Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

4

Evento: Vencedores dos Óscares 2012




Sem grandes surpresas, os vencedores da edição dos Óscares deste ano já são conhecidos.
Tal como todos esperavam, o filme "O artista" foi o grande vencedor da noite, enquanto Meryl Streep voltou a mostrar porque é considerada uma das maiores actrizes de todos os tempos.
Fiquem com a lista dos vencedores nas principais categorias: 

Melhor filme: "The artist"

Melhor actor principal: Jean Dujardin ("The artist")

Melhor actriz principal: Meryl Streep ("The iron lady")

Melhor actor secundário: Christopher Plummer ("Beginners")

Melhor actriz secundária: Octavia Spencer ("The help")

Melhor realizador: Michel Hazanavicious ("The artist")

Melhor filme de animação: "Rango"

Melhor guarda-roupa: Mark Bridges ("The artist")

Melhor banda sonora: Ludovic Bource ("The artist")

Melhor argumento original: Woody Allen ("Midnight in Paris)

Melhor argumento adaptado: Alexander Payne, Nat Faxon e Jim Rash ("The descendents") 

Concordam com os vencedores? Qual é a vossa opinião?

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

0

Filme: Detenção de risco



Título Original: Safe House
Ano: 2012
Género: Acção, Suspense
Realizador: Daniel Espinosa


Se um filme com Denzel Washington estreia, nós estamos em primeiro lugar da fila para assistir, ou não fosse ele um dos nossos actores favoritos!

A história apresenta-nos Matt Weston, um jovem agente da CIA que é responsável pela manutenção de uma das várias casas de segurança ("safe house") que esta organização possui em todo o mundo. Quando um dos criminosos mais procurados do mundo, Tobin Frost, decide entregar-se, por um motivo desconhecido, às autoridades norte-americanas na África do Sul, Matt tem como função recebê-lo na sua safe house até que este seja exportado para os E.U.A. Contudo, a sua safe house é atacada e Matt vê-se obrigado a fugir, juntamente com Tobin. A partir daí, Matt tem que tentar sobreviver e escapar a um perigoso grupo que os perseguem insistentemente: a ele e a um dos mais perigosos criminosos do mundo, o seu novo companheiro Tobin Frost....

Confessamos que não tínhamos expectativas muito elevadas em relação a este filme. O trailer deixava antever um típico filme de Hollywood: muitas explosões, tiros e perseguições de carro a alta velocidade. A história é algo previsível e não é muito original.
Contudo, o brilhante desempenho de Denzel Washington, algo a que ele já nos habituou em todos os seus filmes, torna este filme tolerável e, no fim, ficámos relativamente satisfeitas.
Se gostam de um filme de acção, não percam a oportunidade de ver "Detenção de risco".


Fiquem com o trailer:


terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

8

Anime: Cinderela Monogatari


Nome: Cinderela Monogatari
País: Itália/Japão
Ano: 1996
Nº de episódios: 26 episódio
Séries: 1

Quem vem ao nosso blog já deve ter reparado que somos duas saudosistas, e que adoramos recordar coisas da nossa infância. Pois bem, se cresceram na década de 90 certamente que se lembram deste desenho animado que não parava de repetir na TVI. De facto a série tem apenas 26 episódios, mas durante anos a TVI passou-os vezes e vezes sem conta (a ponto de, ainda hoje, nos lembrar-mos perfeitamente de alguns episódios).

A história é muito similar à Gata Borralheira "tradicional", mas tem algumas variações para que possa ser alongada durante tanto tempo. Portanto, neste Anime encontramos Cinderela e os seus amigos (um cão, um pássaro e dois ratinhos). Encontramos ainda a fada madrinha (muito mais nova e bonita que a "original") mas que de vez em quando anda muito atarefada para poder ajudar a sua querida afilhada.
Encontramos, também (claro) a madrasta e as duas irmãs, que ora são genuinamente simpáticas, ora são de uma maldade atroz.

