas-que-nao-engordam.html


Agradecimentos (ordem alfabética)

Autores:
Carlos Sérgio Rodrigues
D. M. Wolfenden
João Cunha Silva
Jody Woody
Kathryn Morgan-Parry
Olinda P. Gil
Pedro Jardim

Editoras:
A Esfera dos Livros
Alphabetum
Alfarroba
Bizâncio
Caminho
Coisas de Ler
Guerra e Paz
Livros D'Ontem
Livros Horizonte
Objectiva
Papiro
Presença
Quinta Essência
Saída de Emergência

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

0

Filme: The Help (2011)


Ano: 2011
Título português: As serviçais
Realizador: Tate Taylor
Cast:
Emma Stone - Skeeter Phelan
Viola Davis - Aibileen Clark
Bryce Dallas Howard -  Hilly Holbrook
Octavia Spencer - Minny Jackson
Jessica Chastain - Celia Foote 

Vencedor de 1 Óscar
(Melhor performance - Actriz secundária - Octavia Spencer)

O filme "The Help" foi para mim uma agradável surpresa e fez-me ter vontade de ler o livro que lhe deu origem. Nem sempre isso acontece, é preciso a história ser mesmo muito boa.
Correm os anos 60.. e ainda existe escravatura! As pessoas de raça negra continuam a ser descriminadas e a ser vistas como animais...

Nisto, aparece uma jovem jornalista com o desejo de escrever um livro. Mas para isso vai ter de pedir às empregadas negras da zona para que a ajudem na tarefa. Porquê? Porque ela quer escrever sobre a forma como o povo negro é tratado... Conseguirá ela que as empregadas da zona lhes contem as constantes humilhações de que são alvo?

O filme está, sem dúvida, muito bem consigo. As roupas são FABULOSAS. O humor está sempre presente. Não pretende ser uma comédia, mas não deixa de nos proporcionar óptimas oportunidades para tal.

O filme foi nomeado para inúmeros prémios e acabou por ganhar vários.

Sem dúvida que este é um filme épico, que nos aquece o coração, nos faz rir e, ao mesmo tempo, indignar com a forma como certas pessoas são capazes de, por vezes, encarar a própria maldade!

Sigam o link para verem o trailer no youtube - http://www.youtube.com/watch?v=WbuKgzgeUIU

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

4

Livro: Vinte e Zinco




Ano de Edição: 1999
Género: Drama, Romance,
Autor: Mia Couto
Editora: Caminho
Mia Couto dispensa qualquer tipo de apresentações. Mesmo quem nunca tenha lido nada deste autor nascido em Moçambique, com certeza que já ouviu falar no seu nome aquando da atribuição de mais um dos muitos prémios que recebe com regularidade ou pela estreia de mais uma das suas obras.
Era precisamente nesta segunda categoria que eu me encaixava até há bem poucos dias atrás, quando em boa hora li a minha primeira obra deste escritor – “Vinte e Zinco”.
A história decorre no ano de 1974 em Moçambique em pleno mês de Abril. Em cada capítulo, o leitor acompanha os acontecimentos de um determinado dia desse mês, por ordem cronológica, numa antecipação que vai crescendo à medida que o dia 25 se aproxima.
Os protagonistas não podiam ser mais antagónicos: é-nos apresentado Lourenço de Castro, um chefe da polícia membro da PIDE que impõe a ordem, muitas vezes recorrendo à força, numa pequena povoação e que acredita piamente que as pessoas de raça branca são superiores aos "negros selvagens de África"; Irene, a tia de Lourenço de Castro que, apesar de ter origens portuguesas, se rendeu ao estilo de vida moçambicano e que vive uma vida obscena aos olhos do seu sobrinho; Andaré Tchuvisco, um moçambicano cego respeitado por todos na sua aldeia e detentor de uma clarividência sem igual; Jessumina, uma vidente nascida naquele país e rodeada de mistérios; bem como muitas outras personagens.
A tensão aumenta à medida que o dia 25 de Abril de 1974 se aproxima: como ficará Moçambique depois da Revolução dos Cravos? Que impacto terá este acontecimento na vida das diversas personagens?
  
