Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

2

Lembram-se dele?


KEVIN SORBO


Nos anos 90 estreou, na SIC a série HÉRCULES. O protagonista foi Kevin Sorbo. 
Nascido a 24 de Setembro de 1958 anos, trata-se de um actor americano por quem, quase todas nós, suspirámos. 

Tínhamos-lhe perdido o rasto depois de terminada a série de sucesso. 
No entanto, o actor não só não se afastou da TV, como já fazia parte "dela" muito antes de se juntar ao cast de Hércules. De facto, participou em mais de 150 comerciais publicitários antes de se tornar no invencível filho de Zeus. 

Em termos de carreira, participou num episódio da série "Crime disse ela" (1993),  "Hercules" (1995-1999), em alguns episódios da série "Dharma & Greg" (2001) e em vários episódios de "O.C - Na terra dos Ricos" (2006-2007) - e só vos estamos a enumerar os mais conhecidos. 

A verdade é que o actor não parou este tempo todo e conseguiu fazer algo que a nós nos parece muito difícil: despir o papel da personagem que o tornou famoso. 

Para os fãs, aqui fica o site oficial para que o possa continuar a seguir :)  - http://www.kevinsorbo.net/

Ainda vos deixamos aqui um vídeo em que o actor faz algumas revelações incríveis sobre a vida dele...

 
0

A todos os nossos queridos leitores...


terça-feira, 25 de dezembro de 2012

2

A todos os leitores do FLAMES...


quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

4

Filme: O Hobbit - Uma viajem inesperada




Título Original: The Hobbit - An unexpected journey
Ano de estreia: 2012
Género: Fantasia, Aventura
Realizador: Peter Jackson


Foram muitos anos de espera mas, finalmente, os milhões de fãs da trilogia de "O Senhor dos Anéis" em todo o mundo têm agora um presente de Natal há muito desejado: mais uma obra de Peter Jackson baseada no mestre da literatura fantástica J.R.R.Tolkien.
 
 
Neste filme, acompanhamos o jovem e pacato hobbit Bilbo Baggins (o tio de Frodo, protagonista de "O Senhor dos Anéis") que se vê, involuntariamente, envolvido numa grande aventura que mudará a sua vida para sempre.
Tudo começa quando o feiticeiro Gandalf decide que Bilbo tem tudo aquilo que é preciso para levar a cabo uma importante missão e o escolhe para ajudar os Anões a recuperar a sua cidade, há muitos anos atrás ocupada por um temível dragão - Smaug.
Pelo meio, enfrentarão trolls, orcs e todos os perigos comuns num mundo "tolkiano".
 
 
Fãs confessas da trilogia de "O Senhor dos Anéis", já há um ano que esperávamos ansiosas pela estreia deste filme, pois tínhamos imensa curiosidade em saber o que aconteceu muitos anos antes da aventura de Frodo, descrita na trilogia. E, confessamos, não foi uma espera em vão, pois o filme está fantástico!
Adorámos rever muitos dos personagens da trilogia voltando a "mergulhar" no universo de Tolkien que nos fascinou desde o primeiro filme.
A história, apesar de um pouco previsível, decorre de uma maneira simultaneamente divertida (muito à custa dos anões) e entusiasmante fruto de todos os percalços e combates em que os protagonistas se vêem envolvidos.
O nosso momento preferido, e que provavelmente será o de muitos outros fãs, foi aquele que nos mostra o encontro de Bilbo com o famoso Gollum/Sméagol e a forma como o hobbit obteve o perigoso e poderoso anel.
A cereja no topo do bolo foi a banda sonora que, tendo muitas das músicas da trilogia, nos fez sentir "em casa" e recordar todas as emoções vividas quando vimos, pela primeira vez, os filmes de "O Senhor dos Anéis".
Este é, sem dúvida, um filme que aconselhamos a todos os que conhecem a trilogia. Para aqueles que nunca viram os 3 filmes anteriores, aconselhamos que o façam para poderem compreender e apreciar melhor o filme "O Hobbit - Uma aventura inesperada"!
 

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

7

Passatempo: 20º passatempo do FLAMES

E chegámos ao final do ano com mais um passatempo! Nada como terminar 2012 em beleza com um novo livro que o FLAMES tem para oferecer, em parceria com a Editorial presença. Participa, e habilita-te a ganhar o fantástico livro: "Maze runner - Correr ou morrer".



Sinopse

Quando desperta, não sabe onde se encontra. Sabe que o seu nome é Thomas, mas é tudo. Quando aquela caixa metálica para, Thomas percebe então que se encontra num elevador e não tarda a descobrir que chegou a um lugar estranho e que o enche de pânico. Lá fora, uma pequena multidão de adolescentes como ele. Os rapazes puxam-no para fora e as suas vozes saúdam-no numa linguagem que lhe parece estranha. Dizem-lhe que aquele lugar se chama a Clareira e ensinam-lhe o que sabem a respeito daquele mundo. E existe o Labirinto, para além dos muros da Clareira... Mas acontece algo inesperado – a chegada da primeira e única rapariga, Teresa. E ela traz uma mensagem que mudará todas as regras do jogo.
Preenche o formulário abaixo fornecido e....BOA SORTE!


6

Livro: A Senhora da Tapada


Título: A Senhora da Tapada
Autor: Pedro Jardim
Colecção: Viagens Na Ficção


Páginas: 200
Data de publicação: Outubro de 2012
Género: Crónicas auto-biográficas


Outras obras do mesmo autor: Crónicas do avô Chico

Terminámos, hoje a leitura da segunda obra do autor Pedro Jardim: "A Senhora da Tapada". À semelhança do primeiro livro do autor, trata-se de um livro de crónicas auto-biográficas. As cenas passam-se, maioritariamente, na Princesa do Alentejo: Vila Viçosa

Para além de descrever episódios passados, vividos pelo autor e os demais membros da sua família, o autor retrata aventuras "passadas" no futuro. Chega a levar-nos a uma viagem até 2150! Portanto, com este livro, Pedro Jardim conjuga memórias com viagens dignas de um dos melhores filmes de ficção científica. Assim, para além de ser um retrato de uma época, viajamos pelo passado, presente e futuro. Desta forma, o livro torna-se muito mais completo. 