Uma grande diferença neste anime é também a personagem do príncipe. Este tem a "mania" de trocar de roupa com o seu pagem, e andar a vaguear pela cidade passando de Charles (o príncipe) para Charles (o mentiroso). É aí que encontra a Cinderela e se tornam amigos. Mas nesta série vamos ainda encontrar outras personagens (como o conde Zara) que pretende apoderar-se do castelo, e um violinista apaixonado por uma pessoa de classe social superior.  

Recentemente voltamos a rever todos os episódios, e por isso mesmo decidimos partilhar convosco o nosso regresso, durante algumas horas, à nossa infância (sabe sempre tão bem!).



quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

1

Livro: Os descendentes

Título: Os descendentes
Autor: Kaui Hart Hemmings
Editora: Editorial Presença

Este livro deu origem ao filme, com o mesmo nome, protagonizado por George Clonney. E, por isso, é muito fácil cair na asneira de ir ver o filme sem ler o livro (todos caímos nesta tentação, especialmente com as exigências que a vida nos impõe).

E seria isso que teríamos feito: visto e filme e pronto! se não tivéssemos tido a oportunidade de ler um dos melhores livros do ano (ou não tivesse ele sido nomeado para a categoria de Melhor Livro do Ano pelo San Franciso Chronicle).

Ainda não vimos o filme, mas o prazer que tivemos durante a sua leitura faz-nos agradecer por não termos decidido apenas tê-lo visto, e vamos o mais cedo possível colmatar também essa lacuna e postar aqui a nossa opinião (e diferenças com o livro).

A história é super diferente do que estamos habituados a ler, e as personagens são completamente peculiares. Neste livro acompanhamos Matt, um advogado rico que vive no Hawai com a sua mulher, uma senhora completamente dedicada aos desportos radicais (claro, no Hawai tem de ser!) :)
Mas é ao praticar um destes desportos que tem um acidente e entra em coma. E é nesta altura que Matt terá de ser chamado a desempenhar um dos seus papeis há algum tempo esquecido: o papel de pai. Scottie é a filha mais nova de 10 anos, e é das personagens mais inacreditáveis. De facto, trata-se de uma menina rebelde e diferente, sempre à procura de uma aventura interessante para poder contar à mãe. Alex já é mais velha, e passou recentemente por uma experiência com as drogas, tendo posteriormente aceite ir para um colégio interno. Matt tem de lidar com elas, enquanto se prepara para tomar uma grande decisão relativamente à venda de umas terras que lhes foram deixadas pelos antepassados, e que farão com que fique ainda mais rico. Mas é durante todo este processo que descobre algo que o vai levar (a ele, às filhas e a Sid - um amigo de Alex com um sentido de humor estranhissimo) a uma viagem para ir encontrar alguém que nunca conheceu, e com o qual terá de fazer um "ajuste de contas".

Com este livro, o autor conseguiu sempre manter-nos na expectativa, utilizando um sentido de humor delicioso e fora do comum, e contando-nos uma história interessantissima. Estamos com muita vontade de poder agora comparar com o filme. Fá-lo também. Dá oportunidade a este livro, e depois compara com o filme. Não te irás arrepender...

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

0

Homenagem: Whitney Houston


(9 Agosto 1963- 11 Fevereiro 2012)

Ontem o mundo perdeu uma das maiores vozes de sempre com o falecimento de Whitney Elizabeth Houston, conhecida pelo grande público como Whitney Houston.

Whitney não precisa de apresentações pois foi uma das cantoras mais famosas de todos os tempos e, também, uma das mais premiadas (conta com vários Grammy Awards, American Music Awards e até 2 Emmys, entre muitos outros prémios) tendo vendido mais de 200 milhões de álbuns em todo o mundo. Muito sinceramente, outra coisa não seria de esperar da afilhada de Aretha Franklin!

