Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

20

Evento: Latada 2010 - Coimbra


A derradeira Latada...

 4 anos atrás ficámos muito chateadas quando soubemos que tínhamos de percorrer as ruas de Coimbra a trincar nabos e, no fim, lavar o cabelo nas águas do Mondego (que, acreditem, não cheira lá muito bem).

O trauma foi tão grande que, na passada terça-feira, decidimos....PASSAR PELO MESMO!
(Entenda-se que dispensámos a lavagem do cabelo)

Depois de muito ponderar (há meses que andávamos a combinar as coisas) decidimos render-nos à nossa paixão pela cultura oriental e fomos vestidas de....

                                .


 





CHINESAS!!!




















Acreditem, não foi uma tarefa fácil... -------------->



Não, não é a 3ª Guerra Mundial, foi apenas o resultado da nossa luta com a maquilhagem (e fiquem a saber que saímos perdedoras...)
***
不,不是第三次世界大戰,只是我們奮鬥的結果與化妝(並且是輸家都知道,我們離開了...)








Começámos a nossa viagem junto à Cabra (um dos símbolos mais emblemáticos da Universidade de Coimbra). 
***
我們開始我們的行程與山羊(其中最具象徵符號的科英布拉大學)








Na Faculdade de Direito (uma das mais bonitas da nossa Universidade - tirando a Faculdade de Psicologia que, por motivos óbvios, não fez parte do nosso percurso)

*** 

在法學院(其中一個最美麗的大學 - 除了心理學院,對於顯而易見的原因,是不屬於我們的旅程)


 
 Entretanto, lá ganhámos coragem e juntámo-nos à multidão!
***
然而,獲得了勇氣和我一起在人群!






E fomos logo abordadas por turistas ;)  
 ***
 而且我們很快就走近遊客 ;)












Entretanto, descansámos junto de um dos monumentos mais emblemáticos da nossa cidade: conhecido como a rotunda do PAPA
 *** 
但是,我們對一個休息的最具象徵性的紀念碑我市被稱為環島教宗





 


 
 Estivemos muito bem dispostas, apesar de estarmos sempre a ser abordadas por vários doutores para morder o nabo  (por nos confundirem com caloiras).
***
我們總是充分的準備,雖然我們總是被一些醫生接觸,咬蘿蔔(誤我們癒傷組織) 









A viagem já vai longa? Não conseguem aguentar? Não se preocupem, casas de banho não faltam nas ruas de Coimbra!
***
這次訪問已經很久了嗎?不能忍受?不要擔心,在街頭比比皆是浴室科英布拉!











Este será o resultado final ...
***
 這將是最終結果 ...










Famosos de todo o mundo não perderam a oportunidade de estar presentes e de pedir para tirar uma foto connosco
***
世界各地的著名失去了機會參加,並要求我們與我們拍照








E não faltaram alguns dos nossos mais caros leitores (apesar de não comentar no nosso blog) - Marvin
***
 它錯過了一些我們親愛的讀者(雖然不是我們的博客評論) - 馬文










Todos os anos esta é uma oportunidade para os estudantes se fazerem ouvir 
***
  每年這是一個機會,使自己的學生聽說  










Enquanto para outros esta é uma ocasião para darem largas aos seus mais íntimos desejos... 
***
而對其他人而言,是一個機會,釋放他們的內心慾望...









 





Não podíamos deixar escapar a oportunidade de passar pelo Mosteiro de Santa Cruz, local onde estão os túmulos dos dois primeiros reis de Portugal - D. Afonso Henriques e D. Sancho I
***

我們不能錯過機會,移動寺聖克魯斯,哪裡的墳墓前兩個國王葡萄牙 - 四四阿豐恩里克桑丘













A ponte de Almedina, outro local emblemático da Cidade dos Estudantes 
***
這座橋 Almedina,另一個位置的城市象徵學生


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Quem nos acompanhou durante todo o cortejo e foi responsável por tirar estas belas fotos foi a doutora Lucie. Muito Obrigada!!!
***
誰陪我們整個遊行,並負責採取這些美麗的圖片是露西博士。謝謝!