Terminada a leitura desta obra uma coisa tornou-se clara: esta será a primeira de muitas.
A escrita de Mia Couto é absolutamente soberba: poética, com um toque africano evidente, complexa e simultaneamente simples e direta.
O autor conseguiu pegar numa premissa à primeira vista simples e desprovida do fator novidade e criar uma história envolvente e reveladora. Assim, o leitor sente-se como se tivesse sido transportado para Moçambique e vive de perto as emoções intensas de cada personagem nos dias que antecedem este importante marco na história de Moçambique e Portugal, bem como nos dias posteriores.
Os costumes, crenças e cultura moçambicanos também não foram esquecidos e este livro torna-se, também, numa verdadeira lição acerca de um país que, por mais anos que passem e por muitas revoluções que aconteçam, estará para sempre ligado a Portugal.
Um livro tocante e único que recomendo vivamente!   

Por Mariana Oliveira 

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

0

FELIZ NATAL 2013


segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

2

Anime: Kokuriko-zaka kara (2011)



Ano: 2011
País: Japão
Realizador: Goro Miyazaki
Escritores: Tetsurô Sayama (original story), Hayao Miyazaki (screenplay)
Duração: 91 minutos


Este é um Anime doce e simples, que me deixou encantada. Existem vários estilos de Animes, o mesmo que acontece com os filmes. Este é de um estilo delicado.. daqueles Animes calmos que vão acontecendo aos poucos, sem grandes aventuras e percalços, mas com uma linda história.
Apesar das personagens principais serem "pequenas" a história, que pode parecer inicialmente simples, é de uma grandeza que nos enche o coração.

Neste Anime vamos encontrar as duas personagens principais: Umi Matsuzaki (ou Mei) que é uma menina muito trabalhadora, e Shun. Todas as manhã, Umi mete uma jarra de flores e um copo de água à frente da fotografia do pai (um marinheiro que desapareceu num combate contra a Coreia). Depois disso, Umi iça umas bandeiras para que o pai, caso esteja vivo, consiga encontrar o caminho de volta até ela. Feitas estas tarefas, ainda tem tempo para preparar as lidas da casa, fazer os almoços e ir para a escola. É lá que ela se encontra e se apaixona por um rapaz, Shun. Ambos se começam a interessar um pelo outro, mas existe algo que irá impedir que se tornem mais do que simples amigos...

Tudo se passa em 1963 e Umi terá de lidar com as emoções e os impedimentos que a impossibilitam de ser feliz, ao mesmo tempo que os estudantes rapazes lutam para manter a mansão onde decorrem vários clubes extra-curriculares, em pé. Uma história deliciosa...

Sigam o link que vos redireccionará para o youtube e o trailer do filme - http://www.youtube.com/watch?v=1KIlbfjOHiE

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

2

Filme: O Hobbit - A Desolação de Smaug


Título Original: The Hobbit – The Desolation of Smaug
Ano: 2013
Género: Fantasia, Aventura
Realizador: Peter Jackson


A espera foi longa mas finalmente estreou no passado dia 12 a continuação da saga “O Hobbit”.
Para os muitos fãs desta enorme produção cinematográfica, os 12 meses que mediaram a primeira parte e agora este filme, “O Hobbit – A Desolação de Smaug”, foram demasiado longos e estas quase 3h de filme tornaram-se numa verdadeira prenda de Natal.
 
 
A história consiste na continuação da aventura iniciada em “O Hobbit – Uma viagem inesperada”.
O corajoso Bilbo Baggins e os seus companheiros anões estão agora muito próximos do reino dos anões e encontram-se prestes a confirmar se o terrível dragão que há muito tempo atrás tomou a cidade de assalto, o Smaug, ainda se encontra vivo…
Antes disso, há que enfrentar os Orcs, os Elfos da Floresta e todos os outros obstáculos que se cruzarem no seu caminho. Conseguirão eles seguir em frente desta vez sem a ajuda do sábio e poderoso feiticeiro Gandalf?
 