Foi na década de 80 que Whitney Houston se tornou famosa em todo o mundo ao lançar o seu álbum de estreia, “Whitney Houston”, em 1985 que acabaria por tornar-se no álbum de estreia mais vendido por uma artista feminina até à data. O álbum vendeu mais de 25 milhões de cópias e os seus vários singles foram um verdadeiro sucesso: “You give good love”, "Saving All My Love for You", "How Will I Know" e "Greatest Love of All".

Whitney Houston também viria a tornar-se uma reconhecida actriz, tendo como papel de estreia a protagonista do filme “O Guarda-costas”, em 1991, ao lado de Kevin Kostner. Desse filme resultou o famoso single “I will always love you” que se tornou, nada mais nada menos, no single mais vendido de sempre por uma artista feminina. Seguiram-se vários filmes, entre os quais: “Waiting to exhale”, “The preacher’s wife” e “Sparkle” (que tem estreia marcada para este ano de 2012).

Contudo, nem tudo na vida de Whitney Houston foi “um mar de rosas”. Nos últimos 10 anos, a cantora passou por vários momentos conturbados relacionados com drogas e anorexia, tendo terminado o seu problemático casamento com Bobby Brown em 2006 e recomeçado uma nova vida a partir de então.

Em 2009 lançou o seu último álbum de estúdio, “I look to you”, que se tornou num verdadeiro sucesso tendo sido número um em vários países do mundo logo na sua semana de estreia.

Whitney não parou por aí e já se encontrava a trabalhar num novo álbum. Contudo, infelizmente, aquela que foi frequentemente apelidada de “The Voice” faleceu aos 48 anos de idade.

Muito ficou por fazer, muito ficou por dizer, muito ficou por cantar. Mas a música e o talento de Whitney Houston permanecerão para sempre connosco. E, com certeza, a cada música, iremos com certeza recordar-nos daquela que será para sempre uma das maiores cantoras que o mundo alguma vez conheceu.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

3

Morreu: Whitney Houston

Whitney Houston
We will always love you...

Não existe ninguém no mundo que não saiba quem ela é, que não conheça as suas músicas... e hoje, aos 48 anos, Whitney Houston morreu em Los Angeles
A razão da sua morte permanece desconhecida. A cantora foi encontrada inconsciente no seu quarto, localizado no 4º andar do hotel. 

 Whitney Elizabeth Houston (Agosto 9, 1963 – Fevereiro 11, 2012)

Discografia:
  • Whitney Houston (1985)
  • Whitney (1987)
  • I'm Your Baby Tonight (1990)
  • My Love Is Your Love (1998)
  • Just Whitney (2002)
  • One Wish: The Holiday Album (2003)
  • I Look to You (2009)


quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

5

Anime: A viagem de Chihiro




Nome original: Sen to Chihiro no Kamikakushi
País de Origem: Japão
Ano: 2001 (estreia em Portugal: 2003)
Género: Aventura, Fantasia,
Director: Hayao Miyazaki






Não é todos os dias que um Anime ganha um Óscar para melhor filme de animação. Contudo, foi isso mesmo que aconteceu em 2003 com "A viagem de Chihiro".

A história apresenta-nos uma miúda de apenas 10 anos chamada Chihiro. Chihiro não está nada contente pois tem que mudar-se, juntamente com a sua família, para uma nova cidade deixando para trás todos os seus amigos. Durante a sua viagem de mudanças, o pai de Chihiro decide apanhar um atalho que acaba por conduzi-los a um estranho e completamente desconhecido caminho. Ao saír do carro, a família encontra um restaurante completamente deserto no meio de um campo aberto, cujas mesas estão repletas da mais apetitosa comida. Enquando os pais de Chihiro decidem sentar-se para comer do fantástico banquete, a jovem afasta-se por um instante para conhecer o local. No entanto, quando um misterioso rapaz, chamado Haku, aparece e lhe diz para saírem dali o mais rapidamente possível, Chihiro não hesita e decide avisar os seus pais. Contudo, quando os encontra verifica, aterrorizada, que estes se transformaram em porcos. 
É então que a noite chega e, com ela, um mundo fantástico aparece perante Chihiro, um mundo repleto de espíritos! A jovem não tem outra hipótese a não ser, aconselhada por Haku, aventurar-se por esse mundo completamente desconhecido. Aí, Chihiro vai encontrar deuses, monstros, um bebé gigante e uma terrível bruxa. Será que conseguirá salvar-se a si e aos seus pais e voltar para o seu mundo ou será apanhada pela malvada bruxa e ficará sua escrava para todo o sempre?