O avô (Chico das Maravilhas) deve sentir-se imensamente orgulhoso. Desta vez, o autor não se esquece dele, mas faz uma verdadeira ODE a toda a família. Assim, em cada linha, sentimos o calor, o amor, e o carinho com que todos os seus membros se ligam!


Mais uma vez, retrata imensos factos históricos, o que o torna num livro muito didáctico. Por este e outros motivos acreditamos que, apesar de ser um livro indicado para qualquer faixa etária, trata-se de um livro mais dirigido para jovens/adolescentes/crianças com vontade de aprender mais sobre a história do nosso país e das nossas gentes. Para todos, aconselhamos que a leitura deste livro seja precedida da leitura do primeiro.

Uma outra coisa interessante é o facto de Pedro Jardim vestir a pele de várias personagens (e, já agora, um conselho para TODOS: façamos todos o mesmo! É um exercício muito útil e importante). 


Aproveitem e ofereçam este livro nesta época: tem uma descrição interessante desta quadra Natalícia. A não perder!




sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

0

Filme: Sem Tempo


Ano: 2011
Género: Acção, Thriller
Realizador: Andrew Niccol

Cast:
Justin Timberlake ... Will Salas
Cillian Murphy ... Raymond Leon
Amanda Seyfried ... Sylvia Weis
Olivia Wilde ... Rachel Salas

Data de lançamento em Portugal: 10 Novembro 2011

Quando ouvimos falar neste filme achámos que era um filme que tínhamos MESMO que ver. O cast e o argumento pareciam-nos algo de incontornável.

A história retrata um mundo em que, aos 25 anos, se deixa de envelhecer (parece fantástico não é?). Pois, mas com isso vêm uma série de chatices. A partir dos 25 anos começa-se a ter de se arranjar formas para se poder viver mais tempo. Caso não se consigo arranjar tempo suficiente para se continuar a viver, a pessoa morre. E tudo isto, gera imensas complicações e jogos de poder que irão meter as personagens em diversas peripécias.

Um dos pontos mais fortes do filme foi o facto de Amanda Seyfried ter demonstrado que é capaz de desempenhar outros papeis para além das comédias e musicais onde tem participado. Demonstrou ser, de facto, uma estrela em ascensão. Justin Timberlake continua a desempenhar o seu papel tal como tem feito em outros filmes e Olivia Wilde continua linda e fantástica (como sempre).

O argumento é bastante interessante e original, mas achamos que a consecução não foi das melhores (ou talvez eles se pudessem ter esforçado mais). A verdade é que, apesar de ter sido um filme interessante de se ver, não nos ficou particularmente na memória. A previsibilidade de algumas cenas e o absurdo de outras transformaram este filme num filme, para nós, não "obrigatório".
Claro que, para alguns de vocês, a opinião poderá ser diferente e, como sempre, vos encorajamos a ver e, depois, a dar a vossa opinião. Mas aqui fica a nossa. Esperamos que vos possa ajudar, de alguma forma, a decidir se valerá, ou não, a pena ver o filme "SEM TEMPO" (expressão muito usada hoje em dia não?).

Continuem a participar no nosso passatempo e... BOA SORTE  a todos.

Em baixo fica o trailer:



segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

2

Anime: Wolverine






Ano de Estreia: 2011
Género: Acção, Drama
Nº de Episódios: 12


Wolverine é um dos personagens mais conhecidos de todos os tempos das revistas de banda desenhada da Marvel.  Como o membro mais carismático do famoso grupo de heróis, X-Men, Wolverino é conhecido pelos seus instintos animais, força e agilidades tremendas e sensacional capacidade de se recuperar de qualquer tipo de ferimentos. Por tudo isto, quando soubemos de um anime que teria este herói como personagem principal não conseguimos descansar enquanto não o víssemos do início ao fim.
 
Neste anime, Wolverine vê a sua vida virada do avesso quando a sua amada, Mariko Yashida, é raptada pelo próprio pai, um poderoso e perigoso chefe da máfia japonesa, para ser obrigada a casar com o governante de uma corrumpida cidade, chamada Madripoor. Inconformado com o sucedido, Wolverine parte em busca de Mariko enfrentando quem quer que se cruze no seu caminho, mesmo que estes sejam alguns dos mais temíveis guerreiros à face da Terra.
 
Apesar de ter poucos episódios, "Wolverine" é um anime que consegue prender-nos e envolver-nos na sua história até ao último segundo.
 O facto de o espectador ainda não estar familiarizado com os persongens e com a história nos primeiros episódios poderia resultar numa "desistência" por parte de algumas pessoas em acompanhar esta história já que esta acaba por ser um pouco cliché: o herói que parte em busca da sua indefesa amada! Contudo, os seus criadores foram extremamente inteligentes ao colocar no fim de todos os episódios um momento de suspense que nos faz ansiar pelo episódio seguinte para ver qual será a sua resolução. 
Por isso mesmo, e por ser um anime tão curtinho, todos poderão, com facilidade, acompanhar esta história sem se aborrecerem ficando, pelo contrário, mais interessados e informados sobre um dos personagens de banda desenhada mais conhecidos de todos os tempos.
Um anime a não perder!  

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

2

Filme: Anna Karenina


Anna Karenina 



Ano: 2012
Realizador: Joe Wright

Cast:
Keira Knightley ... Anna Karenina 
Jude Law ... Karenin 
Aaron Taylor-Johnson ... Vronsky




Tivemos o privilégio de hoje, dia 05 de Dezembro de 2012, irmos à ante-estreia do filme Anna Karenina (graças a um convite ganho no blog CloseUp). E não podíamos estar mais satisfeitas!! AMÁMOS! 



A história é bastante conhecida. Anna Karenina é um clássico da literatura Russa (da qual somos fãs) redigido por Liev Tolstói. Este narra a história de amor de Anna Karenina na altura dos czares da Rússia. Casada e com um filho que ama, Anna vê-se dividida entre o amor que sente pelo filho, e o amor da sua vida (que toma como amante). 



Sendo uma história muito conhecida, este filme podia-se tornar monótono e desinteressante. Seria apenas, novamente, mais uma história. Mas os realizadores foram ABSOLUTAMENTE GENIAIS! Claro que este filme não é para massas, nem é para toda a gente, e muitos irão reclamar e não gostar.



