Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

2

Filme: Who's affraid of Virginia Wolf?


Data de lançamento: 22 de Junho de 1966 (USA)
Duração: 131 minutos
Género: Drama

Cast:
        
Elizabeth Taylor... Martha
Richard Burton ...
George
George Segal ...
Nick
Sandy Dennis ...
Honey


Foi há pouco tempo que a actriz Elizabeth Taylor nos deixou... Mas ficará para sempre imortalizada nos fantásticos filmes que protagonizou. Um deles foi, sem dúvida, Who's Affraid of Virginia Wolf que lhe valeu um óscar para melhor actriz principal.

Este filme prima por ser muito original e por ter diálogos super interessantes.
Antes de mais, o facto de acompanharmos (em tempo real) a noite de 4 pessoas, pareceu-nos uma coisa super gira. Como é possível que, usando poucos cenários, e passando-se numa noite, se possa fazer um filme tão rico?

A história é a seguinte... Martha e George são um casal já de meia idade, que usam um jovem casal e álcool para enveredarem por um caminho quase demencial que dura 1 noite.  Um filme fantástico, incompreensível para alguns, uma obra prima para muitos!


Uma cusquice: Elizabeth Taylor terse-á, segundo a mesma, inspirado nas discussões que teve com o próprio marido (o actor principal e casado com a actriz por duas vezes, Richard Burton) para interpretar o casal disfuncional.

Fantástica a interpretação dos dois actores principais.

Aqui fica o trailer (apesar de não ser muito esclarecedor)

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

5

Livro: Querida Mathilda



Título Original: Cara Mathilda
Ano: 1998
Género: Romance
Autora: Susanna Tamaro


Depois de lermos a obra mais conhecida desta escritora, "Vai aonde te leva o coração", e tendo ficado muito bem impressionadas, decidimos conhecer mais livros de Tamaro. A nossa segunda leitura foi o livro "Querida Mathilda" e... maldito o dia em que decidimos fazê-lo (pelo menos naquela altura da nossa vida) pois ficámos muito desiludidas! Consequentemente, surgiu uma certa "desconfiança" relativamente à restante bibliografia desta escritora.

Neste livro acompanhamos a vida de uma mulher que, sentada à janela do seu quarto, observa tudo o que se passa no mundo exterior e vai partilhando todas as suas apreensões, medos, conclusões, ideias e observações que daí advêm.

Pela descrição dá para entender que acção, reviravoltas e mistérios é algo que não existe neste livro. Da mesma forma que aqui não há espaço para personagens interessantes, intrigantes e surpreendentes...
Talvez o erro tenha sido nosso ao decidirmos ler esta obra quando ainda éramos muito novas (durante a nossa adolescência). Por isso mesmo, é possível que a principal mensagem de Susanna Tamaro nos tenha escapado e que a beleza desta obra (muito conhecida internacionalmente) não estivesse ao alcance da nossa compreensão naquela altura.
Talvez um dia venhamos a ler novamente este livro e, quem sabe, gostemos. Talvez....
Certo é que nunca mais lemos nenhum livro desta autora que, sendo tão aclamada pela crítica, certamente terá muitas obras impressionantes. A questão é saber em qual "apostar"...




segunda-feira, 22 de agosto de 2011

2

Série: Will e Grace



Título Original: Will and Grace
Ano de estreia: 1998
Nº Temporadas: 8
Género: comédia romântica
Produtores: David Kohan e Max Mutchnick


Esta é uma série que poderíamos englobar num conjunto de séries que, apesar de apresentarem histórias diferentes, acabam por andar em torno das mesmas temáticas e apresentam um tipo de humor muito semelhante. Referimo-nos a séries como "Friends", "A teoria do Big Bang", "Dharma and Greg", etc.

Em Will e Grace acompanhamos as divertidas peripécias de dois amigos, Will (um advogado gay) e Grace (uma decoradora de interiores) que vivem juntos e não conseguem estar mais do que duas horas longe de sarilhos. Para "piorar" a situação, temos ainda mais dois personagens secundários (os nossos preferidos!): Karen, uma mulher super rica com a voz mais esganiçada do mundo que só quer ajudar (apesar de só atrapalhar) e Jack, o melhor amigo de Will, também ele gay, e o "rei do drama" que é capaz de transformar qualquer situação numa verdadeira comédia. 

Confessamos que esta série não acrescenta nada de novo ao mundo de séries do mesmo género, mas não podemos deixar de frisar que não houve um único episódio em que não dessemos umas boas gargalhadas. 
Concluindo, quem gosta das séries que enumerámos no início deste post com certeza que também gostará de acompanhar "Will e Grace". 

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

0

Livro: A Criada Zerlina


Livro: A Criada Zerlina

Autor: Hermann Broch



Foi totalmente por acaso que lemos este livro. No livro, a criada Zerlina conta a (atribulada) história da sua vida a um visitante que passa pela casa da sua senhoria. É um livro muito pequenino e, por vezes, bastante cru na sua escrita, mas que por ser tão pequenino nos entretém por uma horinha.