 
Se o filme “O Hobbit – Uma viagem inesperada” agradou à maioria dos fãs desta história lendária, esta segunda parte tem tudo para agradar a todos os fãs!
Neste filme há muito mais ação, com cenas de luta bem conseguidas e de encher o olho, e há o regresso de uma das personagens que mais pessoas conquistou na trilogia “O Senhor dos Anéis” – o elfo Legolas. Aqui, Legolas apresenta-se num registo bastante diferente: mais sério e autoritário, mas igualmente corajoso e poderoso.
É verdade que esta história é algo previsível, tal como qualquer um dos livros de Tolkien era, pois torna-se fácil ao espetador antecipar uma inevitável reviravolta que surge sempre e salva os nossos heróis, mesmo nas situações mais difíceis. Mas o filme “O Hobbit” vale muito mais do que apenas a sua história: vale pelas belas paisagens, pela banda sonora espetacular, pelo mundo de fantasia criado, pelos momentos de bom humor protagonizados pelos seus protagonistas e pelas cenas de ação constantes e bem elaboradas.
Por tudo isto, este é um filme a não perder para todos os fãs de história de Fantasia.
 
 
Segue-se, agora, a inevitável espera pela terceira e última parte desta saga que, com certeza, ficará na memória de quem a seguir por muitos e longos anos!

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

0

Evento: Apresentação do livro de Edgar Pêra (escritor, realizador) + 26ª entrevista





Data: 25 de Novembro de 2013
Local: NorteShopping - Porto
Apresentação do livro por: Mário Augusto

No passado dia 25 de Novembro estive presente na sessão de apresentação deste livro. Mário Augusto foi a personalidade escolhida por Edgar Pêra para o apresentar.

Para Mário Augusto este é um livro "perfeito para um apaixonado do cinema norte americano (....)"  ideal para quem é "curioso por descobrir histórias curiosas".



Mas não se falou apenas do livro. A conversa girou em torno do cinema (em geral) e aprofundou-se um pouco da história de Hollywood (em particular). Foi-nos ainda dada a oportunidade de vislumbrar um excerto de um filme de Edgar Pêra (em 3D).
Para Mário Augusto (apresentador na área do cinema que entrevistou milhares de actores/realizadores), "antes de adormecer, estes são bons apontamentos para o sonho. São peças de histórias do cinema. (...) contar estas histórias é uma forma diferente de nos dar cultura".

Como nasceu este livro? Durante cerca de 4 anos, Edgar Pêra andou a recolher, pesquisar e compilar muitas histórias. Foram 4 anos à procura de relatos de pessoas que nos pudessem dar mais do que "uma simples ida ao wikipédia". O autor refere que "procurei sobretudo condensar 50 ou mais páginas de outros livros numa única página. Foi isto que tentei... fazer um filme de palavras. Foi esta a minha ideia (...) Fui atrás das histórias ao sabor das outras páginas". Para Edgar Pêra, neste livro, mais do que pessoas encontramos personagens porque "Nós só conhecemos a vertente pública".

O realizador/autor referiu a sua vontade em visitar Hollywood (apesar de ter escrito sobre esta cidade, nunca lá foi).

Edgar Pêra gostaria de ter entrevistado as personagens do seu livro... e nós pudemos passar-lhe o início de todas as nossas entrevistas do blogue.



Aqui ficam as suas respostas:

Qual é a sua nacionalidade: Portuguesa
O seu Filme favorito: As Aventuras de Buckaroo Banzai através da Oitava Dimensão
O seu Livro favorito: O Livro do Desassossego de Fernando Pessoa + Radio Free Albemuth de Philip K. Dick
O seu Anime favorito: Akira (não sou grande conhecedor nem de anime nem de manga)
O seu Manga favorito: Akira
O seu programa de Entretenimento favorito: Não tenho
A sua Série de televisão favorita: Twilight Zone

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

2

Livro: Amores Contados


 
 
Género: Contos
Ano: 2013
Autores: Ana Ferreira, Francisco Vilaça Lopes,
Cristina Milho, Jorge Campião e Rosa Bicho Gonçalves
Editora: Alfarroba

 

Este não é um livro comum. Trata-se de uma antologia de contos resultante de um concurso promovido pela Editora Alfarroba.
Foram centenas de contos a concurso e só os melhores 5 tiveram lugar nas páginas de “Amores Contados”, um livro que tem como ponto fulcral o amor nas suas mais diversas formas. São 5 histórias diferentes escritas por 5 escritores distintos. Cada um deu um toque diferente, abordou o amor de uma nova perspetiva pelo que há aqui, como se costuma dizer, histórias para todos os gostos.
 