O filme passa-se maioritariamente (quase 90%) num teatro (sim...leram bem!), e aí começa, logo, a genialidade. É completamente original nesse sentido. Muitos actores têm papeis muito teatrais (diferente dos usados no cinema "comum"). Para além do mais, alguns cenários são mesmo muito falsos e sobrepõem-se ao que o cinema preconiza. 



Bom, no fundo, o que nós queremos, com este post, é alertar-vos e deixar-vos algumas precauções. O melhor a fazer é este filme ser visto por:



- Um fã deste clássico (alguém que já conheça a história ou que tenha visto as adaptações anteriores)



- um fã e apreciador de bom cinema.

E com isto vos deixamos hoje. Alguém vai ver? Alguém conhece a história?

O trailer fica aqui:


segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

10

Passatempo: 19º Passatempo do FLAMES (em parceria com a Editorial Bizâncio)


Aqui está o mais recente passatempo do FLAMES. Ao participarem, poderão ganhar um exemplar do mais recente livro editado pela Editorial Bizâncio, "O rio da amargura - diário de Mercedes".


Resumo: 
"Repleto dos sons, sabores, cores e paisagens do Douro, O Rio da Amargura prende-nos do princípio ao fim. Acompanhamos as aventuras e desventuras de Mercedes com a mesma intensidade com que a protagonista as viveu, da sua paixão pelo Douro, das suas descobertas das pequenas e grandes histórias que fizeram a região, até aos seus amores mais ou menos felizes, passando pela sua luta, como produtora do Douro, com as hilariantes e penosas burocracias tão genuinamente portuguesas."
Participem até ao dia 16 de Dezembro preenchendo o formulário abaixo fornecido e...BOA SORTE!

sábado, 1 de dezembro de 2012

1

Lembram-se delas?

Spice Girls


Já temos vindo, há meses, a anunciar uma nova secção do FLAMES. E é inaugurada com esta banda feminina de enorme sucesso: As Spice Girls. Lembram-se delas? Com esta secção pretendemos que estejam a par de celebridades que marcaram uma época/altura/data/evento especial!

Emma Lee Bunton (1976) - aqui fica o link para a homepage official para que continuam a seguir os passos desta cantora/apresentadora de tv - http://emmabuntonofficial.com/  


Melanie Jayne Chisholm (1978) - o site oficial de Mel C é este. Fiquem a par das ultimas novidades da artista aqui - http://www.melaniec.net/


Victoria Caroline Beckham (1974) - a mais mediática das Spice Girls é sem dúvida Victoria. Por onde andará ela agora? Todas as novidades aqui - http://www.victoriabeckham.com/


Geraldine Estelle (1972) - Irreverente, Geri foi a responsável por ter "desmantelado" este grupo. O que andará a tramar agora? - http://www.gerihalliwellofficial.com/


Melanie Janine Brown (1975) - Saiba as novidades da Scary Spice aqui - http://www.melaniebrown.com/ 




E vocês? Lembram-se delas?

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

0

Filme: O código base





Título Original: Source Code
Ano: 2011
Género: Ficção Científica, Acção
Realizador: Duncan Jones


Apesar de ser um filme com muitos actores conhecidos e já ter estreado no ano passado, foi com muita surpresa nossa que o vimos esta semana e ficámos chateadas connosco mesmo por termos demorado tanto tempo a ver esta fantástica história.
 
Em "O código base" acompanhamos o militar Colter Stevens que, vítima de um ataque no Iraque, ficou com o corpo quase completamente destruído restando apenas o tronco, cabeça e uma parte do cérebro funcional. As lesões são tão graves que o Governo acaba por declará-lo morto e decide utilizar o seu corpo numa experiência revolucionária.
Essa experiência consiste em utilizar o cérebro de Colter para que este reviva os últimos 8 minutos de vida de uma vítima num atentado a um combóio. Dessa forma, o soldado será transportado repetidas vezes para esses últimos 8 minutos para tentar descobrir quem explodiu o comboio e porquê, a fim de evitar um novo ataque, e muito maior, à cidade de Chicago.
Conseguirá Colter, na pele de um outro homem, descobrir o terrorista e salvar Chicago?
 
Este filme é super entusiasmante. Apesar de poder parecer algo confuso nos primeiros minutos, enquanto não percebemos como é que o protagonista consegue reviver os últimos minutos de vida de uma das vítimas, a história decorre de uma forma bastante lógica e interessante.
O conceito aplicado nesta história é bastante inteligente e faz-nos ficar "agarrados" ao ecrã até à última cena. E, diga-se de passagem, essa última cena é interessantíssima uma vez que o final deste filme é surpreendente.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

0

Filme: A melodia do adeus (2010)


Ano: 2010
Título do adeus: The last song
Realizador: Julie Anne Robinson
Género: Romance

Cast:
Miley Cyrus - Ronnie Miller
Greg Kinnear - Steve Miller
Bobby Coleman - Jonah Miller
Liam Hemsworth - Will Blakelee


Ronnie (Miley Cyrus) tem um irmão novinho (Jonah) e são filhos de pais divorciados. Durante o ano moram com a mãe até que, num verão, vão viver para casa do pai (Greg Kinnear) numa zona de praia. Ronnie é uma jovem rebelde e contestatária e não quer ter um contacto pessoal nem amigável com o pai. Mais tarde, apaixona-se por um rapaz da zona e consegue redescobrir a paixão e amor que tinha pela música, paixão que partilhava com o pai com o qual, agora, não consegue sequer falar.


Como será o verão desta jovem?

Como românticas incuráveis que somos, e apreciadoras de Nicholas Sparks, não podíamos deixar passar ao lado um filme como este. Trata-se de um romance, com uma história relativamente vulgar, mas que vale a pena ver (especialmente para quem gosta deste género).  Em baixo fica o trailer e uma consideração mais "pessoal": como sempre que vemos ou lemos livros deste género, ficamos um pouco tristes por ver que já não se fazem homens assim (ahaha, desculpem a piada).




quinta-feira, 22 de novembro de 2012

0

Entretenimento: O Programa do Aleixo





Ano de estreia: 2008
Nº Temporadas: 2

 
"O Programa do Aleixo" é, para nós, uma prova de que ainda existem portugueses com imenso talento. Fãs confessas de programas de humor inteligente, foi com facilidade que nos rendemos ao sentido de humor dos criadores deste programa.
 