 
 
Quando o cortejo terminou a fome era tanta que, quebrando as "leis da Física", decidimos ir vestidas de chinesas, com alguns amigos, a um restaurante ITALIANO!!!
***
當遊行結束了飢荒是如此巨大,,突破了“物理定律”,我們決定去穿著中,有一些朋友在一家意大利餐館!


 
 
 
 

E foi assim a nossa última Latada: cheia de momentos divertidos com um misto de nostalgia antecipada.
Mas, como se diz: Coimbra tem mais encanto na hora da DESPEDIDA!!
***
因此,這是我們最後特雷利斯:充滿樂趣倍,混合懷舊提前。


但是,正如他們所說,科英布拉有更多的魅力,在一小時的歡送會!



terça-feira, 26 de outubro de 2010

6

Filme: The New Daughter; Espectáculo: Mika


 
Sim, sabemos que este post vem tarde, mas tudo tem uma explicação...e neste caso temos DUAS explicações.

Hoje foi daqueles dias em que não tínhamos nada planeado mas tudo acabou por correr de feição.

Depois de uma tarde a vaguear em lojas da baixa de Coimbra à procura de um disfarce para o dia de amanhã (LATADA - ver próximo post), como a cavalo dado não se olha ao dente, decidimos aproveitar o aniversário da Yorn e ir ao CINEMA....DE GRRRRRAAAAAAAAAAAÇÇÇÇÇÇÇÇÇÇÇÇÇÇÇÇAAAAAAAAAAAAAA!!! Sim, sem pagar 1 cêntimo!!!

Claro que nos tivemos de sujeitar à oferta da semana (que não era nada de especial), mas tendo por base a nosssa paixão pelo Kevin Costner (ai, que giro que ele era em Robin Hood), decidimos escolher o filme: A NOVA FILHA...

Para saberem a história do filme basta puxarem pela vossa imaginação...ou melhor, recordar todos os clichés de filmes de terror/suspense que já viram e conjugá-los todos num péssimo filme!

A história apresenta-nos a vida de um escritor recém-divorciado com 2 filhos (muito maus actores!) e com muito dinheiro para gastar em mansões isoladas do resto do mundo, num sítio que não lembra a ninguém.

Entretanto, numa das primeiras cenas vemos um monstro no telhado da casa. A partir daí sabíamos que a nossa visão sobre o filme nunca mais seria a mesma. Depois de vários diálogos que não interessam nem ao menino Jesus, e um desenrolar forçado, podem disfrutar de um final super desinteressante...

Mas, como a cavalo dado não se olha ao dente (como referimos), valeu a pena a hora e meia de risota no cinema!

Aqui fica o trailer...


Título Original: The New Daughter
Ano (2009)
Género: Terror, Suspense

Cast
Kevin Costner ... John James
Ivana Baquero ... Louisa James
Gattlin Griffith ... Sam James
Samantha Mathis ... Cassandra Parker

Realizador: Luis Berdejo









 
Mas, a noite não acabou por aí! Por volta da 1h00 lá fomos nós para o recinto da latada ver...

O CONCERTO DO MIKA!!!



Estávamos à espera de um bom concerto, não de um concerto TÃO BOM!
Foi fantástico!
Mika e a sua banda não pararam um segundo de nos transmitir a energia que os caracteriza e, mesmo sem conhecermos metade das músicas, sentimo-nos animadas do início ao fim!

Este é sem dúvida um artista que, se tiverem oportunidade, devem ir ver! 

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

10

Série: Marés Vivas

Título Original: Baywatch
Ano: 1989-2001
Nº Temporadas: 11
Género: Aventura, Drama
Criadores: Michael Berk
                   Douglas Schwartz
                   Gregory J. Bonann

Não, não vale a pena negarem. Todos vocês viram. E mais………. viram e GOSTARAM!
Qualquer pessoa que tenha estado neste planeta durante a década de noventa e que soubesse ler (ou dominasse a língua inglesa) viu Marés Vivas. Ponto final.
Embora muitos não o queiram admitir nos dias de hoje, a verdade é que esta ainda é uma das séries mais vistas de sempre em todo o mundo (foi transmitida em mais de 150 países) e, por isso mesmo, num misto de nostalgia e sentido de homenagem, decidimos falar hoje da série que nos fez acreditar que ser nadador salvador era a profissão mais entusiasmante do mundo.