Após vermos este filme não conseguimos evitar um sentimento agri-doce. De facto, o filme está muito bem conseguido, com uma história interessante e personagens bem construídas. Contudo, sabendo tratar-se de um filme vencedor de um Óscar, não conseguimos evitar um certo desapontamento pois já vimos animes muito melhores. Se merecia o Óscar? Não temos dúvidas disso, mas o problema talvez se deva às expectativas demasiado elevadas que tínhamos à partida.
Contudo, não deixamos de aconselhar este filme que nos permite entrar num mundo onde tudo é possível e onde o inesperado é uma constante. Com personagens interessantes, uma trama envolvente, uma boa banda sonora e cenas realmente incríveis, "A viagem de Chihiro" é um anime de grande qualidade!

Fiquem com o trailer:


segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

2

Filme: Um dia...

Título original: One day...
Duração: 107 minutos

Data de Lançamento em Portugal: 1 Setembro 2011



Cast:
Anne Hathaway ... Emma
Jim Sturgess ... Dexter

Twenty years. Two people.

Este foi um dos melhores filmes que vimos nos últimos tempos. Talvez o que contribuiu para isso foi o facto de o termos visto totalmente por acaso. Não tínhamos a menor ideia da temático, do que iria acontecer, nada...estávamos a zero. E foi talvez por isso que ficámos tão surpreendidas.

A própria forma como a história nos é contada é diferente dos filmes dos quais estamos habituados.
De facto, o filme começa em 1988 e vai até 2011. Durante estes anos, vamos encontrar as duas personagens do filme, Emma e Dexter. Os dois são grandes amigos que se conheceram na noite em que terminaram o curso, a 15 de Julho de 1988. Ente os dois, nasce uma grande cumplicidade que se transforma numa grande amizade. durante o resto do filme, o que acontece é que nos é mostrado onde estão as personagens e o que estão a fazer em todos os anos, sempre, no dia 15 de Julho. O que estarão elas a fazer? Como estão a decorrer as suas vidas? Continuaram amigos? Manter-se-ão em contacto?

De destacar a excelente banda sonora que acompanha o filme (especialmente nas cenas mais emblemáticas, e a fantástica interpretação de Anne Hathaway.

O filme, em algumas cenas, pode-vos parecer um bocado parado, mas achamos que é um bom filme e que vale mesmo a pena ver.

Já agora, o filme foi adaptado do livro, com o mesmo título, do autor David Nicholls. Esperamos daqui a uns tempos poder-vos apresentar a crítica do mesmo.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

1

14º Passatempo do FLAMES (em parceria com a Papiro Editora)

Mais uma semana começa e temos mais um passatempo para vocês! Desta vez, em parceira com a Papiro Editora, temos para oferecer 2 exemplares do livro "Mistério em Connellsville", a obra de estreia da jovem escritora portuguesa Beatriz Neves Barroca.


aqui falámos deste livro, por isso, fiquem com uma breve descrição da história:

"A história fala de Magnólia, que vai mudar de casa com os seus pais (de S. Francisco vão para Connellsville). Na escola que a rapariga começa a frequentar, estão a desaparecer jovens adolescentes bonitas. Quem estará por detrás disto? E porque o está a fazer? Estas são algumas das perguntas a que conseguirá responder se ler o livro. Trata-se de uma escrita simples, que nos prende e nos faz querer continuar a virar as páginas na esperança de saber quem é o raptor e o que vai acontecer de seguida. O clima de mistério de que o livro está impregnado, faz-nos ansiar por isso mesmo, e Beatriz, no final de cada capítulo, propositadamente atira-nos com uma dúvida, que nos faz querer ler o próximo capítulo, na esperança de a desvendar."