O apresentador deste programa é Bruno Aleixo, um ser que aparenta ser uma mistura de um cão com um urso, juntamente com o co-apresentador Busto, que consiste num busto branco de Napoleão Bonaparte.
Durante o programa assistimos a diversas rúbricas sobre temas actuais e... outros nem tanto, sendo que, no fim, há sempre uma participação musical (normalmente interpretada por Bruno Aleixo e pelo Busto).
Há, ainda, outras personagens que aparecem com alguma  frequência, como por exemplo o Homem do Buçaco (um indivíduo que vive na Serra do Buçaco e parece saído directamente de livros da Pré-história) e o Renato Alexandre (um estudante de Engenharia com aparência de peixe e que no passado fez Erasmus na República Checa).
 
Apesar de reconhecermos que o formato deste programa não é o mais apelativo para o grande público em geral, não pudemos deixar de falar dele aqui pois acreditamos que os fãs de programas como "O gato fedorento" (há muitos anos transmitido na Sic Radical) ou "5 Para a Meia-Noite" com certeza gostarão e apreciarão cada episódio de "O Programa do Aleixo".
Experimentem e depois digam de vossa justiça!!

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

2

Filme: The Tenth Circle (2008)


Duração: 120 min
Realizador: Peter Markle
Género: Mistério, Thriller

Cast:
Kelly Preston - Laura Stone
Ron Eldard - Daniel Stone
Jamie Johnston - Jason Underhill
Michael Riley - Mike Bartholomy
Britt Robertson - Trixie Stone

País: Canadá
Data de lançamento em Portugal: 26 Março 2011

História:
Daniel Stone é um ex-artista que desistiu da sua carreira para ficar em casa e ajudar a mulher a atingir o que mais ambiciona e tratar da filha Trixie. 

Uma noite, esta envolve-se com o ex-namorado Jason e, apesar de não haver nenhuma evidência física de violação e do jovem dizer que não a forçou a nada, a jovem refere vezes e vezes sem conta que foi violada por ele. A investigação à volta desta violação irá revelar um segredo da família Stone. E que mais acontecerá? Para tal, terão de ver o filme...

Talvez o que nos fez gostar do filme foi o facto de não fazermos a mínima ideia sobre o que era, pelo que se tornou uma grande surpresa. Gostámos das interpretações dos actores e da história. Não vos podemos fazer uma comparação entre o livro e o filme, mas podemos dizer o que achámos.

O filme proporcionou-nos um bom momento. Apesar de ele não estar muito bem cotado em alguns sites sobre filmes, nós achamos que vale bem a pena. Claro, não fiquem à epera de um best seller, mas apenas de um bom filme.


quinta-feira, 15 de novembro de 2012

0

Série: The killing




Ano de estreia: 2011
Género: Drama, Policial
Nº de temporadas: 2
Criador: Veena Sud

 
Esta foi uma série que desde o trailer nos captivou por parecer ser mais sombria e profunda que grande parte das séries policiais que abundam nos dias de hoje.
 
Em "The Killing", acompanhamos a agente da polícia Sarah Linden e o seu colega Stephen Holder na busca pelo culpado da morte da jovem adolescente Rosie Larsen. Inicialmente, tudo parece apontar para o seu ex-namorado e colega de escola, contudo, à medida que a trama se adensa, surgem vários suspeitos e várias hipóteses se apresentam como válidas. Afinal, quem matou Rosie e porquê?!
 
Esta série demorou algum tempo a conquistar-nos. Para isso contribuiram dois aspectos: não gostamos nada do desempenho de Mireille Enos, aqui na pele da personagem principal (a agente Sarah Linden) pois apresenta-se como uma mulher demasiado enfadonha, sem conseguir expressar qualquer emoção ao longo da série, parecendo algo perdida no seu papel; o outro motivo prende-se com a lentidão com que os factos ocorrem pois, a cada episódio, é dado, por vezes, demasiada importância a aspectos secundários, o que leva a que a investigação do crime se arraste por vários episódios.
Contudo, assim que nos conquistou, não conseguimos parar de ver "The Killing", pois os imprevistos começaram a surgir de uma forma que nos fez ficar "presas" ao ecrâ na expectativa de quem seria o verdadeiro criminoso, já que os suspeitos se sucedem a cada episódio que passa.
Mesmo assim, não pudémos evitar sentir que há mais espaço para que as personagens "cresçam" e a trama seja mais desenvolvida e complexificada, o que, a nosso ver, ficou muito longe de ser feito.
Concluindo, não podendo dizer que esta é uma das melhores séries que já vimos, pois encontra-se algo distante desse patamar, aconselhamos "The Killing" a quem estiver à procura de um policial interessante com muito drama à mistura.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

1

Filme: The Social Network (2001)




Ano: 2012
Título Original: The Social Network
Duração: 120 min
Género: Drama, Biografia
Realizador: David Fincher

Cast:
Jesse Eisenberg - Mark Zuckerberg
Rooney Mara - Erica Albright
Bryan Barter - Billy Olsen 
Dustin Fitzsimons - Phoenix Club President

Quem daqui não tem FACEBOOK? Ou melhor... quem daqui não sabe o que é o facebook? Pois bem, esta é a história do seu criador e, como o Flames também já se rendeu a esta nova rede social, nós não podíamos deixar de lhe dar uma vista de olhos. 

Não foi "o filme da nossa vida", mas tínhamos muita curiosidade em o ver e ficámos, assim, a conhecer a história do homem que mais amigos tem no FACEBOOK (achamos nós, ahaha) e mais inimigos terá na vida real. 

O estudante de Harvard Mark Zuckerberg, em 2003, cria o social networking website conhecido por Facebook. No entanto, depois de alcançado o sucesso, é processado por dois colegas que referem terem sido os criadores originais da ideia. 

O filme conta, ainda, com a participação especial de Justin Timberlake.