Nesta série acompanhávamos o dia-a-dia de um grupo de nadadores salvadores que tinham tudo menos uma vida entediante. É que, por incrível que pareça, quando eles chegavam a uma praia as coisas mais fantásticas e mirabolantes aconteciam. Era como se tivessem um íman que atraía todas as aventuras para si deixando os seus restantes colegas no resto do mundo com a entediante função de ficar sentados na areia o dia todo, a olhar para o mar, tendo como ponto alto do dia levantarem-se e irem dizer aos banhistas mais aventureiros que saíssem da água pois a bandeira está vermelha*.
Se num dia tinham que resgatar os sobreviventes de um barco encalhado no mar, no dia seguinte tinham que lidar com um grupo de ladrões que decidia usar alguns banhistas como reféns para escapar da polícia. Sem esquecer os ataques de tubarões, concursos de biquíni, perseguições em alto mar, descobertas de grutas secretas, (e a lista continua com tudo de fantástico que se possam lembrar que seja realizável numa praia).

Mas Marés Vivas era muito mais do que isto. Marés Vivas apresentou ao mundo alguns dos actores/personagens mais incríveis ao mesmo tempo que ensinava a pequenos e graúdos importantes lições que ainda hoje norteiam a vida daqueles que foram abençoados com a possibilidade de ver esta série. E é precisamente sobre esses dois pontos que nos debruçaremos de seguida.

Actores/ Personagens absolutamente incríveis:

- David Hasselhoff (Mitch Buchannon)

Mitch foi uma das personagens que mais tempo esteve na série. Líder nato, provou-nos que é possível ser-se um nadador salvador tremendamente sexy mesmo ostentando uma farta cabeleira encaracolada. Apesar de pai solteiro, sempre teve tempo para cuidar do seu filho e namorar algumas senhoras bonitas que foram surgindo ao longo das temporadas. Agora vocês dizem:  “Mas ele tinha uma forma de correr tão atabalhoada…”. E nós respondemos: “É verdade. Mas o que é que vocês estão à espera de alguém que teve de correr durante 11 anos (!!) em areia escaldante frente às câmaras mesmo quando os bicos-de-papagaio e as artroses começaram a atacar? E têm que admitir que a forma como ele corre em câmara lenta no genérico é um dos grandes marcos da série!!”.
Pena foi que tenha saído de forma tão inglória da série: para salvar mais um dos seus amores, foi apanhado na explosão de uma bomba e o único vestígio que restou foi uma parte do seu fato de mergulho com o seu nome inscrito (Isto não são umas bombas quaisquer! É preciso saber explodir uma pessoa e deixar intacta precisamente a parte do fato que tem o nome dela para facilitar a vida aos polícias).



- Brandon Call/Jeremy Jackson (Hobie Buchannon)

Pelo nome já devem ter percebido que se trata do filho de Mitch. Este personagem, na nossa opinião, nunca teve o destaque que merecia ao longo de toda a série, tendo assumido sempre um papel bastante secundário. Contudo, a sua mensagem não passou indiferente a ninguém: é possível crescer com um pai de farta cabeleira encaracolada e mesmo assim conseguir optar por um penteado cheio de estilo e adequado à altura em que se vive.




- Alexandra Paul (Stephanie Holden)

A eterna amada de Mitch. Durante várias temporadas esperámos ansiosamente que ambos admitissem aquilo que sentiam um pelo outro mas tal nunca acontecia.
Foi uma das personagens femininas mais importantes de sempre e, sem dúvida alguma, a mais inteligente. Nos cinco anos que esteve na série chamou-nos a atenção para um facto muito importante: é possível ser-se uma excelente nadadora salvadora mesmo sem se ter implantes de silicone nas mamas e botox nos lábios.
Tivemos foi pena da sua falta de timing pois só se lembrou de confessar a Mitch o amor que sentia por ele depois de ter o mastro de um barco em cima de si e estar a segundos de morrer (pelo menos viveu tempo suficiente para ouvir o protagonista a dizer que também a amava…e caso estejam a questionar-se sobre isso: sim, derramámos algumas lágrimas nesta cena!!).