Enquanto leitora, não posso afirmar que tenha sido tocada por todas as histórias de igual forma. Para mim, o livro começa algo “morno” com o conto “Uma questão matemática” (Ana Ferreira): trata-se de uma história que alia o amor à importância do sexo numa relação; uma narrativa com uma linguagem atual e comum e ligeiramente explícita.
 
Seguem-se “Amor de Viagem” (Francisco Vilaça Lopes) e “As fotografias falam baixinho” (Cristina Milho): dois contos interessantes, à sua maneira, que farão as delícias dos leitores mais inclinados para um estilo de escrita mais poética e corrida.
 
O quarto conto, “Café Avenida” (Jorge Campião), apresenta uma história simultaneamente dramática e intrigante, onde a traição numa relação assume o maior destaque, com um final surpreendente e bastante irónico.
 
Mas a verdadeira pérola do livro, na minha opinião, está no último conto “Um, Dois, Três” (Rosa Bicho Gonçalves), a história mais curta do livro (apenas 5 páginas) mas com uma intensidade incrível. Um conto que fala da dor da perda e que transporta o leitor para uma realidade repleta de emoções fortes. Uma história perfeita que só peca por ser tão curta.
 
Esta foi a primeira antologia de contos por autores portugueses que li e não penso ficar-me por aqui. É de louvar este tipo de iniciativas que dão voz às dezenas de escritores portugueses desconhecidos que têm, assim, a possibilidade de entrar em nossas casas e chegar até nós.
Uma iniciativa de louvar!

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

2

79º Passatempo FLAMES (em parceria com a autora Olinda P. Gil)

Em parceria com a autora, temos mais um miminho para vos oferecer. Trata-se do livro "Contos Breves" de Olinda P. Gil.

Sinopse:
Neste opúsculo estão reunidas pequenas narrativas inconscientes: digo isto porque na altura em que foram redigidas era tão jovem que nem sabia que estava a escrever um tipo específico de conto.
O conjunto daqui resultante é uma selecção e revisão de textos criados entre 1999 e 2007, período que corresponde, aproximadamente, à minha colaboração do DN Jovem (suplemento do Diário de Notícias direccionado para os jovens). Muitos dos textos aqui presentes foram lá publicados. Contudo, estão também incluídos alguns que estavam inacabados, tendo sido agora trabalhados.


Têm até ao dia 19 de Dezembro para participar. Podem inscrever-se uma vez por dia!
Preencham o formulário abaixo disponibilizado e... Boa Sorte!!
Notas:
- O FLAMES não se responsabiliza por extravios ou qualquer dano que o prémio sofra durante a sua entrega;
- Após o anúncio do vencedor, este tem 4 dias úteis para responder ao nosso e-mail enviando-nos os seus dados; findo esse prazo, na ausência de uma resposta, o FLAMES sorteará um novo vencedor;
- Caso não vos apareça a setinha para descerem (no formulário), cliquem nele e desçam usando a seta do teclado;
- Qualquer problema adicional, contactem-nos ;)

PASSATEMPO TERMINADO!
FOTO PRÉMIO AQUI - https://www.facebook.com/103707256336074/photos/a.513319578708171.116780.103707256336074/707007896006004/?type=3&theater

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

0

Livro: O Dragão Rouxinol (Livro + CD)



Autor: Pedro Jardim
Ilustrações: Raquel Pinheiro
Páginas: 19

+

Conteúdos do CD:
1 - Vamos cantar (Músicas)
2 - Descobre a história (Sugestões para pais e professores)
3 - Biografia do autor e ilustradora
4 - Ator por um dia (Texto dramático) 
5 - Hello Dragon! (Atividades em inglês)
6 - Horas de pintarolar (Ilustrações para colorir) 
7 - Vamos jogar (Jogos)


Pedro Jardim já é um escritor "cá da casa". As suas obras já foram comentadas e oferecidas aqui no FLAMES (através dos nossos passatempos). Estamos a falar-vos das "Crónicas do Avô Chico" e da "Senhora da Tapada".

Este, no entanto, é um livro completamente diferente. Para começar, é mais dirigido a crianças!
Bom... talvez não o devesse chamar apenas livro... isto porque vem acompanhado por um CD com imensas actividades extra. 