A nosso ver, apesar de não ser um filme espectacular, torna-se bastante interessante, faz-nos passar um bom bocado e faz-nos conhecer, melhor, uma das ferramentas com as quais já não vivemos (alguns pelo menos) :) 

Não se esqueçam, no entanto, que se trata de um filme. Olhem para ele com olhos críticos e nada de se deixarem levar pelo que as personagens ficcionadas nos "dizem" acerca dos verdadeiros :)

 
 



quinta-feira, 8 de novembro de 2012

3

Anime: A primavera da juventude de Rock Lee




Título Original: Naruto SD: Rock Lee  no Seishun Full-Power Ninden
Ano de Estreia: 2012
Nº episódios: 30 (mas continuarão a estrear mais)
Género: Comédia, Acção


Dizer que Naruto e Naruto Shippuden são os animes com mais sucesso a nível mundial na última década já não é novidade nenhuma. Mas revelar que um dos personagens mais queridos pelos fãs, Rock Lee, teve direito ao seu proprio spin off este ano já é algo de novo e verdadeiramente, a nosso ver, fantástico!
 
Em "A primavera da juventude de Rock Lee", acompanhamos todos os personagens de "Naruto" e "Naruto Shippuden" com uma grande diferença, neste anime o personagem principal é o corajoso Rock Lee.
Ao longo dos diferentes episódios, acompanhamos o corajoso ninja e amigos nas mais variadas aventuras, sendo que a principal característica deste anime é o factor comédia, com situações super engraçadas de levar à gargalhada. Mesmo a forma como as personagens são desenhadas é muito diferente da sua imagem em "Naruto" e "Naruto Shippuden", já que em  "A primavera da juventude de Rock Lee" todas as personagens são desenhadas com traços que as fazem parecer miniaturas com cabeças exageradamente grandes, tudo para lhes dar um ar extremamente fofo e infantil.
 
Aconselhamos este anime a todos os fãs de "Naruto" e "Naruto Shippuden", pois com certeza gostarão de ver as suas personagens favoritas em situações bastante diferentes e engraçadas, mas também àqueles que, nunca tendo acompanhado o anime original, querem passar um bom tempo a rir e descontraír com este anime (pois não é necessário conhecer as personagens previamente para compreender os episódios de "A primavera da juventude de Rock Lee").
 
Vejam e....divirtam-se!

terça-feira, 6 de novembro de 2012

1

Filmes: Back to the Future


Título Original: Back to the Future
Duração: 112 minutos 
Ano: 1985

Cast:
Michael J. Fox ...
Marty McFly
Christopher Lloyd ...
Dr. Emmett Brown
Lea Thompson ...
Lorraine Baines

Curiosidade:
- O filme tentou ser vendido à Disney que o recusou. Mas esta não foi a única companhia que o fez. Todos acharam o argumento demasiado arriscado.

É muito difícil que alguém nunca tenha ouvido falar desta trilogia de filmes. E nós somos FÃS incondicionais dela. Trata-se de uma trilogia de filmes dos anos 80 (1985, 1989, 1990). A história é muito engraçada e foi bastante inovadora na altura.
Marty é amigo de um cientista (o Dr. Emmett) e vê-se tele-transportado para 30 anos atrás, onde conhece a sua própria mãe e se volta a encontrar com o Dr. Emmett. Para salvar a sua própria existência, tem de unir os pais e fazê-los apaixonarem-se. Dito assim, o filme não parece grande coisa, mas a diversão foi (especialmente na altura) garantida. Trata-se de um clássico que, talvez, não delicie os jovens de hoje como deliciou uma geração inteira há anos atrás, mas que um bom conhecedor (e apreciador) de filmes deve querer ver. 
__________________________________________________________________________________

Título Original: Back to the Future II
Duração: 108 min
Ano: 1989

Cast:
Michael J. Fox ...
Marty McFly
Christopher Lloyd ...
Dr. Emmett Brown
Lea Thompson ...
Lorraine Baines

Depois de visitar o ano de 2015, Marty tem de repetir a sua viagem a 1955 para prevenir alterações desastrosas no ano de 1985. Terá de fazer tudo isto, sem interferir com a sua primeira visita ao passado. Será Marty capaz de o fazer?
__________________________________________________________________________________

Título Original: Back to the Future III
Duração: 118 min
Ano: 1990
 
Cast:
Michael J. Fox ...
Marty McFly
Christopher Lloyd ...
Dr. Emmett Brown
Lea Thompson ...
Lorraine Baines
Mary Steenburgen ... Clara Clayton

Para salvar a vida do seu amigo Dr. Emmett, Marty tem de viajar, novamente no tempo. Que peripécias encontrará ele desta vez?
__________________________________________________________________________________

A nosso ver vale a pena verem todos os filmes, no entanto não esperem grandes efeitos especiais ou uma grande história. Lembrem-se que o filme já tem uns aninhos valentes. No entanto, de certo que ficará para sempre gravado na memória de quem os vê...

Em vez de deixarmos um trailer.. deixamos este vídeo que os fãs vão adorar recordar:



quinta-feira, 1 de novembro de 2012

3

Filme: Titanic 2



 
Ano: 2010
Género: Drama, Romance
Realizador: Shane Van Dyke


Depois de começar a semana com um filme que não aconselhamos eis que, para continuar na mesma "onda", vos apresentamos "Titanic 2". Não, não se trata de um erro da nossa parte. Existe MESMO um filme com este título.
Confessamos que tentámos, a sério que tentámos não falar aqui deste filme, mas a sua falta de qualidade é tal que achámos por bem deixar aqui um alerta para aqueles que possam vir a cruzar-se com esta película no futuro e possam caír na tentação de desperdiçar o seu precioso tempo a vê-la.  
 
A história é muito simples: no 100º aniversário do naufrágio do conhecido navio Titanic, o dono de um novo navio de luxo, baptizado de Titanic 2, decide percorrer exactamente o mesmo percurso que o original percorrera 100 anos antes.
Contudo, o que os passageiros do navio não esperavam é que o desabamento de um icebergue criasse uma onda gigante que varrerá tudo à sua passagem...
 
Sabemos que é suposto este ser um filme dramático, mas tudo o que conseguimos fazer ao longo de "Titanic 2" foi rir. Rir pelo guião sem qualquer sentido e super previsível, rir pelos péssimos actores, rir pelos diversos erros que aparecem ao longo das diferentes cenas...e também chorar. Chorar pelo tempo que desperdiçámos a ver este filme e pelo facto de o realizador utilizar o nome de um dos maiores filmes de sempre para fazer uma película sem um mínimo de qualidade, talvez na tentativa de chamar a atenção do público (o que, no nosso caso, até conseguiu).
 