-Pamela Anderson (C.J. Parker )

Hoje em dia, quando alguém fala em Marés Vivas a primeira personagem que vem à cabeça dos homens e mulheres que acompanharam esta série é C.J. Parker. Não porque esta primasse por diálogos muito interessantes mas sim por aquilo que ainda hoje mantém Pamela Anderson nas bocas do mundo: as suas (gigantescas) mamas. Os homens pensam nela pois foi a sua grande fantasia durante os 5 longos anos que a sua personagem esteve na série; as mulheres, por seu turno, não se esquecerem dos 5 longos anos em que iam passar férias até à praia e não se atreviam a olhar-se ao espelho quando em biquíni para não se sentirem inferiorizadas (vá lá, lembrem-se da Stephanie!).
Enquanto muitos achavam que o tamanho das suas mamas era exagerado nós pensamos precisamente o contrário: como má nadadora que Pamela era, tinha que ter algo que garantisse que viria sempre à superfície. Para além do mais, com aquelas mamas ninguém iria reparar na burrice da personagem!


- Michael Newman (Mike “Newmie” Newman)


Nesta altura devem estar a perguntar-se: “Mas quem é este personagem??”. Pois bem, achámos que era fundamental referi-lo neste post pois, para nós, ele é o exemplo vivo de que se formos perseverantes podemos estar numa séria durante 12 anos mesmo sem fazer nada de relevante.
Bem, vamos lá a recordar: lembram-se do único nadador salvador calvo e de bigode na série? Aquele que aparecia no genérico a atirar-se para a água como que a dizer “Eu também sei nadar, por favor coloquem-me em cenas com mais destaque!”? Pois bem, é ele mesmo! “Newmie” (cujo nome já não nos recordávamos e tivemos que ir consultar à internet) foi uma personagem que, para nosso grande espanto, conseguir aguentar-se em Marés Vivas durante TODA a série!!! Das duas uma: ou era sobrinho do realizador ou então de tão despercebido que passava nunca ninguém reparou que ele lá andava e por isso não o “puseram a andar”.
Mas bem, já chega de falar dele, senão ainda tem mais destaque neste post do que em Marés Vivas…


Contudo, como dissemos anteriormente, nem só de actores/personagens incríveis se fez a série, mas também de importantes lições que todos devemos aprender e utilizar na nossa vida:

- As praias nos E.U.A. estão repletas de modelos (lá não há lugar para banhistas com uns “pneuzinhos”, nem para pessoas de meia-idade e idosas);
- Independentemente do que vos disserem em contrário, usar cuecas do biquíni que vos cheguem ao umbigo é extremamente bonito;
- A famosa técnica de reanimação cardiopulmonar (RCP), mais conhecida por reanimação “boca-a-boca”, resulta SEMPRE, não importa o tempo que a pessoa tenha ficado inconsciente na água e as “litradas” de água salgada que engoliu;
- As sereias realmente existem (mesmo que apareçam muito, muito raramente);
- As raias gigantes que fogem de aquários e que vão para o mar podem matar-vos se vos derem um choque;
- O ordenado de um nadador salvador nos E.U.A. dá para comprar uma mansão;
- Ir para dentro de grutas à beira-mar quando a maré está a subir foi, é e sempre será uma má ideia;
- Da mesma forma que ir para a ponta de um paredão, quando o mar está bravo, sem saber nadar também é uma má ideia;
- E por fim: se desejarmos com muita força e realmente acreditarmos, é possível que o espírito de um nadador salvador que tenha morrido entre num cão e este se torne num excelente cão nadador salvador.

Esperemos que tenham gostado desta viagem até a um passado não muito distante e que tenham percebido que não faz mal admitirmos que vimos Marés Vivas. De facto, devemos considerar-nos uns privilegiados em relação às gerações que crescem nos dias de hoje que não têm a oportunidade de assistir a séries tão sublimes como aquela que nos mostrou que ser nadador salvador é a melhor profissão do mundo.