Confesso que fiquei encanta com ele assim que o vi. Primeiro porque ADORO livros de capa dura, depois porque as ilustrações são absolutamente deliciosas! E as cores? Tao vivas! E a história? A história é uma maravilha.
Trata-se de um dragão que depois de ter passado um longo tempo a dormir, decidiu olhar, pelo cume de uma montanha, para uma aldeia em festa. Aproximou-se cheio de vontade de se divertir e fazer novos amigos, mas... parece que os aldeões não ficaram lá muito contentes. Como conseguirá ele reverter a situação?     
Com o apoio da editora Alfarroba, Pedro Jardim apresenta-nos um livro que irá preencher as horas dos mais novos e proporcionará, sem dúvida, muitas horas de entretenimento entre os vários membros da família

Um presente ideal para o Natal, um Aniversario ou, simplesmente, para o caso de querer fazer sorrir uma criança... 

domingo, 8 de dezembro de 2013

0

Passatempo: 78º Passatempo do FLAMES

O Natal está à porta e o FLAMES tem uma prenda para um dos nossos seguidores!
Temos para vos oferecer um exemplar do comovente livro "101 Dias em Bagdad" de Asne Seierstad, autora do premiado livro "O Livreiro de Cabul":



Sinopse

"Åsne Seierstad, a multipremiada jornalista norueguesa que surpreendeu o mundo com a obra O Livreiro de Cabul, esteve como correspondente de guerra no Iraque de Janeiro a Abril de 2003. Foram os 101 dias que deram origem a este livro notável, uma crónica de viagem e de guerra que é, em última análise, uma imensa crónica do medo. Åsne dá-nos o testemunho vibrante da sociedade iraquiana nas vésperas e durante a invasão norte-americana, através de relatos seus, de outros correspondentes e dos próprios iraquianos. Uma leitura admirável que nos ajuda a compreender a sociedade iraquiana." 


Têm até ao dia 17 de Dezembro para participar. Podem inscrever-se uma vez por dia!
Preencham o formulário abaixo disponibilizado e... Boa Sorte!!


Notas:
- O FLAMES não se responsabiliza por extravios ou qualquer dano que o prémio sofra durante a sua entrega;
- Após o anúncio do vencedor, este tem 4 dias úteis para responder ao nosso e-mail enviando-nos os seus dados; findo esse prazo, na ausência de uma resposta, o FLAMES sorteará um novo vencedor;
- Caso não vos apareça a setinha para descerem (no formulário), cliquem nele e desçam usando a seta do teclado;
- Qualquer problema adicional, contactem-nos ;)

PASSATEMPO TERMINADO 


quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

2

Livro: A lista dos meus desejos


 
 
 
Título original: La liste de mes envies
Ano de Edição: 2013
Género: Romance, Drama
Autor: Grégoire Delacourt

 

 
Este romance foi editado há muito pouco tempo no nosso país e provavelmente já enganou muitos potenciais clientes. Isso porque a sua história parece, à primeira vista, demasiado semelhante com os incontáveis romances que são publicados todos os anos em Portugal.
Contudo, quem ler “A lista dos meus desejos” depressa perceberá que não se trata de nada disso já que este livro não se assemelha em nada com os demais romances.
 
A história é muito simples: Jocelyne, uma francesa de 47 anos, gere a sua pequena retrosaria numa cidade pacata; a par do seu negócio, mantém um blogue no qual partilha os seus conhecimentos e devaneios sobre a arte da costura.
Há muito que esta mulher de meia-idade se conformou com a sua vida, o seu casamento, os seus filhos e a doença do seu pai. Jocelyne atreve-se mesmo a considerar-se uma pessoa feliz. Contudo, um dia a sua vida é abalada por um acontecimento, desejado por muitos, mas temido por esta blogueira: passa a ser detentora de uma grande fortuna.
Agora que tem tudo ao seu alcance, será que Jocelyne terá mais a perder ou a ganhar?
 
Este livro foi uma lufada de ar fresco no mundo dos romances em Portugal.
Após a sua leitura, tornou-se óbvio o motivo de mais de 500 mil pessoas em todo o mundo terem já lido este bestseller.
Enquanto a história é simples e, à partida, semelhante a muitas outras, eis que o autor, Grégoire Delacourt, fez questão de tornar este num livro inesquecível. Tudo isto porque a sua escrita é absolutamente fascinante. De tão simples e límpida que é, torna-se incrivelmente profunda e tocante. Parece quase impossível que estas palavras venham de um homem; é difícil compreender como é que Gregóire consegue colocar-se com aparente facilidade na mente de uma mulher de meia-idade e descortinar os seus medos, desejos e sonhos.
Assim, em “A lista dos meus desejos”, o leitor encontra uma escrita soberba aliada a uma história simples mas tocante, que o faz sentir, na primeira pessoa, os receios, angústias e alegrias desta cativante protagonista.
 