Por isso agora já sabem, "Titanic 2" significa: fujam a sete pés e aproveitem melhor o vosso precioso tempo.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

5

Filme: Bel Ami


Título original: Bel Ami
Ano: 2012
Duração: 102 minutos
Realizador: Declan Donnellan & Nick Ormerod
Cast:

Robert Pattinson - George Duroy
Uma Thurman - Madelaine Forestier
Kristin Scott Thomas - Virginie Rousset
Christina Ricci - Clotilde de Marelle

Género: Drama
Data de lançamento em Portugal: 23 Fevereiro 2012

Os filmes de época sempre despertaram imenso o nosso interesse, especialmente quando são passados em lugares mágicos como Londres ou Paris. E é em Paris que toda a história do filme "Bel Ami" se desenrola.
George Duroy encontra-se na cidade da luz quando encontra um velho colega de armas e se apercebe que  através das mulheres pode obter imensos benefícios e sair da pobreza na qual se encontra.

A história é absolutamente desinteressante e a trama é muito "lenta". Para além do mais, somos da opinião de que o filme tem imensas cenas de sexo despropositadas e totalmente desnecessárias. O actor principal foi, sem dúvida, mal escolhido. Para além de representar o seu papel de forma PÉSSIMA, Robert Patinson é muito idolatrado por imensas jovens devido ao sucesso que obteve com o filme Twillight pelo que não nos parece nada adequado que o actor se mostre em tais preparos.

O filme também não foi feito para as massas, nem se esforça por ser um filme "popular" pelo que sem dúvida que vai agradar, a nosso ver, a pouca gente.

Mas, como sempre, esta é apenas a nossa opinião. Sem dúvida que não aconselhamos o filme e que acreditamos que foi tempo perdido vê-lo.

De seguida, apresentamos o trailer:

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

0

Livro: O sorriso das estrelas





Título Original: Nights in Rodanthe
Ano: 2002
Género: Romance
Autor: Nicholas Sparks


Já aqui falámos sobre alguns livros de Nicholas Sparks, mas não pudemos evitar falar sobre "O sorriso das estrelas" ou não se tratasse, para nós, do pior livro do autor escrito até à data.
 
Nesta história, ao contrário da maioria dos livros deste autor, o casal principal é constituído por um homem e uma mulher já de meia-idade.
Adrienne, uma mulher de 45 anos, fica "aprisionada" por uma tempestade numa pequena estalagem da qual estava a tomar conta a pedido de uma amiga. Contudo, ela não está só pois, inesperadamente, eis que chega um belo desconhecido, Paul de 54 anos, a pedir estadia.
E é desta forma aparentemente simples que os dois iniciam um fim-de-semana que irá mudar as suas vidas para sempre.
 
Este livro já viu a sua história passada para o grande ecrã como, aliás, tem sido comum com muitas das obras de Sparks. Contudo, não conseguimos, por mais que tentemos, gostar desta história.
Apesar de o autor ter variado na escolha dos protagonistas, pois Sparks costuma optar por pessoas mais jovens para viver os romances dos seus livros, o resto não conseguiu escapar a uma grande monotonia e previsibilidade. A história foi tão fácil de prever que nem a reviravolta que o autor acrescentou perto do final serviu para salvar as horas de tédio que passámos a ler este livro. 

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

2

Filme: Como treinares o teu dragão

Como Treinares o Teu Dragão  - www.wook.pt

Título original: How to Train Your Dragon
Ano: 2010
Duração: 98 minutos
Lançamento em Portugal: 25 Março 2010
Realizadores: Dean DeBlois, Chris Sanders

Este foi o último filme de animação que vimos, e ficámos mesmo MUITO desiludidas. Talvez a história, em si, já não fosse apelativa, mas o próprio desenrolar deixou muito a desejar.

Neste filme acompanhamos uma cidade de Vikings que tem, constantemente, de lutar contra dragões. 
Todas as crianças, desde cedo, são ensinadas a lutar com os dragões, mas o filho do chefe parece totalmente inapto e não é capaz de lutar com nenhum, até ao dia em que descobre o desdentado, um dragão que se encontra perdido e com o qual aprende a se relacionar com ele. 
O que acontecerá? Tornar-se-ão dos ois amigos apesar da clara desaprovação dos habitantes da aldeia, ou utilizará ele este trunfo para poder destruir todos os dragões. 

Para poder saber responder às perguntas, terá de ver o filme. Nós desaconselhamos. Claro que, para as crianças, tratar-se-á de mais um desenho animado para se entreterem, mas achamos que este é o único público alvo que deveria "perder tempo" no visionamento do filme. 

Já alguém o viu? Está a pensar ver? Comentem e... BOA SEMANA :) 



quinta-feira, 18 de outubro de 2012

0

Filme: O 4º Andar




Título Original: The fourth floor
Género: Suspense
Ano: 1999
Realizador: Josh Klausner


Este não se trata de um filme recente. Contudo, é com muito espanto que verificamos que muitos fãs de filmes de suspense não conhecem esta história protagonizada pela conhecida actriz Juliette Lewis.
Nós, admiradoras confessas deste tipo de filmes, desde o momento em que vimos o filme "O 4º andar" que o adicionámos à nossa lista de filmes favoritos de sempre deste género.

A história é muito simples: Jane, uma jovem mulher solteira, resolve saír de uma vez por todas da casa da sua tia e ir morar sozinha, contrariando o seu namorado, Greg, que fazia questão que esta fosse morar para sua casa. Contudo, Jane leva a sua avante e aluga um apartamente num 4º andar de um antigo edifício na sua cidade.
É a partir desse dia que a vida de Jane nunca mais será a mesma, pois a jovem vai começar a sofrer ameaças por parte da sua vizinha. Inicialmente, Jane acredita que tudo não passa de um mal entendido, mas a verdade é que as ameaças começam a ser concretizadas e a jovem acaba por ter que lutar pela sua sobrevivência, dentro do seu próprio apartamento.
 