Zerlina fixa-se nas histórias das suas aventuras com homens, especialmente com um em particular. Fala na sua senhoria, no seu falecido senhorio, e das suas aventuras com outros criados.

Enfim, não é das melhores coisas que já lemos, mas tendo em conta o tipo de livro, o tamanho e a dinâmica, acabamos por o aconselhar.

Alguém o leu ou pensa ir a ler?
Ficamos à espera da vossa opinião :)

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

1

Entretenimento: The Ellen Degeneres Show

Género: Talk Show
Duração: 1 hora (contando com a publicidade)
Site do programa: http://ellen.warnerbros.com/
País de Origem: Estados Unidos
Produtores: Ellen Degeneres
Elenco: Ellen Degeneres
Estreia: 08 de Setembro de 2003

Este é dos programas que mais nos diverte, que mais nos faz rir... Adoramos. Talvez a parte que costumamos ver menos (e, às vezes, nem vemos) é quando Ellen entrevista as pessoas famosas. Por vezes não conhecemos as pessoas, ou não nos interessa tanto ouvi-las, e então costumamos mudar de canal (ehehe).

Temos de confessar que temos imensa inveja das prendas que Ellen dá sempre aos seus convidados... Cá em Portugal é que não há programas destes! :(

Este programa costuma, então, ter entrevistas com algumas celebridades, monólogos super cómicos (ela é demais!), cantores que lá vão dar um pequenissimo espectáculo, etc.

O programa, durante a sua primeira temporada, foi nomeada para 11 Daytime Emmy Awards tendo vencido 4 deles (entre eles, o de melhor Talk Show).

Como é constituída a Equipa do Programa? Ellen faz parte quer dos produtores Executivos (juntamente com  Mary Connelly, Ed Glavin, Andy Lassner, Jim Paratore) como dos argumentistas (juntamente com Karen Anderson, Margaret Smith).

Em média, cada episódio é seguido por cerca de três milhões de telespectadores.

De referir que este programa é transmitido nos seguintes países:

África do Sul,
Argentina,
Austrália,
Brasil,
Canadá,
Chile,
Dinamarca,
Filipinas,
Finlândia,
Holanda,
Índia,
Irlanda,
Israel,
Malásia,
México,
Noruega,
Nova Zelândia,
Portugal,
Singapura,
Suécia,
Tailândia,
Taiwan,
Trinidad,
Tobago,
Turquia,
Uruguai,
e Venezuela.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

2

Filme: Super 8


Título Original: Super 8
Ano: 2011
Género: Suspense, Acção, Ficção Científica
Realizador: JJ Abrams


O sol do Verão convida a muitas coisas, por isso vão até à praia, à montanha, um passeio pelo campo ou até uns mergulhos na piscina mas, por favor, NÃO vejam este filme. É um grande desperdício de dinheiro!

Ok, agora que já libertámos um pouco a nossa fúria pelo dinheiro (muito por sinal!) gasto no cinema no passado fim-de-semana, vamos explicar o motivo que nos levou a ver o filme e o porquê da nossa, evidente para vocês agora, desilusão.

Quando vimos a publicidade referente a esta história* ficámos extremamente curiosas: o trailer não adiantava quase nada e o título também poderia ter qualquer significado à partida, o que só serviu para aguçar a nossa curiosidade. Se juntarmos a isto o facto de o filme ser realizado por JJ Abrams (um dos criadores da nossa série favorita - Lost) ficamos com a receita ideal para umas boas horas passadas no cinema. Contudo, tal não se veio a verificar.
De facto, a história é extremamente curriqueira, previsível e os actores não ficam a dever nada à arte de representar. Por momentos, temos a sensação que estamos a acompanhar mais uma aventura de "Os cinco" de Enid Blyton, a famosa colecção de livros de aventura. O que até nem seria mau se ainda fôssemos crianças de 10 anos e não adultos à procura de uma história inteligente, desafiante e cativante. É impossível não nos sentirmos defraudados quando percebemos a falta de originalidade da história e o final completamente precipitado e simples desta, mas que já se deixava antever a partir da segunda metade do filme.
Enfim, uma ida ao cinema desperdiçada à qual nem o nome de Steven Spielberg como produtor de "Super 8" conseguiu salvar.
É caso para se dizer: venha a praia!

* Não vamos adiantar nada da história neste post pois qualquer coisa que dissessemos seria um spoiler uma vez que os meios de comunicação têm feito um grande secretismo em volta deste filme.

Fiquem com o Trailer:

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

4

Série: FlashFoward



Everyone in the world will get a flash of their own future.