Este não é um livro indicado para quem gosta de ler histórias de contos de fadas. Esta é uma obra para quem gosta de ler histórias reais, sem floreados e com pessoas comuns que procuram apenas uma coisa: ser felizes.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

0

Anime: Love Hina

 


Título original: Love Hina (Rabu Hina)  
Ano: 2000
Realizador: Yoshiaki Iwasaki e Wendee Lee  
País: Japão
Nº de episódio: 25

+

Título original: Love Hina Again
Nº de episódio: 3


Love Hina é um Anime baseado no Manga com o mesmo nome.
A meu ver, quem quiser ver esta hilariante série deve ser os 25 episódios da primeira série, seguido do episódio especial de natal, depois o especial de primavera e só depois os 3 episódios do Love Hina Again.
 
Nesta série, repleta de personagens divertidas, vamos encontrar Keitaro Urashima, um rapaz de 20 que está a tentar, há 3 anos mas sem sucesso, entrar na Universidade de Toquio. E porquê? Porque quando era criança fez uma promessa a uma menina. Em pequeno, quando estava a brincar em casa da avó, Keitaro prometeu a uma rapariga (de quem não se lembra nem do nome nem da cara) que iria estudar para entrar na Universidade. Ambos se encontrariam lá e seriam felizes para todo sempre. Mas infelizmente, até nos Animes as coisas nem sempre correm como queremos e, pela 3ª vez, Keitarô não consegue entrar.
Quando chega a casa os pais dizem-lhe que não podem continuar a sustentá-lo. Nesse momento, Keitarô recebe uma chamada da avó que lhe irá mudar a vida.

Urashima terá de ir tratar de uma casa de alojamento feminino onde... não é muito bem recebido.
Conseguirá Keitarô adaptar-se à nova vida? E como fará para manter a sua promessa? Será que irá conseguir?

Personagens

Keitaro Urashima - Personagem principal da história, mantém a vontade de cumprir a promessa à menina de quem não se lembra sequer da cara, no entanto a sua personalidade desastrada não lhe permitem a concentração necessária para ter sucesso nos exames. Como hobbies, colecciona fotos dele sozinho tiradas nas máquinas de fotografias automáticas.

Naru Narusegawa - Mora no alojamente feminino. É muito bonita e Keitaro apaixona-se logo por ela. Apesar de ser a personagem principal (feminina) no anime, não consegui sentir empatia por ela. Trata Keitaro muito mal. É agressiva e confusa.

Mutsumi - É muito parecida com Keitaro. Tem a mesma idade que ele e também está a tentar, sem sucesso, entrar na Universidade de Toquio. É anémica por isso perde frequentemente a força e desmaia. Assim, por vezes, encontra-se em situações complicadas (mas caricatas). Gostei muito desta personagem e foi fácil criar empatia com ela. Infelizmente, não gostei da forma como foi retrata nos 3 episódios de Love Hina Again.

Shinobu - Frágil, doce, delicada e sensivel, foi a personagem com a qual mais me liguei. Gostei muito da forma como acaba por ultrapassar os seus medos.

Motoko - Mestre na arte do kendo, tem uma força e agilidade fenomenais. Também foi uma personagem de quem gostei bastante. 

Kaolla - É uma personagem muito divertida. Também foi das que me intrigou mais. Sabe-se que vem de outro país, mas nunca se perceberá de onde. Os seus comentários são sempre deliciosos.

Existem ainda outras personagens que, apesar de aparecerem em todos os episódios, acabam por ter uma importância um pouco "secundária". São o caso da Mitsune (outra habitante do alojamento), Haruka (a tia de Keitarô que aparece poucas vezes mas, quando aparece, tem intervenções fenomenais), Noriyasu Seta (um desastrado professor de arqueologia) e Saraha (filha de Seta).