Apesar de, à primeira vista, este filme não parecer muito diferente de outros filmes do mesmo género, a verdade é que "O 4º andar" é uma história que, pela ordem dos acontecimentos que apresenta e pela brilhante interpretação de Juliette Lewis acaba por prender-nos ao ecrã, com a respiração suspensa em muitas das suas impressionantes cenas.
A tensão vai crescendo gradualmente ao longo do filme, sendo que os últimos minutos são de um suspense tal, que não conseguimos evitar sentir-nos na pele de Jane.
E, cereja no topo do bolo, quando pensávamos que o filme não podia melhorar mais, eis que o final deste é de tal forma surpreendente que não conseguimos manter a boca fechada por muito tempo.
Este é, sem dúvida alguma, um filme que aconselhamos a todos os amantes de uma boa história de suspense de tirar o fôlego.
 

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

0

Filme: Shop Girl (2005)

Shop Girl (2005)


Género: Drama, Romance
Duração: 106 minutos
Realizador: Anand Tucker
Cast:
Steve Martin - Ray
Claire Danes - Mirabelle
Jason Schwartzman - Jeremy 

Se olharam para a capa/imagem deste filme e pensaram "lá está mais um filme de sábado à tarde que vou odiar"... desenganem-se. Por detrás do humor que caracteriza algumas das cenas do filme, está uma história totalmente diferente da que esperam encontrar. Nós gostámos de ver e recomendamos. Trata-se de uma história simples, "regada" com uma banda sonora deliciosa. 

E já que mencionámos a história..chegou a altura de a revelar:
Mirabelle é uma rapariga totalmente desinteressante, com uma vida enfadonha. E é enquanto trabalha que encontra um dos homens que vai, de certo, entrar na sua vida Ray (e aqui foi interessante ver este actor num papel totalmente diferente). Ambos iniciam, assim, um relacionamento diferente. Entretanto, Jeremy entra também na vida de Mirabelle. Como lidará a protagonista com tudo isto? Conseguirá algum destes homens conquistar o seu coração? Ou estará Mirabelle destinada a algo mais?

Não percam esta história, romântica e, por vezes, bizarra, mas intensa ao mesmo tempo. 


quinta-feira, 11 de outubro de 2012

0

Evento: MTV Europe Music Awards 2012

 
 
 
E se há pouco tempo a grande festa decorreu nos E.U.A. nos MTV Music Awards, agora chegou a vez de a Europa celebrar a melhor música que se fez no último ano nos MTV Europe Music Awards. Este ano, será Frankfurt a cidade que irá receber a grande cerimónia, à qual não faltarão muitos dos grandes nomes da música atual.
Mas, uma vez que não há vencedores sem nomeados, até à cerimónia, no dia 11 de novembro, há que votar nos nossos candidatos favoritos na página oficial do evento.
Fiquem, então, com os nomeados de algumas das principais categorias:
 
Artista revelação:
 
- Carly Rae Jepsen
- Fun
- Lana Del Rey
- One Direction
- Rita Ora
 
 
Melhor artista feminina:
 
- Katy Perry
- Nicki Minaj
- Pink
- Rihanna
- Taylor Swift
 
 
Melhor artista masculino:
 
- Flo Rida
- Jay-Z
- Justin Bieber
- Kanye West
- Pitbull
 
 
Melhor música:
 
- "Call me maybe" (Carly Rae Jepsen)
- "We are young" (Fun feat. Janelle Monáe)
- "Somebody that I used to know" (Gotye feat. Kimbra)
- "International love" (Pitbull feat. Chris Brown)
- "We found love" (Rihanna feat. Calvin Harris)
 
 
Melhor videoclip:
 
- "Wide awake" (Katy Perry)
- "Marry the night" (Lady Gaga)
- "Bad girls" (M.I.A.)
- "Gangnam Style" (Psy)
- "We found love" (Rihanna feat. Calvin Harris)
 
 
... E vocês, já têm favoritos à vitória?!

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

5

Filme: Amigos Improváveis

AMIGOS IMPROVÁVEIS


Título Original: Intouchables
Ano: 2011
Lançamento em Portugal: 29 Março 2012
Duração: 112 minutos
Género: Comédia, Drama, História verídica
País - França
Casting:
François Cluzet - Philippe
Omar Sy - Driss
Anne Le Ny - Yvonne
Audrey Fleurot - Magalie

Às vezes as coisas mais improváveis são as melhores. Era pouco provável que fossemos ver este filme ao cinema... mas assim aconteceu. Sem sabermos mais nada para além do título, dirigimo-nos para o cinema mais próximo num dia em que mais nenhum dos cartazes nos chamava à atenção. E depressa ficámos com o olhar fixo ao ecrã, na esperança de conseguirmos saber mais sobre o que ía acontecer. 
Mas não foi só isso que nos prendeu. As cenas cómicas do filme são inigualáveis a qualquer comédia americana, e as cenas dramáticas igualmente intensas. 



A história é verídica, o que contribui para embelezar ainda mais toda a trama: Philippe é um senhor muito rico que, infelizmente, se encontra numa cadeira de rodas. Driss, por questões que apenas o destino conhece, calha em se cruzar no caminho de Philippe. Tão diferentes um do outro, tornam-se cúmplices, amigos... enfim.. tornam-se amigos improváveis, e é isso que torna a sua amizade tão especial e profunda. 



Pedimos desculpa, mas não vos queremos contar mais nada. O factor supresa é, a nosso ver, uma grande valia para quem terá a coragem (chamemos-lhe inteligência também) de dar oportunidade a um filme não americano, francês, não muito publicitado... enfim... um filme "improvável". 

Aconselhamos a NÃO verem o trailer, mas, para quem quiser arriscar, cá fica ele... 

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

0

Entretenimento: The Block - A melhor renovação

Título Original: The Block
Ano de Estreia: 2003
País de Origem: Austrália


 
 
 
Certamente que já deu para perceber que, ultimamente, andamos a conhecer vários concursos televisivos. Se na semana passada viajámos por todo o mundo, esta semana centrámo-nos na Austrália e no seu concurso de sucesso "The Block - A melhor renovação".
 
Neste programa, acompanhamos 4 casais que são encarregues de um difícil mas, ao mesmo tempo, interessante desafio: renovar um bloco de 4 apartamentos com um orçamento de 40 mil dólares cada e, no fim, tentar vender o seu apartamento com a maior margem de lucro possível.
 