Aqui fica o genérico da 9ª temporada (foi o que conseguimos arranjar com mais qualidade mas infelizmente já não aparecem todos os personagens mencionados acima. Mas não se preocupem pois o “Newmie” aparece com o seu fantástico mergulho!):

*Queremos, contudo, deixar bem claro todo o nosso respeito e admiração por tal profissão que tantas vidas salva todos os anos em Portugal e no resto do mundo.

Boas séries!


segunda-feira, 18 de outubro de 2010

8

Livro: O Leitor

Autor: Bernard Schlink
Género: Romance

Acabámos por ler este livro porque vimos o filme e ficámos agradavelmente surpreendidas.
O livro lemo-lo na versão inglesa sendo que a sua leitura foi muito simples e MUITO agradável.

A história é contada por Michael Berg (15 anos), um adolescente nos anos 60, que se apaixona pela bela, sensual, autoritária e madura Hanna Schmitz (36 anos).
Os dois vivem um romance fora do comum, quase ritualistico: primeiro tomam banho, depois ele lê-lhe e, para terminar, fazem amor. No entanto, um dia Hanna desaparece e Michael só a volta a encontrar anos mais tarde quando, já estudante de Direito, assiste a uma audiência em que Hanna é acusada por crimes de guerra.
A partir daí, o livro pauta-se de dilemas e reflexões relativamente à legitimidade de determinados crimes.

Considerado o romance alemão mais aplaudido a nível nacional e internacional (depois de O Perfume), já foi traduzido em mais de 39 linguas tendo sido adaptado para o cinema.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

10

Filmes: Kill Bill 1 & 2


Nome: Kill Bill (Vol. 1)
Ano: 2003
Género: Acção, Drama
Realizador: Quentin Tarantino

Nome: Kill Bill (Vol. 2)
Ano: 2004
Género: Acção, Drama
Realizador: Quentin Tarantino



Já aqui falámos em dois filmes do conhecido realizador Quentin Tarantino (“Sacanas sem lei” e “À prova de morte”) confessando que estes estavam muito longe de pertencer à nossa lista de filmes favoritos. Mas com Kill Bill 1 & 2 tudo muda. A verdade é que mal vimos estes dois filmes ficámos completamente rendidas à genialidade e qualidade de Tarantino.

A história não peca por excesso de originalidade: a protagonista (interpretada por Uma Thurman) acorda na cama de um hospital após um longo período de coma e recorda-se que foi atacada durante o seu casamento por um grupo contratado por Bill (um ex-companheiro), resultando daí a morte de todos que estavam presentes na igreja com a excepção da noiva que ficou gravemente ferida. A partir daí, decide fazer uma lista das pessoas das quais se pretende vingar, tendo como último grande alvo o próprio Bill. Assim, acompanhamos a longa e difícil jornada que a protagonista tem que percorrer até cumprir o seu grande objectivo.

O que torna o filme brilhante e fantástico é a forma como Tarantino nos apresenta o desenrolar da história. É que está praticamente tudo PERFEITO: a banda sonora, diálogos, cenas de luta, ligação entre cenas… É impossível ver este filme sem ficarmos fascinados com a sua qualidade. Até mesmo os “traços exagerados” que alguns personagens apresentam acabam por encaixar de forma sublime nestes dois fantásticos filmes. Sem dúvida que qualquer amante de cinema que ainda não tenha visto estes filmes (o que parece um pouco impossível) deve fazê-lo mal tenha oportunidade pois se há coisa que compensa completamente o tempo dispensado frente à T.V. são os filmes Kill Bill e Kill Bill 2.

Uma óptima notícia para os amantes desta história foi dada por Tarantino ao revelar que haverá um Kill Bill 3 com estreia marcada para 2014. Até lá resta-nos esperar ansiosamente na expectativa de que este terceiro volume consiga equiparar a qualidade dos dois primeiros.


Aqui fica o trailer do primeiro filme (embora não faça jus à sua qualidade):


Bons filmes!


domingo, 10 de outubro de 2010

4

Livro: Os Contos de Beedle o Bardo

Título Original: The Tales of Beedle the Bard
Autor: J. K. Rowling
Género: Fantasia e Ficção
Editora: Presença
Páginas: 128

Acabámos por comprar este livro uma vez que parte do dinheiro é revertido a favor da Children's High Level Group, uma instituição co-fundada pela autora e cujo intuito é auxíliar crianças. Não fazíamos ideia de como o livro acabou por ser tão interessante. Os contos são muito engraçados e não se ligam directamente a Harry Potter (ou seja, não é preciso terem lido os livros de Harry Potter para entenderem este), mas sem dúvida que os fãs de Harry e dos seus amigos encontraram aqui mais um livro mágico.