Para se habilitarem a ganhar, só têm que preencher o formulário abaixo indicado e....BOA SORTE!!




sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

0

Evento: Nomeados para os Óscares 2012



É incrível como mais um ano passou tão rápido...e mais uma cerimónia dos Óscares se aproxima. É já no próximo dia 26 de Fevereiro que ficaremos a saber quem levará para casa a estatueta mais cobiçada no mundo da sétima arte.
Enquanto não sabemos os resultados, podemos tentar ir adivinhando pois a lista dos nomeados já é conhecida.
 Fiquem com as principais categorias:


Melhor filme:

  • "The Artist" Thomas Langmann, Producer
  • "The Descendants" Jim Burke, Alexander Payne and Jim Taylor, Producers
  • "Extremely Loud & Incredibly Close" Scott Rudin, Producer
  • "The Help" Brunson Green, Chris Columbus and Michael Barnathan, Producers
  • "Hugo" Graham King and Martin Scorsese, Producers
  • "Midnight in Paris" Letty Aronson and Stephen Tenenbaum, Producers
  • "Moneyball" Michael De Luca, Rachael Horovitz and Brad Pitt, Producers
  • "The Tree of Life" Sarah Green, Bill Pohlad, Dede Gardner and Grant Hill, Producers
  • "War Horse" Steven Spielberg and Kathleen Kennedy, Producers

Melhor actor principal:

  • Demián Bichir in "A Better Life"
  • George Clooney in "The Descendants"
  • Jean Dujardin in "The Artist"
  • Gary Oldman in "Tinker Tailor Soldier Spy"
  • Brad Pitt in "Moneyball"

 

Melhor actor secundário:

  • Kenneth Branagh in "My Week with Marilyn"
  • Jonah Hill in "Moneyball"
  • Nick Nolte in "Warrior"
  • Christopher Plummer in "Beginners"
  • Max von Sydow in "Extremely Loud & Incredibly Close"

Melhor actriz principal:

  • Glenn Close in "Albert Nobbs"
  • Viola Davis in "The Help"
  • Rooney Mara in "The Girl with the Dragon Tattoo"
  • Meryl Streep in "The Iron Lady"
  • Michelle Williams in "My Week with Marilyn"

Melhor actriz secundária:

  • Bérénice Bejo in "The Artist"
  • Jessica Chastain in "The Help"
  • Melissa McCarthy in "Bridesmaids"
  • Janet McTeer in "Albert Nobbs"
  • Octavia Spencer in "The Help"

Melhor filme de animação:

  • "A Cat in Paris" Alain Gagnol and Jean-Loup Felicioli
  • "Chico & Rita" Fernando Trueba and Javier Mariscal
  • "Kung Fu Panda 2" Jennifer Yuh Nelson
  • "Puss in Boots" Chris Miller
  • "Rango" Gore Verbinski

Melhor realizador:

  • "The Artist" Michel Hazanavicius
  • "The Descendants" Alexander Payne
  • "Hugo" Martin Scorsese
  • "Midnight in Paris" Woody Allen
  • "The Tree of Life" Terrence Malick

Melhor filme estrangeiro:

  • "Bullhead" Belgium
  • "Footnote" Israel
  • "In Darkness" Poland
  • "Monsieur Lazhar" Canada
  • "A Separation" Iran

Melhor banda sonora:

  • "The Adventures of Tintin" John Williams
  • "The Artist" Ludovic Bource
  • "Hugo" Howard Shore
  • "Tinker Tailor Soldier Spy" Alberto Iglesias
  • "War Horse" John Williams

E vocês? Já têm os vossos palpites?






            
Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%