O que mais nos agrada neste programa é o formato descontraído com que este é feito e, ao mesmo tempo, a seriedade com que cada casal leva a cabo a renovação da sua casa, pois, afinal, trata-se de um concurso onde apenas um casal irá vencer!
Durante o programa, os casais têm que viver no bloco, o que se traduz em algumas situações caricatas, tal como por exemplo, passarem uma semana sem casa-de-banho quando esta está a ser renovada, ou não terem cozinha para preparar as suas refeições durante semanas a fio.
Outra coisa com que ficámos surpreendidas é o fantástico equilíbrio que os concorrentes conseguem ter ao longo de todo o concurso pois todos os participantes continuam com os trabalhos que tinham antes de o programa começar, o que lhes exige que conciliem as suas profissões com a renovação do apartamento e os apertados prazos que os obrigam a, em cada etapa, apresentar uma divisão da casa completamente pronta.
Este é um programa bastante engraçado, que agradará principalmente aos apreciadores dos vários programas de renovações que existem. Só que em "The Block - A melhor renovação" têm, também, a oportunidade única de acompanhar as preocupações, contratempos e desafios dos renovadores, bem como os seus momentos de maior descontração e convívio com os seus vizinhos/adversários.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

2

Livro: O Diário de Edith

Autora: Patricia Highsmith
Ano: 1986
Nº de Páginas: 344
Editora: Gradiva Publicações


Opinião por Roberta Frontini

Quando se fala em policiais, a minha preferência recai sobre a authora Agatha Christie. Apesar de ser considerada a Dama do Crime, esta não é a única autora que delicia os fãs de um bom thriller.
No entanto, Patricia Highsmith não escreveu apenas policiais.

Neste livro, conhecemos Edith, uma brilhante jornalista (apesar de apenas escrever para jornais de 2ª classe), com uma possível carreira promissora no mundo da literatura (se ao menos se conseguisse concentrar a escrever um livro...)
Edith é casada e mãe de um filho com bastantes problemas anti-sociais. Deixando Nova Iorque para trás, concretiza o seu sonho de possuir uma grande casa com um esplêndido jardim... tudo parece perfeito até que George, um tio do marido, velho, teimoso e senil, decide ir morar com eles a troco de alguma ajuda financeira para a casa. Como passará a ser a vida deste casal, depois de Edith ter de concentrar todos os seus esforços a tomar conta do velho?

Perante um quotidiano que se afigura cada vez mais estrangulador, Edith tenta lidar com os seus problemas fazendo esculturas, escrevendo no seu diário, e vivendo numa vida que passa a ser apenas sua...

Este foi o primeiro livro de Patricia Highsmith que li. Gostava de ter começado por um policial, mas acabei por dar de caras com este livro. Gostei da história em si e do seu desfecho, mas algumas partes são um pouco cansativas, pois o livro faz uma grande crítica social e política da altura, uma altura que eu pessoalmente não experienciei e que, por algum motivo, me foi um pouco difícil de imaginar.

No entanto, valeu bem a pena o tempo que passei impregnados nesta leitura, e convido todos os fãs da autora (e não só) a dar uma oportunidade a este fantástico livro...

Alguém leu o livro? Pensam vir a ler? Deixem-nos o vosso comentário e NÃO SE ESQUEÇAM de participar no nosso PASSATEMPO :)

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

0

Entretenimento: A corrida mais louca do mundo




Título Original: The amazing race
Ano de Estreia: 2011


Desde o primeiro episódio que este programa nos conquistou pois consegue juntar duas coisas que simplesmente adoramos: um espírito competitivo saudável aliado à possibilidade de viajar por todo o mundo!
 
Em "A corrida mais louca do mundo", 11 equipas de duas pessoas que têm algum tipo de relação entre si (ex: irmãos, namorados, pai e filho, etc.), competem numa corrida que passa por diferentes países ao longo do mundo. Em cada etapa, as equipas têm que realizar várias tarefas na cidade em que se encontram sempre tentando chegar em primeiro lugar no fim do dia, pois a última equipa a registar a sua chegada arrisca-se a ser eliminada. No final da corrida, depois de passarem por imensos países, apenas a equipa mais rápida ganhará "A corrida mais louca do mundo".
 
O que mais gostamos neste programa é o seu lado educativo e cultural, uma vez que em todos os episódios temos a oportunidade de ficar a conhecer melhor um determinado país já que os concorrentes têm que levar a cabo tarefas que involvem aspectos daquela cultura, como por exemplo: as roupas tradicionais desse país, as suas danças características, a sua gastronomia, os desportos mais comuns, entre muitos outros aspectos. 
Assim, ver "A corrida mais louca do mundo" representa para nós, de certa forma, uma oportunidade de cumprir uma das nossas maiores paixões - "viajar" pelos mais diversos países e culturas do mundo. 
Juntamente com essa "viagem", também vivemos as emoções dos concorrentes à medida que estes tentam ultrapassar difíceis obstáculos sempre na expectativa de saber quem será o grande vencedor desta incrível corrida!
 
Um programa a não perder MESMO!  

terça-feira, 25 de setembro de 2012

0

Filme: A Fish Called Wanda

Título Original: A Fish Called Wanda
Título em Português: Um peixe chamado Wanda
Ano: 1988
Género: Comédia, Crime
Realizador: Charles Crichton

Cast:
John Cleese ... Archie Leach
Jamie Lee Curtis ... Wanda
Gershwitz Kevin Kline ... Otto
Michael Palin ... Ken
Pile Maria Aitken ... Wendy


Não somos muito adeptas dos Monthy Piton, mas gostámos de uma série protagonizada e escrita por John Cleese, e foi no seguimento disso que decidimos ver este filme.
Trata-se de uma comédia muito diferente das que estamos habituadas, mas que adorámos e recomendamos a todos que a vejam.

A história trata de uma americana que, juntamente com o namorado, se encontra em Londres para roubar uma colecção de diamantes.



A história toca, por vezes, o absurdo, mas o humor pauta toda a trama. 
De destacar a excelente interpretação de Kevin Kline. E foi, exactamente com este papel que acabou por ganhar um óscar.




Não queríamos dizer mais do filme pois, na verdade, a história é simples. O segredo, neste filme, reside mesmo na sua simplicidade e humor. Esperamos que lhe possam dar uma oportunidade.


Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%