Estas são as personagens principais. Existem outras (Kanako Urashima, Mei Narusegawa, Tsukuro Aoyama, Hinata Urashima, Masayuki Haitani,  Kimiaki Shirai, Kentarô Sakata, Amalla Suu, Raamba Suu)! Apesar de parecerem muitas, o autor conseguiu destacar bem a personalidade e a história pessoal de cada uma das personagens, tornando-se todas, ao fim de pouco tempo, bastante familiares.

Apesar de ter gostado muito deste anime, e como tudo na vida, existem pontos fortes e pontos fracos da série:

Pontos fortes: 
- Muito divertido.. dei sonoras gargalhadas em algumas partes. Alguns episódios são super cómicos.
- As personagens são encantadoras e é fácil ligar-se a elas.
- O anime vai para além do cómico e, por vezes, mete-nos a reflectir sobre algumas questões.

Pontos fracos: 
- Algumas cenas que nos induzem a pensar em sexo (mesmo lésbico). Aconteceu poucas vezes e eram desnecessárias.
- Algumas partes cómicas eram demasiado exageradas.

Apesar de tudo e por ser um anime relativamente curto, acho que VALE A PENA VER!

domingo, 1 de dezembro de 2013

0

Homenagem: Paul Walker


Data de Nascimento: 12 Setembro 1973
Morte: 30 de Novembro 2013

Paul Walker (Paul William Walker IV) é mais conhecido pelo seu desempenho nos filmes Fast and Furious. Nasceu na Califórnia mas morreu em Los Angeles num Porsche. Encontrava-se numa exposição de carros para beneficência quando saiu com um amigo num Porsche. Não deixa de ser curioso que um actor conhecido pelos filmes de corridas de carros acabe por faleceu num. Ambos os passageiros do carro morreram. Aqui ficam algumas fotos do acidente e do comunicado feito no seu Twitter:



Paul Walker vem de uma frateria de 4 irmãos, sendo o segundo mais velho.  A família era religiosa e pertenciam à igreja Mórmon. 

Em 2001 o actor foi eleito na revista PEOPLE como uma das pessoas mais bonitas do mundo. Era pai de uma menina nascida em 1999 fruto de uma relação com uma ex-namorada. 

Paul Walker era um ávido desportista. Amava carros, surfar e praticar jiu jitsu.

Iniciou a sua carreira na publicidade das fraldas Pumpers. Com apenas 12 anos, entrou numa série e foi aí (em 1983) que começou a sua carreira como actor. No entanto, foi ao lado de Vin Diesel que brilhou, no filme Fast and Furious.

Paul morreu... deixa uma legião de fãs em sofrimento...
0

Lembram-se da "cara" da Kinder?


Estamos no mês de Dezembro, um mês particularmente especial para os chocolates!!!
Lembram-se da primeira cara dos chocolates Kinder que patrocinou a marca durante 32 anos?





O jovem que aparecia nas caixinhas das barrinhas kinder é alemão e chama-se Günter Euringer. Durante muitos anos, muito se especulou sobre quem seria este jovem. Muitas foram as discussões em fóruns, web-sites, etc.
Há uns anos, lançou a sua auto-biografia "The chocolate child", apresentada em Munich.

A sua história? Aos 10 anos a mãe levou-o a uma sessão fotográfica sem saber que em pouco tempo, em várias casas do mundo, ela ficaria guardada... em gavetas... escondidas debaixo de camas... nas malas de milhares de alunos... em sacos de plástico de milhões de pessoas...
Da primeira vez que viu a própria fotografia numa prateleira de um supermercado,  Euringer refere que se sentiu muito orgulhoso, mas com o tempo preferiu manter a sua identidade no anonimato. Isto prendeu-se com o facto de ser abordado constantemente por pessoas que lhe pediam dinheiro, achando que Euringer era milionário e que, cada vez que se vendia uma caixa de Kinder chocolate, pensavam que este recebia algum dinheiro de volta. Mas, na verdade, o rapaz recebeu, na altura, 300 marcos alemães (o equivalente, mais ou menos, hoje em dia, a 150€).
Como dissemos anteriormente, este caso foi motivo de muita especulação. Muitos diziam que o actor tinha entrado no mundo da droga e que tinha ficado totalmente arruinado. Tal não é verdade e não passam de rumores.

Actualmente, é pai de 2 crianças e trabalha, em Munich, na área das filmagens.
Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%