Flashforward - A Temporada Completa  - www.wook.pt

Ano: 2009
Criadores: Brannon Braga
                  David S. Goyer
Nº Temporadas: 1

Cast:
    Courtney B. Vance ... Stanford Wedeck
    Joseph Fiennes      ... Mark Benford
    John Cho      ... Demetri Noh
    Zachary Knighton  ... Dr. Bryce Varley
    Peyton List      ... Nicole Kirby
    Brian F. O'Byrne  ... Aaron Stark
    Sonya Walger      ... Dr. Olivia Benford
    Christine Woods      ... Janis Hawk
    Jack Davenport      ... Lloyd Simcoe
    Dominic Monaghan  ... Simon Campos

    Quando vimos o trailer desta série ficámos, inevitavelmente, interessadas. Parecia ser uma série super interessante e o visionamento do primeiro episódio só veio reforçar as nossas expectativas: era realmente uma série à qual deveriamos dar uma oportunidade.

    A história não poderia ser mais intrigante: durante 2 minutos e 17 segundos, todas as pessoas no mundo têm um "apagão" geral. Durante esse tempo, muitas viram-se 6 meses depois do momento do black out. A personagem principal sofre, também, com o apagão e vê-se, daqui a 6 meses, a investigar um caso. O que terá acontecido? E será que o que viram se trata de um futuro inevitável? Ou poderá ser alterado?

    Os episódios terminam sempre com um grande suspense (digno de LOST, mas não tão bom). Por isso acreditamos que os fãs desta série irão gostar. No entanto, a verdade é que esta foi adorada por poucos, e uma desilusão para muitos.

    Para nós fica só o sentimento de que a série não deveria ter sido cancelada uma vez que parecia ser promissora (e porque o final da primeira temporada "preparava-nos" para uma segunda que nos parecia ser interessante).

    Em suma, uma ideia interessante mas que, infelizmente, foi cancelada demasiado cedo.

Aqui fica o trailer:

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

0

Filme: Um cidadão exemplar


Título original: Law abiding citizen 
Ano: 2009
Género: Policial, Mistério
Realizador: F. Gary Gray




"Como parar um assassino que já está atrás das grades?"


Falou-se muito deste filme aquando da sua estreia mas, infelizmente, na altura não conseguimos vê-lo. No entanto, no passado fim-de-semana colmatámos essa falha :)

A história assemelha-se aos policiais que têm surgido no grande ecrâ nos últimos anos.
Clyde Shelton (Gerard Butler), um simples homem de família que tem como profissão inventar as mais sofisticadas tecnologias, perde a sua mulher e filha às mãos de dois criminosos que acabam por sofrer uma pena muito leve, na opinião de Clyde. Assim, Clyde dedica os 10 anos seguintes da sua vida a preparar um engenhoso plano de vingança não só contra os dois criminosos mas também contra um Estado cuja lei permitiu que os dois recebessem penas injustas.
Quando coloca em prática o seu plano acaba por ser preso, mas qual não é a aflição e perplexidade das autoridades e do seu ex-advogado, Nick Rice (Jamie Foxx), quando percebem que mesmo do interior da cadeia Clyde continua com o seu temível plano? Como combater um criminoso a quem nem as grades de aço de uma prisão conseguem parar?...

As opiniões que tínhamos acerca deste filme era de que este seria absolutamente fantástico. Contudo, apesar de termos gostado deste história, não podemos dizer o mesmo. É um facto que a trama é interessante e nos mantém na expectativa relativamente ao que irá acontecer a seguir, mas não conseguimos evitar um certo sentimento de desilusão relativamente ao desfecho da história: o fim foi algo precipitado, com um desfecho um pouco previsível e nada original. Tendo começado tão bem, não pudémos deixar de reparar na relativa falta de imaginação do argumentista para dar um rumo decente a esta história nos seus últimos capítulos.
No entanto, aconselhamos este filme a quem gostar de outros do mesmo género desde que não lhe depositem expectativas muito elevadas à partida.

Fiquem com o Trailer desta história:



segunda-feira, 1 de agosto de 2011

0

Livro: A chama imensa

Livro: A chama imensa
Autor: Ricardo Araújo Pereira


Este livro é muito engraçado. Claro que com este autor, não se podia esperar uma outra coisa. Trata-se da colectânia das crónicas que o autor escrevia para o jornal "A Bola".

Duas ressalvas devem, no entanto, ser feitas:

1 - Este livro deve ser lido "o quanto antes" uma vez que tem uma certa "temporalidade". Lido daqui a algum tempo deixa de fazer algum sentido na medida em que deixam de ser perceptíveis algumas ideias ou piadas do autor.

2 - É bom que o leitor também seja um benfiquista ferrenho, ou pelo menos que leve com brincadeira algumas das ideias do autor.

Este livro é, então, sobre futebol, mas também, e maioritariamente, sobre o Benfica (grande paixão do autor).

Se esperam um relato isento do futebol português, é melhor irem procurar noutro lado. Aqui prevalece uma opinião: O Benfica é o melhor clube que existe! 
Por isso mesmo é um livro fantástico para quem o adora. 
Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%