Escrito em 2007 e lançado mundialmente em 2008, reúne cinco contos escritos da mesma forma entusiasmante e encantadora:

1 - O Feiticeiro e o Caldeirão Saltitante
2 - A Fonte do Justo Merecimento
3 - O Feiticeiro do Coração Medonho
4 - A Coelha Babita e a Árvore Tagarela
e
5 - O Conto dos três irmãos

As ilustrações também são da autora de Harry Potter que escreveu ainda 7 edições à mão inéditas para leilão e a AMAZOON tem uma dessas relíquias na sua posse!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

11

Entretenimento: Postcrossing




Recentemente ficámos fãs de um novo conceito - o Postcrossing.
A ideia é simplesmente genial e, ao mesmo tempo, simples: apenas com uma inscrição num site são-nos fornecidas 5 moradas de pessoas de QUALQUER parte do mundo; o próximo passo será enviar postais para essas moradas com um código que nos é fornecido pelo site; quando as pessoas do outro lado do mundo receberem o postal apenas têm que registar o tal código e na nossa conta do site fica registado o número de postais que já enviámos; depois disto, resta-nos esperar para também receber postais de alguém. 
Apesar de estarmos há muito pouco tempo registadas no Postcrossing já nos rendemos por completo a esta ideia e para nós tem sido realmente muito divertido não só enviar os ditos postais mas também recebê-los. E o melhor de tudo isto é que o Postcrossing pode ir muito além da simples troca de postais, permitindo às pessoas trocar outras coisas (a Roberta que diga como a colecção de selos dela tem crescido nos últimos tempos!) e conhecer outras pessoas de qualquer parte do mundo.
Se ainda não estão convencidos, nada melhor do que visitarem o site oficial e ficarem mais esclarecidos, quem sabe não decidem mesmo entrar e acabam "viciados" como nós:  http://www.postcrossing.com/

Happy Postcrossing!!

domingo, 3 de outubro de 2010

5

Filme: After Life

Ano: 2009
Cast:
Christina Ricci - Anna Taylor
Liam Neeson - Eliot Deacon
Justin Long - Paul Coleman
Chandler Canterbury - Jack

Género: Terror, Triller

Vimos este filme por acaso. E temos de ser sinceras: apesar de não ter sido dos filmes da nossa vida, surpreendeu-nos muito. Não é um filme assustador, mas é capaz de cativar a nossa atenção durante a maior parte do tempo (convenhamos, hoje em dia, começa a ser uma característica cada vez mais rara nos filmes).
De destacar o facto de não termos gostado da representação de Christina Ricci - muito falsa.

A história é a seguinte: Ana encontra-se num mau dia. Acredita que o namorado, Paul, a vai deixar (no dia em que o "pobre desgraçado" a ía pedir em casamento). Já a mãe, encontra-se doente e passa a vida a queixar-se.
Após uma discussão com o namorado, Ana sofre um acidente grave, que a leva para a Casa Mortuária de Eliot. Eliot explica a Ana que ela está morta e que a está a preparar para o seu funeral e que ele tem um dom especial que o faz comunicar com mortos. Ana não acredita. 

Será que está mesmo morta? 

Durante o filme Ana tenta lutar contra a ideia de que está morta, enquanto Elliot a tenta convencer e Paul a procura por negar que Ana o tenha deixado sozinho neste mundo.

AFTER.LIFE. é um filme de Agnieszka Wojtowicz-Kosloo. Escrito por Agnieszka Wojtowicz-Kosloo, Paul Vosloo e Jakub Korolczuk e que aconselhamos a ver!

Aqui fica o trailer (que, no entanto,não demonstra o quão interessante é o filme):


Já o viram? Estão a pensar ver? Não se esqueçam, a vossa opinião é o mais importante para nós!
Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%